Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





terça-feira, 20 de junho de 2006

Área de Abrangência

O que é como Funciona a Área de Abrangência

Cada Unidade de Atendimento é responsável pela saúde de todos os habitantes de uma determinada região da cidade, chamada de área de abrangência. Todo planejamento das ações de saúde da unidade é voltada para esta comunidade, entendendo as situações sócio-econômicas e priorizando grupos de risco.

Área de abrangência de uma unidade de saúde é definida segundo a distribuição geográfica dos serviços e dos pacientes; mantendo a relação entre a forma como os serviços organizam-se para atender melhor a comunidade.

A delimitação da área de abrangência é fator importante para identificar quantitativamente a população residente nas localidades que circundam uma determinada Unidade de Saúde, procurando estabelecer limites territoriais, obedecendo-se parâmetros de cobertura assistencial, de atenção básica e média complexidade. O objetivo é possibilitar e facilitar o acesso dos pacientes à estas Unidades, buscando-se a resolutividade no atendimento.

A descrição dos bairros e as populações, compondo a área de abrangência a ser atendida de cada unidade de saúde é uma importante ferramenta para a organização e funcionamento dos serviços oferecidos.

Partindo de uma área utilizada pela Diretoria de Controle, Regulação e Avaliação do SUS - DCRAS , a Diretoria de Planejamento e Informação em Saúde – DPIS em duas etapas de discussão com os coordenadores de Unidade de Saúde, sendo uma na própria Unidade e posteriormente em conjunto, delimitou e redistribuiu a população para o atendimento ambulatorial e de referencia para as especialidades.

Para a delimitação foi usado o conceito de bairros integrados da Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente – SEPLAMA, e para calcular a população usou-se como base IBGE/Censo 2000, atualizado anualmente pela SEPLAMA ate 2005, que utiliza a estimativa de crescimento populacional do IBGE (3,15%).