Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





terça-feira, 20 de junho de 2006

Agenda de Compromisso

Clique nas imagens para ampliar

Informativo nº 11



Informativo nº 10


Conselho Municipal de Saúde

O que é e como Funciona o Conselho Municipal de Saúde

Para que se possa cumprir o que a Lei determina o Conselho deve exercer o controle social do SUS. Isso significa dizer que cabe ao Conselho fiscalizar, planejar, propor e controlar os recursos destinados à área de Saúde no Orçamento do Município, bem como aprovar o Plano Municipal de Saúde.

Do mesmo modo o Conselho deve exercer o controle, o planejamento e a fiscalização do Fundo Municipal de Saúde, fundo esse para onde é destinado os recursos a serem gastos com a saúde no município.

Você pode e deve participar das reuniões do conselho que ocorre sempre na ultima quarta feira do mês as 19 horas, no Anfiteatro Cícero Diniz na PMU.

Endereço: Av. Anselmo Alves dos Santos, 600 Bloco A, 3º andar (Secretaria Municipal de Saúde)
Fone: 3239 2418, 3239-2976
E-mail: cmsu@uberlândia.mg.gov.br

SUS - O que é

  • Sistema Único de Saúde - SUS

    A Constituição de 1988 acolheu entre as obrigações do Estado brasileiro, a de assegurar saúde como direito de todos "mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação" (C.F. Art. 190. Cabe ao Sistema único de Saúde prover essas ações e serviços (C.F. Arts. 198 e 200).

    Criado pela Constituição de 1988 e regulamentado dois anos depois pelas Leis nº 8080/90 e nº 8142/90, o Sistema Único de Saúde é constituído pelo conjunto de ações e serviços de saúde prestados por órgãos e instituições públicas federais, estaduais e municipais e, complementarmente, por iniciativa privada que se vincule ao Sistema.

    PRINCÍPIOS E DIRETRIZES DO SUS


    A organização e o funcionamento do SUS estão balizados pelos seguintes princípios e diretrizes constitucionais:

    saúde como direito de todos e dever do Estado, o que ampliou a obrigação do Estado, antes limitada a determinados grupos como trabalhadores, mães e crianças;

    acesso igualitário às ações e serviços de promoção, proteção e recuperação da saúde; o que implica a ausência de discriminação ou privilégios de qualquer natureza, fazendo com que o acesso ao serviço seja função exclusiva da necessidade do paciente;

    direção única em cada esfera de governo, de modo a corrigir o contexto no qual instituições públicas federais, estaduais e municipais, além do setor privado, atuavam de forma paralela, superposta, quando não conflitante;

    integralidade da assistência, que assegure serviços preventivos e curativos e, nestes últimos, o acesso a todos os níveis de assistência e tipos de procedimentos, excluídos os supérfluos (cirúrgias plásticas cosméticas, tratamentos rejuvenescedores) e de caráter não ético (esterelização, eutanásia);

    descentralização, reconhecendo a natureza local da grande maioria dos serviços de saúde e atribuindo, explicitamente, ao município a competência para a prestação de serviços de saúde com o apoio técnico e financeiro da União e do estado;

    participação da comunidade, por meio dos conselhos nacional, estaduais e municipais de saúde nos quais metade de seus membros representa os usuários do SUS e a outra metade os provedores, públicos e privados.


    COMO O SISTEMA DE SAÚDE ESTÁ ORGANIZADO


    Atenção á saúde é tudo que envolve o cuidado com a saúde do ser humano, incluindo as ações e serviços de promoção, prevenção, reabilitação e tratamento de doenças. No SUS, o cuidado com a saúde está organizado em níveis de atenção, buscando à melhor programação e o planejamento das ações e serviços do sistema.

    Não se deve, porém, considerar um desses níveis de atenção mais relevante que outro, porque a atenção à Saúde deve ser integral, ou seja, garantir ao usuário uma atenção que abrange o acesso a todos os níveis de complexidade do Sistema de Saúde.


    O QUE É ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE


    Constitui o primeiro nível de atenção à saúde, de acordo com o modelo adotado pelo SUS. Engloba um conjunto de ações de caráter individual ou coletivo, que envolvem a promoção da saúde, a prevenção de doenças, o diagnóstico, o tratamento e a reabilitação dos pacientes, realizado pelas especialidades básicas da Saúde, que são:

    > clínica médica;
    > pediatria;
    > obstetrícia e ginecologia;
    > odontologia;
    > psicologia;
    > serviço social;
    > ações de enfermagem.

    A prioridade para todos os municípios é ter a atenção primária, pois esta bem organizada garante resolução de cerca de 80% das necessidades e problemas de saúde da população de um município.


    Os atendimentos de Atenção Primária são oferecidos nas Unidades Básicas de Saúde e nas Unidades do Programa Saúde da Família.
    As Unidades de Atenção Integrada – UAI também oferecem atendimento de Atenção Primário para os moradores de suas proximidades.


    O QUE É MÉDIA COMPLEXIDADE


    Compõe-se por ações e serviços cuja prática clínica demande disponibilidade de profissionais especializados e o uso de recursos tecnológicos de apoio diagnóstico e terapêutico.
    Os grupos que compõem os procedimentos de média complexidade do Sistema de Informações Ambulatoriais são os seguintes:

    > procedimentos especializados realizados por profissionais médicos, outros de nível superior e nível médio;
    > cirurgias ambulatoriais especializadas;
    > procedimentos traumato-ortopédicos;
    > ações especializadas em odontologia;
    > patologia clínica;
    > anatomopatologia e citopatologia;
    > radiodiagnóstico;
    > exames ultra-sonográficos;
    > diagnose;
    > fisioterapia;
    > terapias especializadas;
    > próteses e órteses;
    > anestesia.


    As ações de Média Complexidade são oferecidas nas Unidades Ações Integradas – UAIs, Centro de Reabilitação Municipal (Fisioterapia), Ambulatório de Oftalmologia, Ambulatório de DST/AIDS Herbet de Sousa, Centro de Atenção ao Diabético, Centro de Referência Saúde do Trabalhador, Fonoaudiologia, Programa de Lesões Lábio-Palatais e Ambulatório Amélio Marques – UFU


    O QUE É ALTA COMPLEXIDADE


    Ações de Alta Complexidade são o conjunto de procedimentos que envolve alta tecnologia e alto custo, objetivando propiciar à população acesso a serviços qualificados.
    Os procedimentos da alta complexidade encontram-se relacionados na tabela do SUS com custo extremamente alto.
    As principais áreas que compõem a alta complexidade do SUS são:

    > assistência ao paciente portador de doença renal crônica (por meio dos procedimentos de diálise);
    > assistência ao paciente com câncer;
    > cirurgia cardíaca e de veias;
    > colocação de marca passo ;
    > assistência em problemas dos ossos e articulações (juntas);
    > procedimentos de neurocirurgia;
    > assistência em otologia;
    > cirurgia de implante coclear;
    > cirurgia das vias aéreas superiores e da região cervical;
    > cirurgia da calota craniana, da face e do sistema estomatognático;
    > procedimentos em lábio leporino;
    > procedimentos para a avaliação e tratamento dos transtornos respiratórios do sono;
    > assistência aos pacientes portadores de queimaduras;
    > assistência aos pacientes portadores de obesidade (cirurgia para emagrecer);
    > cirurgia reprodutiva; genética clínica;
    > terapia nutricional;
    > distrofia muscular progressiva;
    > osteogênese imperfecta;
    > fibrose cística e
    > reprodução assistida.


    As ações de Alta Complexidade são oferecidas nos Centros de Atenção Psico Social – CAPS, Hospital de Clinicas – UFU e Hospitais Privados conveniados ao SUS.


    COMO FUNCIONA O PRONTO SOCORRO E O PRONTO ATENDIMENTO - EMERGÊNCIA E URGÊNCIA


    A assistência em situações de emergência e urgência se caracterizam pela necessidade de um paciente ser atendido em um curtíssimo espaço de tempo.

    A emergência é caracterizada como sendo a situação onde não pode haver uma demora no atendimento, implicando em risco de vida. O Atendimento deve ser imediato e realizado no Pronto Socorro da UFU.

    Nas urgências que podem ou não apresentar risco potencial à vida, o paciente necessita de assistência médica imediata. O atendimento deve ser prestado em um período de tempo que, em geral, é considerado como não superior a duas horas, sendo este serviço prestado no Pronto Atendimento de TODAS as UAIs.

    As situações não-urgentes podem ser encaminhadas para o atendimento ambulatorial das Unidades Básicas de Saúde ou Unidades Básicas de Saúde da Família.

Princípios e Diretrizes do SUS

A organização e o funcionamento do SUS estão balizados pelos seguintes princípios e diretrizes constitucionais:

§ saúde como direito de todos e dever do Estado, o que ampliou a obrigação do Estado, antes limitada a determinados grupos como trabalhadores, mães e crianças;

§ acesso igualitário às ações e serviços de promoção, proteção e recuperação da saúde; o que implica a ausência de discriminação ou privilégios de qualquer natureza, fazendo com que o acesso ao serviço seja função exclusiva da necessidade do paciente;

§ direção única em cada esfera de governo, de modo a corrigir o contexto no qual instituições públicas federais, estaduais e municipais, além do setor privado, atuavam de forma paralela, superposta, quando não conflitante;

§ integralidade da assistência, que assegure serviços preventivos e curativos e, nestes últimos, o acesso a todos os níveis de assistência e tipos de procedimentos, excluídos os supérfluos (cirúrgias plásticas cosméticas, tratamentos rejuvenescedores) e de caráter não ético (esterelização, eutanásia);

§ descentralização, reconhecendo a natureza local da grande maioria dos serviços de saúde e atribuindo, explicitamente, ao município a competência para a prestação de serviços de saúde com o apoio técnico e financeiro da União e do estado;

§ participação da comunidade, por meio dos conselhos nacional, estaduais e municipais de saúde nos quais metade de seus membros representa os usuários do SUS e a outra metade os provedores, públicos e privados.

Organização do SUS

Como o Sistema de Saúde está Organizado

Atenção á saúde é tudo que envolve o cuidado com a saúde do ser humano, incluindo as ações e serviços de promoção, prevenção, reabilitação e tratamento de doenças. No SUS, o cuidado com a saúde está organizado em níveis de atenção, buscando à melhor programação e o planejamento das ações e serviços do sistema.




Não se deve, porém, considerar um desses níveis de atenção mais relevante que outro, porque a atenção à Saúde deve ser integral, ou seja, garantir ao usuário uma atenção que abrange o acesso a todos os níveis de complexidade do Sistema de Saúde

Atenção primária

O que é Atenção Primária à Saúde


Constitui o primeiro nível de atenção à saúde, de acordo com o modelo adotado pelo SUS. Engloba um conjunto de ações de caráter individual ou coletivo, que envolvem a promoção da saúde, a prevenção de doenças, o diagnóstico, o tratamento e a reabilitação dos pacientes, realizado pelas especialidades básicas da Saúde, que são:



§ clínica médica;

§ pediatria;

§ obstetrícia e ginecologia;

§ odontologia;

§ psicologia;

§ serviço social;

§ ações de enfermagem.



A prioridade para todos os municípios é ter a atenção primária, pois esta bem organizada garante resolução de cerca de 80% das necessidades e problemas de saúde da população de um município.



Os atendimentos de Atenção Primária são oferecidos nas Unidades Básicas de Saúde e nas Unidades do Programa Saúde da Família.

As Unidades de Atenção Integrada – UAI também oferecem atendimento de Atenção Primário para os moradores de suas proximidades.

Alta complexidade

O que é Alta complexidade


Ações de Alta Complexidade são o conjunto de procedimentos que envolve alta tecnologia e alto custo, objetivando propiciar à população acesso a serviços qualificados.

Os procedimentos da alta complexidade encontram-se relacionados na tabela do SUS com custo extremamente alto.

As principais áreas que compõem a alta complexidade do SUS são:

§ assistência ao paciente portador de doença renal crônica (por meio dos procedimentos de diálise);

§ assistência ao paciente com câncer;

§ cirurgia cardíaca e de veias;

§ colocação de marca passo ;

§ assistência em problemas dos ossos e articulações (juntas);

§ procedimentos de neurocirurgia;

§ assistência em otologia;

§ cirurgia de implante coclear;

§ cirurgia das vias aéreas superiores e da região cervical;

§ cirurgia da calota craniana, da face e do sistema estomatognático;

§ procedimentos em lábio leporino;

§ procedimentos para a avaliação e tratamento dos transtornos respiratórios do sono;

§ assistência aos pacientes portadores de queimaduras;

§ assistência aos pacientes portadores de obesidade (cirurgia para emagrecer);

§ cirurgia reprodutiva; genética clínica;

§ terapia nutricional;

§ distrofia muscular progressiva;

§ osteogênese imperfecta;

§ fibrose cística e

§ reprodução assistida.



As ações de Alta Complexidade são oferecidas nos Centros de Atenção Psico Social – CAPS, Hospital de Clinicas – UFU e Hospitais Privados conveniados ao SUS.

Média complexidade

O que é Média Complexidade

Compõe-se por ações e serviços cuja prática clínica demande disponibilidade de profissionais especializados e o uso de recursos tecnológicos de apoio diagnóstico e terapêutico.

Os grupos que compõem os procedimentos de média complexidade do Sistema de Informações Ambulatoriais são os seguintes:

§ procedimentos especializados realizados por profissionais médicos, outros de nível superior e nível médio;

§ cirurgias ambulatoriais especializadas;

§ procedimentos traumato-ortopédicos;

§ ações especializadas em odontologia;

§ patologia clínica;

§ anatomopatologia e citopatologia;

§ radiodiagnóstico;

§ exames ultra-sonográficos;

§ diagnose;

§ fisioterapia;

§ terapias especializadas;

§ próteses e órteses;

§ anestesia.


As ações de Média Complexidade são oferecidas nas Unidades Ações Integradas – UAIs, Centro de Reabilitação Municipal (Fisioterapia), Ambulatório de Oftalmologia, Ambulatório de DST/AIDS Herbet de Sousa, Centro de Atenção ao Diabético, Centro de Referência Saúde do Trabalhador, Fonoaudiologia, Programa de Lesões Lábio-Palatais e Ambulatório Amélio Marques – UFU

Unidade de Atendimento Integrado

Unidade de Atendimento Integrado - UAI


As Unidades de Atendimento Integrado são unidades mistas, com Atendimento Ambulatorial na Atenção Básica e Pronto Atendimento funcionando 24 horas por dia todos os dias da semana.

O atendimento ambulatorial acontece das 7h às 22h, com a instalação do Horário do Trabalhador.

O atendimento de emergência de Odontologia, também funciona das 7h às 22h de segunda a sexta.

Outra característica importante das UAIs é que elas oferecem consultas especializadas, como: Angiologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Infantil, Cirurgia Plástica, Dermatologia, Endocrinologia, Gastroenterologia, Infectologia, Mastologia, Nefrologia, Neurologia, Oncologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Pneumologia, Proctologia, Psiquiatria, Urologia.

Uberlândia conta com 7 UAIs, são elas: Pampulha, Tibery, Planalto, Luizote, Roosevelt, Martins e

Morumbi, sendo que a UAI Morumbi só faz o Pronto Atendimento.

Pronto atendimento

Como Funciona o Pronto Socorro e o Pronto Atendimento - Emergência e Urgência

A assistência em situações de emergência e urgência se caracterizam pela necessidade de um paciente ser atendido em um curtíssimo espaço de tempo.

A emergência é caracterizada como sendo a situação onde não pode haver uma demora no atendimento, implicando em risco de vida. O Atendimento deve ser imediato e realizado no Pronto Socorro da UFU.

Nas urgências que podem ou não apresentar risco potencial à vida, o paciente necessita de assistência médica imediata. O atendimento deve ser prestado em um período de tempo que, em geral, é considerado como não superior a duas horas, sendo este serviço prestado no Pronto Atendimento de TODAS as UAIs.

As situações não-urgentes podem ser encaminhadas para o atendimento ambulatorial das Unidades Básicas de Saúde ou Unidades Básicas de Saúde da Família.

Unidade Básica de Saúde

O que é e como Funciona a Unidade Básica de Saúde


Unidade Básica de Saúde é a estrutura física básica de atendimento aos usuários do SUS, onde a comunidade deve conseguir resolver a maioria dos problemas, com qualidade. Todos os níveis de atenção são igualmente importantes, porém a atenção primária deve ser prioritária, porque possibilita uma melhor organização e funcionamento também dos serviços de média e alta complexidade.

Estando bem estruturada, ela reduzirá as filas nos prontos-socorros e hospitais, o consumo abusivo de medicamentos e o uso indiscriminado de equipamentos de alta tecnologia. Isso porque os problemas de saúde mais comuns passam a ser resolvidos nas unidades básicas de saúde, deixando os ambulatórios de especialidades e hospitais cumprirem seus verdadeiros papéis, o que resulta em maior satisfação dos usuários e utilização mais racional dos recursos existentes.

Cada Unidade é responsável pela saúde de todos os habitantes de uma determinada região da cidade, chamada de área de abrangência. Todo planejamento das ações de saúde da unidade é voltada para esta comunidade, entendendo as situações sócio-econômicas e priorizando grupos de risco.

Em todas as unidades você encontra um coordenador para tirar suas duvidas e te ajudar caso você tenha alguma dificuldade.

O Programa Saúde da Família e as Unidades Básicas de Saúde é o primeiro local que você deve procurar atendimento, é mais rápido, mais próximo de sua casa e o que tem condições de resolver a maioria das suas necessidades.

Quando necessitar de atendimento especializado, você será encaminhado as Unidades de Atendimento Integrado ou aos hospitais conveniados do SUS.

O atendimento é realizado com agendamento e na possibilidade de cada serviço. Em casos agudos como febre, dor, falta de ar, o atendimento é no dia.

Procure sempre que precisar, a Unidade de Saúde mais próxima de sua casa. Apenas quando a situação for grave você deverá procurar o Pronto Atendimento da UAI.

São 08 (oito) Unidades de Saúde onde são disponibilizados atendimento médico nas clínicas básicas (Clínica Geral, Pediatria e Ginecologia-Obstetrícia) As Unidades Básicas de saúde estão localizadas nos seguintes bairros: Brasil, Custódio Pereira, Dona Zulmira, Guarani, Nossa Senhora das Graças, Patrimônio, Santa Rosa e Tocantins

Setores de Atendimento à Saúde

Setores de Atendimento à Saúde




Uberlândia está dividida em 05 (cinco) Setores: Central, Leste, Norte, Oeste e Sul. Neles você encontra 82 unidades de atendimento a saúde, sendo 68 na zona urbana e 6 na Zona rural. Isso significa serviços mais próximos de você.

Segue abaixo os sServiços de Saúde oferecidos em cada Setor da Cidade

Área de Abrangência

O que é como Funciona a Área de Abrangência

Cada Unidade de Atendimento é responsável pela saúde de todos os habitantes de uma determinada região da cidade, chamada de área de abrangência. Todo planejamento das ações de saúde da unidade é voltada para esta comunidade, entendendo as situações sócio-econômicas e priorizando grupos de risco.

Área de abrangência de uma unidade de saúde é definida segundo a distribuição geográfica dos serviços e dos pacientes; mantendo a relação entre a forma como os serviços organizam-se para atender melhor a comunidade.

A delimitação da área de abrangência é fator importante para identificar quantitativamente a população residente nas localidades que circundam uma determinada Unidade de Saúde, procurando estabelecer limites territoriais, obedecendo-se parâmetros de cobertura assistencial, de atenção básica e média complexidade. O objetivo é possibilitar e facilitar o acesso dos pacientes à estas Unidades, buscando-se a resolutividade no atendimento.

A descrição dos bairros e as populações, compondo a área de abrangência a ser atendida de cada unidade de saúde é uma importante ferramenta para a organização e funcionamento dos serviços oferecidos.

Partindo de uma área utilizada pela Diretoria de Controle, Regulação e Avaliação do SUS - DCRAS , a Diretoria de Planejamento e Informação em Saúde – DPIS em duas etapas de discussão com os coordenadores de Unidade de Saúde, sendo uma na própria Unidade e posteriormente em conjunto, delimitou e redistribuiu a população para o atendimento ambulatorial e de referencia para as especialidades.

Para a delimitação foi usado o conceito de bairros integrados da Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente – SEPLAMA, e para calcular a população usou-se como base IBGE/Censo 2000, atualizado anualmente pela SEPLAMA ate 2005, que utiliza a estimativa de crescimento populacional do IBGE (3,15%).

Ouvidoria

O que é e como Funciona a Ouvidoria

A característica principal da Ouvidoria é a de ser um instrumento de comunicação do povo com a administração pública. O serviço de Ouvidoria tanto protege o cidadão quanto põe a salvo a administração de críticas injustas e acusações infundadas, pois a boa administração sempre interessa a todos.

O usuário poderá elogiar e/ou reclamar da atuação dos profissionais de saúde e funcionamento dos serviços por meio de ligação telefônica ou diretamente no setor.

Toda solicitação recebida pelo serviço de Ouvidoria será encaminhada para as coordenações e diretorias da SMS. No prazo de 15 dias úteis, será comunicado ao cidadão por meio de telefone a resposta obtida.

Fone: 0800 940 1480 (ligação telefônica gratuita)

Horário de atendimento: de 2ª à 6ª feira, das 8 às 18 horas por telefone;

das 12 as 17 horas pessoalmente no setor.

Endereço: Av. Anselmo Alves dos Santos, 600 Bloco A, 3º andar (Secretaria Municipal de Saúde)

Setor Oeste


CAPS Oeste
Centro de Reabilitação Física
Centro de Saúde Escola Jaraguá
UAI Luizote
UAI Planalto
UBS D. Zulmira
UBS Guarani
UBS Tocantins
UBSF Canaã I
UBSF Canaã II
UBSF Canaã III
UBSF Jd. das Palmeiras I
UBSF Jd. das Palmeiras II
UBSF Jd. das Palmeiras III
UBSF Mansour I e II
UBSF Morada Nova
UBSF São Lucas
UBSF Taiaman I
UBSF Taiaman II



Unidade de Atenção: UBSF Canaã I
Endereço: R. Gaza, 238

Fone: 3227-8711
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Canaã

Unidade de Atenção: UBSF Canaã II
Endereço: Rua Creta, 413
Fone: 3227-8743
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Canaã

Unidade de Atenção: UBSF Canaã III
Endereço: R. Sinai, 1184
Fone: 3227-8723
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Canaã


Unidade de Atenção: UBSF Jardim das Palmeiras I
Endereço: R. do Cisne, 311

Fone: 3254-4442
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Jardim das Palmeiras



Unidade de Atenção: UBSF Jardim das Palmeiras II
Endereço: R. Do Garçon, 289 - Santo Inácio
Fone: 3222-5250
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Jardim das Palmeiras


Unidade de Atenção: UBSF Jardim das Palmeiras III
Endereço: R. do Tico- Tico, 112
Fone: 3217-6835
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Jardim das Palmeiras, Santo Inácio e São Lucas


Unidade de Atenção: UBSF Mansour I e II
Endereço: Rua Rio Claro nº 140
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Mansour e Jardim Europa

Unidade de Atenção: UBSF Morada Nova
Endereço: Av. Aldo Borges Leão nº 15
Fone: 3224-9577
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Morada Nova, Chacaras Panorama, Fazendas da Região

Unidade de Atenção: UBSF São Lucas
Endereço: R. do Ceramista, 94
Fone: 3214-4761
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: São Lucas


Unidade de Atenção: UBSF Taiman I
Endereço: Rua das Flautas nº 62
Fone: 3210-6566
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Taiman

Unidade de Atenção: UBSF Taiman II
Endereço: Rua do Alumínio nº 164
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Taiman


Unidade de Atenção: UBS Guarani
Endereço: Rua da Polca, 601
Fone: 3226-8193
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Guarani

Unidade de Atenção: UBS Tocantins
Endereço: Rua Joaquim Carrijo Neto, 758
Fone: 3217-2210
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Tocantins, Morada do Sol

Unidade de Atenção: UBS Dona Zulmira
Endereço: Rua da Mica, 223
Fone: 3238-1455
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Dona Zulmira, Jardim Patrícia, Daniel Fonseca

Unidade de Atenção: CSE Jaraguá
Endereço: Av. Aspirante Mega, 77
Fone: 3238-1530
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Jaraguá

Unidade de Atenção: Centro de Reabilitação Municipal
Endereço: Rua Juvenal Martins Pires, 281 - Jd. Patrícia
Fone: 3237-4445
Atendimento: fisioterapia, psicologia, e serviço social
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS


Unidade de Atenção: UAI Planalto - Tubal Vilela da Silva
Endereço: Rua do Engenheiro, 246
Fone: 3227-8010 / 3232-5575
Funcionamento: Ambulatório das 7 as 22 hs de segunda a sexta
Pronto Atendimento: 24 hs
Especialidades: Pequenas Cirurgias, Otorrino, Urologia, Dermato, Psquiatria, Endócrino, Neurologia
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Planalto, Tubalina, Cidade Jardim, Nova Uberlândia, ¼ da Chácaras Tubalina e Quartel
Referência para Atendimento de Especialidades e Pronto Atendimento: UAI Planalto,UBSF Jardim das Palmeiras I, II e III, UBSF Canaã I, II e III, UBSF São Lucas, UBS Patrimônio (Patrimônio, Morada da Colina), UBSF Morada Nova, UBSF Miraporanga



Unidade de Atenção: UAI Luizote de Freitas - Dr. Domingos Pimentel de Ulhoa
Endereço: Rua Matheus Vaz, 465
Fone: 3223-8005
Funcionamento: Ambulatório das 7 as 22 hs de segunda a sexta
Pronto Atendimento: 24 hs
Especialidades: Neurologia, Urologia, Endócrino, Dermato
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Luizote, ¾ Chácaras Tubalina e Quartel
Referência para Atendimento de Especialidades e Pronto Atendimento: UAI Luizote, UBS Tocantins, UBS Guarani, UBSF Mansour I e II, UBSF Taiaman I e II, UBS Dona Zulmira (exceto Bairro Daniel Fonseca)



Unidade de Atenção: CAPS Oeste
Endereço: Rua Opala, 341 - D. Zulmira
Fone: 3255-7337
Atendimento: Psiquiatria, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o setor oeste, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Setor Sul


Animais Peçonhentos
Ambulatório de Oftalmologia
CEAI II
Imunização
Manutenção
UAI Pampulha
UBS Patrimônio
UBSF Aurora
UBSF Lagoinha I e II
UBSF Granada I
UBSF Granada II
UBSF Laranjeiras
UBSF Santa Luzia
UBSF São Gabriel
UBSF São Jorge I
UBSF São Jorge II
UBSF São Jorge III
UBSF São Jorge IV
UBSF Seringueiras I
UBSF Seringueiras II
UBSF Shopping Park




Unidade de Atenção: UBSF AuroraEndereço: R. Congresso, 743
Fone: 3217-6437
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Aurora


Unidade de Atenção: UBSF Granada IEndereço: R. Geraldino M. Rodrigues, 63
Fone: 3210-7540
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Granada


Unidade de Atenção: UBSF Granada II

Endereço: Alameda Pio Batista Moraes, 134
Fone: 3255-8288
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Granada e Buritis


Unidade de Atenção: UBSF Laranjeiras
Endereço: R. Seme Simão, 1725
Fone: 3223-2202
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Laranjeiras


Unidade de Atenção: UBSF Lagoinha I e II
Endereço: R. Pio XII nº 353
Fone: 3226-5367
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Lagoinha e Saraiva


Unidade de Atenção: UBSF Santa Luzia
Endereço: Av. Najila Alípio Abrão, 547
Fone: 3253-0216
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Santa Luzia


Unidade de Atenção: UBSF São Gabriel
Endereço: R. Serra do Cachimbo nº 851
Fone: 3255-5455
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: São Gabriel



Unidade de Atenção: UBSF São Jorge I
Endereço: R. Dólar nº 642
Fone: 3231-1094
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: São Jorge



Unidade de Atenção: UBSF São Jorge II
Endereço: R. Ângelo Cunha nº 269
Fone: 3231-6144
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: São Jorge



Unidade de Atenção: UBSF São Jorge III
Endereço: R. Alípio José de Souza nº 51
Fone: 3227-2578
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: São Jorge



Unidade de Atenção: UBSF São Jorge IV
Endereço: R. Dos Titos nº 854
Fone:
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: São Jorge



Unidade de Atenção: UBSF Seringueiras I
Endereço: R. Fausto Henrique Matias, 176
Fone: 3227-4875
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Seringueiras



Unidade de Atenção: UBSF Seringueiras II
Endereço: R. Chapada dos Perecis, 56
Fone: 3231-9554
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Seringueiras



Unidade de Atenção: UBSF Shopping Park
Endereço: R. Agenor Lemes Garcia, 83
Fone: 3235-1686
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Shopping Park



Unidade de Atenção: UBS Patrimônio
Endereço: Rua Tenente Rafael Freitas, 530
Fone: 3214-9755
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Patrimônio, Morada da Colina, Vigilato Pereira, Karaíba, Tabajaras, Fundinho



Unidade de Atenção: UAI Pampulha - Irmã Dulce
Endereço: Av. João Naves de Ávila, 4920
Fone: 3211-8206
Funcionamento: Ambulatório das 7 as 22 hs de segunda a sexta
Pronto Atendimento: 24 hs
Especialidades: Urologia, Psiquiatria, Otorrino, Gastro, Endócrino, Dermato
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: 1/2 do Santa Mônica (lado sul da Av. Segismundo Pereira), 2/3 do Segismundo Pereira (lado sul da Av. Segismundo Pereira), Saraiva, Pampulha
Referência para Atendimento de Especialidades e Pronto Atendimento: UAI Pampulha, UBS Patrimônio (Vigilato Pereira, Jardim Karaíba), UBSF Lagoinha I e II, UBSF Santa Luzia, UBSF Shopping Park, UBSF Aurora, UBSF Granada I e II, UBSF Laranjeiras, UBSF São Gabriel, UBSF São Jorge I, II, III e IV, UBSF Seringueiras I e II, UBSF Tatuirama



Unidade de Atenção: Ambulatório de Oftalmologia
Endereço: Av. Rondon Pacheco, 2222
Fone: 3237-2169 / 3237-2215
Atendimento: oftalmologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS


Unidade de Atenção: Laboratório de Animais Peçonhentos (CCZ)
Endereço: Av. das Américas, 333 - Patrimônio
Fone: 3255-3028
Atendimento: orientação e ações de prevenção e controle de animais peçonhentos (cobras, escorpiões, aranhas, lacraia e outros) e quirópteros (morcegos)
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município



Unidade de Atenção: CEAI II
Endereço: Rua Senegal, 30 - Laranjeiras
Fone: 3214-2246
Atendimento: clínica médica, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Publico: Pessoas acima de 60 anos inscritas no CEAI



Unidade de Atenção: CAPS Sul
Endereço: Rua Patrulheiro O. Tavares, 1516 - Sta. Mônica
Fone: 3227-2070
Atendimento: Psiquiatria, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o setor sul, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Setor Norte


CAPS Norte
Centro de Controle de Zoonoses
DST/AIDS
UAI Roosevelt
UBSF Maravilha
UBSF São José
UBS N. Stª das Graças
UBS Santa Rosa



Unidade de Atenção: UBSF São José
Endereço: Delfina Almeida nº 197 B. JD Brasília
Fone: 3234-5185
Atendimento: médico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Bairros São José e o Residencial JD. Brasília

Unidade de Atenção: UBSF Maravilha
Endereço: Rua Tiago nº 287
Fone: 3210-2609
Atendimento: médico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Maravilha

Unidade de Atenção: UBS N. S. Graças
Endereço: Rua Siqueira Campos, 101
Fone: 3213-1855
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas

Funcionamento:
A UBS N.Sra.das Graças atende os bairros: N.Sra.das Graças, o “antigo” Conj. Cruzeiro do Sul e Residencial Gramado;
Horário de funcionamento : Das 07:00 às 19:00hs;
Marcação de consultas: De Segunda à Sexta-feira das 07:00 às 18:00hs


Unidade de Atenção: UBS Santa Rosa
Endereço: Rua Santa Catarina, 2825
Fone: 3215-5134
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Sta Rosa, ½ Marta Helena, Residencial Gramado

Unidade de Atenção: Ambulatório DST/AIDS - Hebert de Souza
Endereço: Rua Avelino Jorge Nascimento, 15 - Roosevelt
Fone: 3215-2444
Atendimento: medico infectologista, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município

Unidade de Atenção: Centro de Controle de Zoonoses
Endereço: Av. Alexandrino Alves Vieira, 1423 - Liberdade
Fone: 3213-1470 / 3213-1418
Atendimento: orientação e ações de prevenção e controle do mosquito da dengue, controle de raiva animal e agravos e roedores
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município

Unidade de Atenção: UAI Roosevelt - Dr. Josias de Freitras
Endereço: Av. Cesario Crosara, 4000
Fone: 3254-8777
Funcionamento: Ambulatório das 7 as 22 hs de segunda a sexta
Pronto Atendimento: 24 hs
Especialidades: Mastologia, Ortopedia, Dermato, Cardiologia, Otorrino, Hematologia, Neurologia Infantil, Neurologia Adulto, Urologia, Endocrino
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Roosevelt, Pacaembu, 2/3 Jardim Brasília
Referência para Atendimento de Especialidades e Pronto Atendimento: UAI Roosevelt, UBS Santa Rosa, UBS Nossa Senhora das Graças, UBS Brasil (1/2 Brasil,1/4 N.S. Aparecida,5/6 Bom Jesus), UBSF Maravilha, UBSF Jardim Brasília, UBSF Cruzeiro dos Peixotos, UBSF Martinesia e UBSF Sobradinho

Unidade de Atenção: CAPS Norte - Renascer
Endereço: Rua Olívia Freitas Guimarães, 367 - Roosevelt
Fone: 3229-2118
Atendimento: Psiquiatria, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o setor norte, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Setor Leste

Clique na imagem para ampliar




CAPS AD
CAPS Leste
CAPS Sul
UAI Morumbi
UAI Tibery
UBS Custódio Pereira
UBSF Aclimação
UBSF Alvorada
UBSF D. Almir
UBSF Ipanema I e II
UBSF Joana D’arc
UBSF Morumbi I
UBSF Morumbi II
UBSF Morumbi III
UBSF Morumbi IV
Central de Transporte Sanitário
Centro de Referência a Saúde do Trabalhador
Laboratório de Controle de Qualidade em Saúde
Ouvidoria de Saúde
Vigilância Sanitária


Unidade de Atenção: UBSF Aclimação
Endereço: Av. João de Souza Brito, 184
Fone: 3222-8142
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Aclimação

Unidade de Atenção: UBSF Alvorada
Endereço: R. Edézio Fernandes de Morais, 121
Fone: 3216-3290
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Alvorada

Unidade de Atenção: UBSF Dom Almir
Endereço: R. Da Consolação, 104
Fone: 3212-1277
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Dom Almir

Unidade de Atenção: UBSF Ipanema I e II
Endereço: Rua Gilberto Roland Cunha, 138
Fone: 3211-6276
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Ipanema

Unidade de Atenção: UBSF Joana Darc
Endereço: R. Ana Maria de Jesus, 300
Fone: 3222-4433
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Joana Darc

Unidade de Atenção: UBSF Morumbi I
Endereço: Rua das Emas nº 57
Fone: 3229-2231
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Morumbi

Unidade de Atenção: UBSF Morumbi II
Endereço: Rua Vertentes, 248
Fone: 3217-1130
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Morumbi

Unidade de Atenção: UBSF Morumbi III
Endereço: R. Pimenta nº 29
Fone: 3226-3281
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Morumbi

Unidade de Atenção: UBSF Morumbi VI
Endereço: R. Antônio Jorge Isaac nº 578
Fone: 3216-6063
Atendimento: medico generalista, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 11 hs e das 13 as 17hs de segunda a sexta
Bairro da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Morumbi

Unidade de Atenção: UBS Custódio Pereira
Endereço: Av. Tito Teixeira, 1236
Fone: 3232-4757
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Custódio Pereira, 1/2 do Alto Umuarama

Unidade de Atenção: Centro de Referência em Saúde do Trabalhador
Endereço: Rua Antônio Fortunato da Silva, 928 - Sta. Mônica
Fone: 3236-5266
Atendimento: médico do trabalho, serviço social, fisioterapia, psicólogo, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, técnico de segurança do trabalho
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Publico: trabalhadores do serviço publico e privado
Referência para todo o município

Unidade de Atenção: Vigilância Sanitária
Endereço: Av. Benjamim Magalhães, 895 - Tibery
Fone: 3231-5733 / 3238-7368 / 3231-3158
Atendimento: Fiscalização referentes à condições de produtos e serviços que possam afetar a saúde de quem os consome, além de situações ambientais ou de ambiência que colocam em risco a população
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
As reclamações na área de Vigilância Sanitária devem ser encaminhadas ao SIM, por determinação do gabinete do prefeito, através do telefone 32392800
Referência para todo o município

Unidade de Atenção: CAPS Leste
Endereço: Av. Prof. José Ignácio Souza, 3505 - Umuarama
Fone: 3232-4466
Atendimento: Psiquiatria, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o setor leste, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Unidade de Atenção: UAI Tibery - Alice dib Jatene
Endereço: Av. Benjamim Magalhães, 1115
Fone: 3227-8060
Funcionamento: Ambulatório das 7 as 22 hs de segunda a sexta
Pronto Atendimento: 24 hs
Especialidades: Gastro, Urologia, Endócrino, Arritmia e Marca Passo, Cardiologia, Cirurgia Geral, Angiologia, Dermato, Proctologia, Nefrologia
Exames: Eletrocardiograma, Esteira, Holter, Mapa de Pressão Arterial
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Tibery, 1/2 do Santa Mônica (lado norte da Av. Segismundo Pereira), 1/3 do Segismundo Pereira (lado norte da Av. Segismundo Pereira)
Referência para Atendimento de Especialidades e Pronto Atendimento: UAI Tibery, UBS Brasil, UBS Custódio Pereira, UBSF Morumbi I, II, III e IV, UBSF D. Almir, UBSF Joana D’arc, UBSF Aclimação, UBSF Alvorada, UBSF Ipanema I e II, UBSF Tenda do Moreno

Unidade de Atenção: UAI Morumbi
Endereço: Av. Felipe Calixto Milken, 47
Fone: 3226-3325 / 3211-4096 / 3211-6974
Atendimento: Odontologia e Pronto Atendimento
Funcionamento: 24 hs
Referência para Atendimento de Pronto Atendimento: UBSF Morumbi I, II, III e IV, UBSF Dom Almir, UBSF Joana Darc, UBSF Aclimação, UBSF Alvorada, UBSF Ipanema I e II, UBSF Tenda do Moreno

Unidade de Atenção: CAPS – AD – Dependência Química
Endereço: Av. Frederico Tibery, 1042 - Tibery
Fone: 3226-2276 / 3227-8583
Atendimento: Psiquiatria, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS



Setor Central


Ambulatório de Fonoaudiologia
Atendimento ao Diabético Tipo I
CAPS Infantil
CEAI I
Centro de Atenção a Saúde Escolar
Centro de Documentação em Saúde
Centro Radiológico
Tratamento Fora Domicilio
UBS Brasil
UAI Martins


Unidade de Atenção: UBS Brasil
Endereço: Rua Porto Alegre, 140
Fone: 3232-3722
Atendimento: clínica médica, pediatria, obstetrícia, ginecologia, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem, inclusive as emergências referentes a essas áreas
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Brasil, N.S. Aparecida , Bom Jesus, Cazeca

Unidade de Atenção: UAI Martins - Dr. João Fernandes de Oliveira
Endereço: Av. Belo Horizonte esq. Com Bueno Brandão
Fone: 3214-2972 / 3215-8331 / 3236-7426
Atendimento: Centro de Referência de Atendimento a Mulher, média complexidade e atenção básica
Especialidades: urologia; cardiologia; pequenas cirurgias; ortopedia; gastro; dermato; psiquiatria
Funcionamento: Ambulatório das 7 as 22 hs de segunda a sexta
Pronto Atendimento da Saúde da Mulher e Clinico Geral: 24 hs
Bairros da Área de Abrangência para Atendimento Ambulatorial: Martins, Osvaldo Rezende, Lídice, Centro
Referência para Atendimento de Especialidades: UAI Martins, UBS Brasil (1/6 Bom Jesus, 1/4 N.S. Aparecida, Cazeca), UBS Patrimônio (Fundinho, Tabajaras), UBS Dona Zulmira (só o Bairro Daniel Fonseca)

Unidade de Atenção: Lesões Lábio Palatais
Endereço: Pça. Guaraciaba Santos, 168 - Tabajaras
Fone: 3219-8046
Atendimento: fonoaudiologia, psicologia, e serviço social
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Publico: Portadores de Lesões Lábio-Palatais
Referência para todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Unidade de Atenção: Fonoaudiologia
Endereço: Pça. Guaraciaba Santos, 168 - Tabajaras
Fone: 3219-8046
Atendimento: fonoaudiologia, psicologia e serviço social
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Publico: Pacientes com transtornos em motricidade oral, linguagem e voz
Referência para todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Unidade de Atenção: Centro de Atenção ao Diabético
Endereço: Av. Belo Horizonte, 80
Fone: 3219-0811
Atendimento: endocrinologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Publico: Pacientes diabéticos Tipo 1 de todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Unidade de Atenção: Centro Radiológico
Endereço: Av. Belo Horizonte esq. Bueno Brandão (UAI Martins)
Fone: 3214-5519
Atendimento: Radiografia, mamografia e ultra sonografia
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Unidade de Atenção: CEAI I
Endereço: Av. Rondon Pacheco, 5865 - Brasil
Fone: 3212-0513 / 3232-0122
Atendimento: clínica médica, odontologia, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Publico: Pessoas acima de 60 anos inscritas no CEAI

Tratamento Fora Domicilio
Endereço: Rua Jamil Tannús, 322
Fone: 3215-6319 / 3224-1337
Atendimento: Encaminhamento de pacientes que receberão tratamento fora de Uberlândia
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Unidade de Atenção: CAPS Infância e Adolescência
Endereço: Av. João Pinheiro, 1.427
Fone: 3210-0046
Atendimento: Psiquiatria, psicologia, serviço social e ações de enfermagem
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Referência para todo o município, sendo encaminhado pelo PSF e UBS

Gerência de Informação e Divulgação em Saúde - GIDS
Endereço: Rua Johen Carneiro, 1461 - Lídice
Fone: 3210-0071 / 3231-4080
Funcionamento: 7 as 18 hs de segunda a sexta
Serviços oferecidos: Biblioteca, videoteca, dados de produção ambulatoriais, hospitalares, atenção básica, números de nascidos vivos e dados de mortalidade
Publico: comunidade e funcionários

Procedimentos ambulatoriais

Número procedimentos ambulatoriais realizados por categoria profissional nas Unidades de Saúde da SMS no ano de 2006

(Clique na tabela para ampliar)



Número procedimentos ambulatoriais realizados nas Unidades de Saúde da SMS no ano de 2006





FONTE: Sistema de Saúde/Sistema de Informações Ambulatoriais – SIA, Org. CANDELORO, Marcelo

Pacientes Atendidos

Número de pacientes atendidos nos Ambulatórios das Unidades de Saúde da SMS no ano de 2006
(Clique nass tabela para ampliar-las)





FONTE:Sistema de Saúde/Sistema de Informações Ambulatoriais – SIA, Org. CANDELORO, Marcelo



Número de pacientes atendidos nos Pronto Atendimento das Unidades de Saúde da SMS no ano de 2006


Nascidos vivos

Nascidos vivos por mês em residentes de Uberlândia no ano de 2006


(Clique na tabela para ampliar)




Fonte: SINASC - GIDS

Consultas de Pré-Natal

Número de consultas de Pré-Natal nas gestantes residentes de Uberlândia no ano de 2006

(Clique na tabela para amplia-la)




Fonte: SINASC - GIDS

Nascidos Vivos

Nascidos vivos por tipo de parto e peso – em residentes de Uberlândia no ano de 2006

(Clique na tabela para ampliar-la)




Fonte: SINASC - GIDS

Internações - faixa etária

Número de Internações no município de Uberlândia por faixa etária no ano de 2006



Fonte: Ministério da Saúde - Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), em 09/04/07

Morbidade

Número de Internações no município de Uberlândia segundo Capítulo CID-10 no ano de 2006

Clique na tabela para ampliar-la



Fonte: Ministério da Saúde - Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), em 09/04/07

População por faixa etária

População por Faixa etária
(Clique nas tabela para amplia-la)


População Residente no Município de Uberlândia por Sexo e Faixa Etária no ano de 2006


Fonte: IBGE - Censos Demográficos e Contagem Populacional; para os anos intercensitários, estimativas preliminares dos totais populacionais, estratificadas por idade e sexo pelo MS/SE/Datasus, em 09/04/07

Lesões Lábio Palatais

Atendimento aos Portadores de Lesões Lábio Palatais

O programa começa a atuar junto ao paciente e sua família desde o nascimento. A equipe é informada pelo hospital sobre o nascimento do bebê com fissura lábio/palatina, o serviço social juntamente com a fonoaudióloga se dirigem até a maternidade para esclarecimentos, orientações e apoio a família.

A finalidade do programa é o de viabilizar o acesso e a continuidade do tratamento nas áreas de fonoaudiologia psicologia, serviço social e odontologia e outros. As cirurgias são realizadas com sucesso no hospital de referência nacional “o centrinho” USP de Bauru – SP.

A incidência das fissuras lábio palatinas vem aumentando nos últimos anos e, infelizmente, mesmos com os novos avanços da medicina ainda vemos muitas crianças e adultos portadores de fissura lábio palatina sem tratamento ou tratados de forma inadequada. O programa foi implantado na SMS em 1991. As cirurgias de lábio são realizadas com 3 meses de idade e as e do palato com 1 ano.

Objetivo
Oferecer aos pacientes, crianças e adultos portadores de fissura lábio palatina, atendimentos em várias áreas.


Principais atividades
Acompanhamento em Serviço Social
Suporte psicológico ao paciente e a família
Atendimento fonoaudiológico
Atendimento odontológico, clínico e odontopediátrico
Marcação de consultas com especialistas (otorrinolaringologistas, neurologistas, dermatologistas, etc)
Grupo de atendimento a pais
Oficinas terapêuticas
Grupo de mães e bebês de 0 a 12 meses e de 12 a 24 meses
Carona Amiga (ônibus que transporta o paciente 01 vez por mês para Bauru-SP)
Encaminhamento TFD


Como se dá a acessibilidade ao programa?
Recém nascidos através dos hospitais particulares e da rede pública.
Casos novos através das UBS's, UAI's e outros.


Programa Municipal de Fissura Lábio Palatina
Coordenação: Regina Helena Justino Mahalalela
Av. João Naves de Ávila, 2202 sala 105
Anexo da Saúde
Os telefones de contato são 3229 0683 /3210 0771 ramal 206
07:00h. às 13:00h.13:00h. às 18:00h.

Mortalidade

Número de Óbitos no município de Uberlândia por Faixa Etária segundo Capítulo CID-10 no ano de 2006

Clique AQUI para tabela

segunda-feira, 19 de junho de 2006

Notificações de agravos

A vigilância epidemiológica registrou 12.440 notificações de agravos ocorridos em pessoas residentes no município de Uberlândia em 2006.

Destes 9.254 foram confirmados. É interessante salientar que a notificação dos agravos crônicos, tuberculose, hanseníase, AIDS e gestantes e crianças expostas ao HIV somente ocorre após a confirmação, assim todos os casos notificados são confirmados, o mesmo ocorre com a sífilis congênita.

Os casos suspeitos de malária foram de pessoas que estiveram em áreas endêmicas da doença, sendo considerados como casos importados. A varicela é um agravo apenas de notificação, não requerendo investigação e acompanhamento por parte da vigilância epidemiológica, por isso não há confirmação ou descarte para esta doença.

A tabela a seguir apresenta a consolidação dos casos de residentes em Uberlândia notificados à vigilância epidemiológica.

(Clique na tabela para amplia-la)


DST e AIDS

Ambulatório Municipal de Moléstias Infectocontagiosas "Herbert de Souza" está situado na Rua Avelino Jorge do Nascimento nº 15, Bairro Presidente Roosevelt, próximo ao colégio Guiomar de Freitas Costas (Polivalente) a Igreja São Judas Tadeu, seu horário de funcionamento é de 7:00 às 18:00 horas.

O Ambulatório atende pacientes portadores do virus HIV, doentes de AIDS, Hepatite B, portadores de DST, gestantes soro positivas, gestantes com sífilis e gestantes com toxoplasmose.Em funcionamento também o CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), para pacientes que desejam fazer teste de HIV, VDRL e Hepatites B e C, atendemos o município de Uberlândia.

Obs: Acesso de ônibus linhas nº 104, 106,107 e 108.

Assistência Farmacêutica


Visa oferecer aos cidadãos os medicamentos relativos à farmácia básica, medicamentos necessários para atendimento de emergência nas unidades de saúde, medicamentos de controle das doenças mentais e materiais hospitalares necessários para os atendimentos realizados em unidades de saúde. O número de atendimentos nas farmácias das UAIs foi de 554.810 e nas UBSs 107.094 no ano de 2006

Hipertensão e Diabetes

O objetivo do Programa é garantir a assistência à saúde em todos os níveis, desde o diagnóstico até distribuição gratuita de medicamentos, através de medidas preventivas, educativas e curativas, minimizando as possíveis complicações destas doenças crônico-degenerativas, visando a qualidade de vida do paciente. Mediante o recadastramento dos Hipertensos e Diabéticos do Município de Uberlândia, agora dentro do cadastro de base nacional do Ministério da Saúde, que objetiva vincular o paciente portador de diabetes e hipertensão para ser acompanhado na Unidade de Saúde próxima à sua residência. Além disso, este cadastro visa garantir a assistência farmacêutica dentro do Plano de Reorganização da Atenção aos Diabetes e Hipertensão (SIS-HIPERDIA).

Conta atualmente com as seguintes frentes de trabalho:

uma direcionada para o diabético tipo 1, com atendimento multidisciplinar no Centro Municipal de Atenção ao Diabético Tipo 1;
a segunda direcionada para o atendimento ao diabético tipo 2 que é realizado nas unidades da rede municipal de saúde com reuniões de grupo feito por assistentes sociais, médicos, enfermeiros e eventualmente nutricionistas;
a terceira frente de trabalho é com os hipertensos por meio de atendimento médico, de grupo e aferição da pressão arterial.
Cerca de 6.000 pacientes recebem o medicamento em casa por meio do Programa Remédio em Casa.

Localização: (clique para ampliar quadro)

Saúde Bucal



São realizadas ações preventivo-educativo e clínico-restaurador em escolares da 6 a 14 anos das Escolas Públicas (estaduais e municipais), ações clínico-restauradoras e de promoção em saúde nas Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Atendimento Integrado, atendendo crianças de 0 a 5 anos, e a população acima de 14 anos. Desenvolve em parceria com a Universidade Federal de Uberlândia os Programa de Atendimento a Pacientes com Necessidades Especiais e de Cuidados Específicos as Doenças Estomatológicas com atendimento na UAI Martins, à pacientes submetidos a anestesia geral.





No ano de 2006 foram realizados 121.218 atendimentos clínicos odontológicos (restaurações, exames, etc) nas escolas e 329.965 atividades de escovação dentária, aplicação de flúor e educação em saúde. Nas UAIs foram realizados 88.649 procedimentos odontológicos e UBSs 74.431. No Pronto Atendimento Odontológico nas UAIs funcionando das 7 as 22:00hs realizaram-se 31.445 atendimentos.

Atividade de promoção em saúde bucal dirigida à clientela das Unidades localizadas:



Unidades Básicas de Saúde (UBS)

Jaraguá (3238-1530);
Custódio Pereira (3232-4757);
Brasil (3232-3722)
Guarani (3236-8193)
Patrimônio (3214-9755)
Tocantins ( 3217-2210)
Nossa Senhora das Graças (3213-1855)
Dona Zulmira (3238-1455)
Santa Rosa (3215-5134)


Unidades de Atendimento Integrado (UAI)

Bairro Luizote ( 3223- 8005)
Bairro Pampulha (3211- 8206)
Bairro Planalto (3227- 8010/3232- 5575)
Bairro Roosevelt (3254- 8777)
Bairro Tibery (3227- 8060)
Bairro Martins (3214 -2972/3215 - 8331/3236 -7426)
Bairro Morumbi (3226 - 3325/ 3211 - 4096)

Controle da Dengue

Programa de Controle de Dengue de Uberlândia trabalha intensamente no controle do mosquito Aedes aegypti, para isso ele conta com 399 agentes de Zoonoses, onde cada um é responsável por uma determinada área que corresponde aproximadamente 1.000 imóveis. Estes agentes realizam a busca ativa, casa a casa, de possíveis focos de reprodução do mosquito transmissor (Aedes aegypti). Em residências onde os focos são encontrados, estes são eliminados ou tratados com produtos químicos. Quando existem casos da doença, é realizado o bloqueio, num raio de 300m, para eliminação dos mosquitos transmissores.

O maior contato entre Agente e moradores possibilita um melhor controle dos focos do mosquito, pois percebe-se claramente uma maior participação e parceria em relação a essa luta.

O número de casos de dengue em março de 2006, era 5.221, já no mesmo período de 2007 o número de casos da doença apresentou um declínio, totalizando apenas 256 casos notificados.

Endemias e Entomologia

Laboratório de Endemias e Entomologia



O Laboratório de Endemias e Entomologia desenvolve ações tanto relacionadas ao diagnostico de algumas endemias como é o caso de Malaria e Leishmaniose, como também faz pesquisas entomológicas que vão desde a captura de vetores de importância sanitária em nossa região ate a preparação, exames parasitológicos e identificação destes vetores.

Laboratório de Animais Peçonhentos

e Quirópteros





Nosso Laboratório de Animais Peçonhentos está agora no Google Maps
Clique em no mapa abaixo para detalhes


Exibir mapa ampliado


Equipe do Laboratório de Animais Peçonhentos e Quirópteros
Clique para ampliar a foto



Da esquerda para a direita atrás - 3ª fila:
Nelson, Fernando, Sérgio e Sandro

Da esquerda para a direita atrás - 2ª fila
Sara, William (Billy), Edilson (Geninho), Clauderci (Mazza) e Bruno

Da esquerda para a direita à frente:
Nilson, Raquel, Adilson e Divino




Foto: Merlin Devere Tuttle - Bat Conservation International

Foto: Marina Farcic Mineo

Foto: William H. Stutz



Foto: William H. Stutz


Foto: William H. Stutz

Foto: William H. Stutz

Foto: William H. Stutz

Controle de Animais Peçonhentos e Quirópteros


Este programa, orienta a população como evitar a presença e eventuais acidentes com escorpiões, aranhas, serpentes e outros animais peçonhentos, realiza também a captura de animais peçonhentos (busca ativa) em terrenos, quintais e em outros locais passíveis de albergarem estes animais, notadamente os de importância médica.

O Laboratório de Manejo de Animais Peçonhentos e Quirópteros orienta a população quanto a limpeza e a eliminação de insetos que servem de alimentos a escorpiões, pois esta medida associada a mudanças ambientais tais como vedamento de ralos e caixas de passagem, eliminação de frestas em paredes e de locais que possam servir de abrigo aos animais alvo. Retirada de entulho e manutenção de terrenos e quintais. Realiza ainda a realização por parte de nossa equipe de busca ativa são as principais medicas de controle de escorpiões, posto que até o momento não existe nenhum veneno comprovadamente eficaz contra este animal. A equipe também promove abertura de quarteirões e busca ativa de escorpiões tanto dentro quanto fora das casas.



Muito mais sobre a escorpiões:

  • História e propostas do Laboratório de animais peçonhentos
  • Escorpionismo
  • História Natural dos Escorpiões
  • Relatório quantitativo 2008 AQUI (em .pdf - 3.5 Mb)

    O programa desenvolve também trabalhos de captura e tratamento do morcego hematófago na Zona Rural e Urbana (mediante solicitação).




  • Relatório quantitativo de atividades 2010

    Para conhecimento de todos apresentamos o relatório quantitativo de atividades do Laboratório de Animais Peçonhentos e Quirópteros 2010.

    Ressaltamos que as atividades de pesquisa aplicada em campo, recebimento de escorpiões de outros municípios, envios para a FUNED, identificação e ações de monitoramento de nossos animais, mapeamento de distribuição, pesquisas de comportamento de quirópteros e escorpiões com vistas ao seu manejo e controle, não constam no quadro abaixo que está restrito às ações passíveis de serem mesuradas numericamente

    Clique no quadro abaixo para ampliar



    Veja também no
    Portal de nossa Prefeitura

    Controle de Roedores

    Este programa é desenvolvido no sentido de combater a infestação de residências por roedores. Orientando como evitar a proliferação e combatendo roedores (utilizando raticida). O programa orienta à população com relação a hantavirose (doença transmitida por ratos silvestres), alem de realizar investigações de casos suspeitos da doença.

    Raiva Animal

    Controle da Raiva Animal

    Este programa realiza as seguintes atividades: captura de cães errantes, acompanhamento de cães agressores, campanhas anuais de vacinação anti-rábica animal, tanto na zona rural quanto na zona urbana e manutenção dos canis

    Centro Controle de Zoonoses

    O Centro de Controle de Zoonoses de Uberlândia foi o primeiro a ser criado no interior do País. É tido como referência nacional para controle e para estudos de escorpiões e sua dinâmica populacional. Também desenvolve importante trabalho de manejo de colônias de morcegos na área urbana e rural.

    Sua área de abrangência extrapola o município, pois o CRCZ executa ações em cidades do Triangulo Mineiro e Alto Paranaíba, quando solicitado.

    Áreas de Atuação:

    Controle da Raiva Animal
    Controle de Roedores
    Controle de Animais Peçonhentos e Quirópteros
    Controle da Dengue
    Laboratório de Endemias e Entomologia
    Núcleo de Educação em Saúde

    Saúde Mental


    O foco das medidas nesse âmbito é a consolidação do modelo de base comunitária, visando à inclusão social e ao atendimento de qualidade aos portadores de transtornos mentais, aos transtornos decorrentes do uso de álcool e drogas e aos dependentes destas drogas. Uma das estratégias prioritárias é a qualificação, a ampliação e o fortalecimento os Centros de Apoio Psicossocial - CAPS, que atualmente são 6. Foram ofertados aos pacientes portadores de doenças mentais 7.160.497 comprimidos

    Centro Radiológico

    Centro Radiológico Municipal

    O Centro de Reabilitação Municipal atende pacientes com seqüelas de AVC, lesões medulares, reabilitação física e auditiva. Tem como objetivo reintegrar o paciente na sua vida social. É um atendimento multidiciplinar, com médicos ortopedistas, fisioterapeutas, enfermeiro, psicólogos, assistente social e fonoaudiólogo.

    Nutrição

    Programa de Nutrição


    É responsável pela execução da Política Nacional de Alimentação e Nutrição – PNAN (Portaria nº 710 de 10/06/1999 / Ministério da Saúde) no município. Atualmente, das sete diretrizes programáticas da PNAN, cinco são efetivamente executadas pelo Programa de Nutrição, a saber:

    • Estímulo às ações intersetoriais com vistas ao acesso universal aos alimentos, por meio do acompanhamento, pelo setor saúde, do cumprimento da agenda de compromissos dos beneficiários do Programa Bolsa Família, representados pela vigilância alimentar e nutricional, acompanhamento do crescimento e desenvolvimento, vacinação em dia de crianças menores de sete anos e assistência ao pré-natal e puerpério. Foram acompanhadas 6448 ou 42,02% das 15.345 famílias até 25/11/2009.
    • Monitoramento da situação alimentar e nutricional por meio do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional – SISVAN Web e SISVAN Bolsa Família. Foram acompanhados pelo SISVAN Web e SISVAN Bolsa 21.100 pessoas até 17/11/2009 entre crianças (6.757), adolescentes (5.683), adultos (7.736), idosos (524) e gestantes (400).
    • Promoção de práticas alimentares e estilos de vida saudáveis por meio de grupos educativos de reeducação alimentar e participação em eventos internos e externos. Foram realizados 49 grupos de janeiro a setembro de 2009, com a participação das sete nutricionistas da SMS.
    • Prevenção e controle dos distúrbios nutricionais e de doenças associadas à alimentação e nutrição por meio de atendimento clínico e ambulatorial realizado por nutricionistas nas unidades de saúde (UAI, UBS e PSF). De janeiro a setembro de 2009 foram 7.230 consultas realizadas por sete nutricionistas da SMS;
    • Desenvolvimento e capacitação de recursos humanos por meio de treinamentos, reuniões técnicas mensais de nutricionistas e participação em cursos, congressos, simpósio e outros.

    Clique foto para ampliar

    Hanseníase

    Tem como objetivos o diagnóstico dos casos novos esperados, tratamento dos doentes com a diminuição de forma constante do abandono do tratamento, o incremento crescente das altas por cura e o acompanhamento efetivo de todos os casos. O propósito é alcançar os níveis de prevalência compatíveis com a eliminação da doença como problema de saúde pública (menos de um caso por 10 mil habitantes) e a manutenção desta condição.

    Tuberculose

    As ações em tuberculose visa medidas para interromper a cadeia de transmissão, por meio da detecção precoce dos casos, do tratamento e da cura dos doentes, incrementando também a redução da taxa de abandono, bem como a proteção dos sadios. Para tanto, existem na rede básica de saúde profissionais capacitados em ações de vigilância e controle, diagnóstico laboratorial da doença, bem como bancos de dados relativos à notificação e acompanhamento dos casos.


    Clique na imagem para ampliar

    Serviço Social


    Ações em Serviço Social



    O projeto profissional contemporâneo é comprometido com a democracia o acesso universal aos direitos sociais, civis e políticos; os princípios e direitos firmados na Constituição de 1988; a legislação referente às políticas sociais; a legislação referente aos direitos da população.

    O Serviço Social na Saúde procura o envolvimento do usuário enquanto sujeito de suas ações, dentro do contexto institucional da saúde. O profissional do Serviço Social, preocupa-se em realizar um atendimento social mais humanizado, aos usuários, à sua família e à comunidade em que vive incentivando-os a participarem da busca da saúde, por intermédio do conhecimento de alternativas de mudanças nas situações sociais que interferem no processo saúde/doença .

    Em 1990, instituiu-se oficialmente a Coordenação de Ações em Serviço Social na Secretária Municipal de Saúde .

    A Saúde é a área que mais emprega Assistentes Sociais no Brasil. Essa realidade se repete no Município de Uberlândia, através da Secretaria Municipal de Saúde sob a Coordenação de Ações em Serviço Social, onde são disponibilizados 111 (cento e onze) profissionais, atuando em 29 Equipamentos Sociais.



    Competências do Serviço Social

    § Elaborar, implementar, assessorar e executar políticas nas áreas da saúde assistência, previdência, educação, habitação, crianças, adolescentes, idosos e outros.

    § Prestar orientações sociais a pessoas e grupos e a população em geral.

    § Planejar, executar e avaliar a pessoas e grupos e a população em geral.

    § Realizar visitas domiciliares e estudo sócio-econômico.

    Saúde do Trabalhador – CEREST

    Centro de Referencia em Saúde do Trabalhador – CEREST

    O município de Uberlândia inaugurou em setembro de 2005 o CEREST – Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, responsável pelo serviço de retaguarda de média complexidade, e por se constituir como pólo irradiador da cultura especializada na relação trabalho/processo saúde/doença, assumindo a função de suporte técnico e científico neste campo do conhecimento englobando a região composta por Uberlândia e mais 29 municípios.

    Desde então o CEREST proporcionou importantes ações para a promoção da saúde do trabalhador como a I CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR que contou com a participação de mais de 200 trabalhadores e representantes de sindicatos, para efetivar o controle social nas políticas de saúde dos trabalhadores.

    O CEREST hoje possui uma sede, equipamentos, equipe multiprofissional, um Conselho de Serviço (Representantes da Comunidade), faz parte da estrutura do SUS e vem somar ações para um atendimento de excelência ao trabalhador.

    Ações como palestras educativas, prevenção em saúde, orientações quanto a saúde e direitos do trabalhador, sensibilização quanto a notificação de acidentes de trabalho (CATs), vigilância, treinamentos de trabalhadores do SUS, estabelecimento de nexo causal da doença, sensibilizações e debates sobre o tema, fazem parte de nosso atendimento.

    Saude do idoso


    Tem como objetivo prover o acesso dos idosos aos serviços e às ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde. Uma das estratégias consiste na vacinação destacando-se a imunização contra influenza para todas as pessoas de 60 anos e mais de idade e contra pneumococos para os que estejam hospitalizados ou em abrigos. Foram vacinados 41.923 idosos em 2006 atingindo uma cobertura de 93%, superando a meta preconizada pelo Ministério da Saúde que é de 70%. Outra prioridade são as ações voltadas ao tratamento e à reabilitação de seqüelas decorrentes de doenças crônicas, mediante protocolos específicos e com fortalecimento de modelos alternativos de atenção aos idosos em Instituições de Longa Permanência.