Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Nota da PMU

A Prefeitura de Uberlândia informa, por meio da Vigilância Sanitária, que, por determinação da Resolução – RE nº 3391, de 26 de outubro de 2007, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicada no Diário Oficial da União (DOU), de segunda-feira (29), efetuou a retirada dos lotes do leite longa vida das marcas Calu, Parmalat e Centenário, descritos abaixo, de todas as Escolas Municipais e da Diretoria de Armazenagem e Distribuição do Município, assim como o fez também nos estabelecimentos que comercializam o produto. Tal medida foi adotada para que não haja risco de consumo do leite considerado inadequado pela Anvisa.

Fonte: Secom PMU

SMS e Finados

Secretaria de Saúde prestará orientações e serviços no Dia de Finados
Aproximadamente 140 mil pessoas visitarão os dois cemitérios


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já está com o esquema de trabalho definido para atender às ocorrências nos dois cemitérios da cidade no Dia de Finados. Uma ambulância com um enfermeiro estará de plantão no cemitério São Pedro, no bairro Martins, das 6h às 18h. Neste mesmo período, a SMS disponibilizará uma barraca da saúde na entrada do cemitério Bom Pastor, no bairro Planalto, onde funcionários estarão de plantão para aferir pressão, atender qualquer tipo de urgência e, se necessário, encaminhar o paciente para a UAI Planalto, que fica aproximadamente a 200 metros do local.

O Dia de Finados também será de trabalho para os agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A equipe de controle da dengue realizará ação educativa junto aos freqüentadores dos dois cemitérios, alertando-os para os cuidados necessários na eliminação dos criadouros do mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti. Haverá distribuição de material educativo impresso e conscientização quanto aos cuidados que devem ser tomados com pratos de vasos de plantas e flores.

Aproximadamente 140 mil pessoas visitarão os dois cemitérios no Dia de Finados. “Queremos aproveitar essa grande movimentação para orientarmos os visitantes a evitar com que a homenagem aos entes queridos acabe contribuindo para a proliferação do mosquito transmissor da doença. As pessoas serão orientadas a não deixar nas sepulturas recipientes que acumulem água, ambiente em que o mosquito se desenvolve, aumentando os casos de dengue”, comenta o coordenador do Programa Municipal de Combate à Dengue, José Humberto Arruda. “Esta ação se somará a outras ações específicas, que são realizadas no combate à dengue, entre elas a vedação de caixas-d’água, visitas domiciliares para a identificação de criadouros do mosquito e operações de limpeza de materiais inservíveis, tais como latas, potes, pneus, etc., que podem tornar-se criadouros”, completou.

Fonte: Secom/PMU - Portal PMU

Outras dicas

Para controlar a dengue

Clique na imagem para ampliar



Fonte: Folder da Prefeitura Municipal de Indaial - SC

PSF Taiaman II

Gláucia Gonçalves Barbosa, enfermeira e coordenadora do PSF Taiaman II manda boas notícias para o Blog da Saúde:

"A equipe do PDS Taiaman II realizou neste mes de outubro que se finda Projeto Caixa d'água tampada em parceria com a zoonoses.
A ideia surgiu dos ACS da equipe do PSF. Os ACS realizaram o levantamento das casas que tinham caixas d'água destampadas ou em péssimas condições.
A equipe do CCZ percorreu as casas colocando tampas ardósia. No total foram 90 casas inseridas no projeto. Os moradores elogiaram a iniciativa.
Agora basta cuidar das casas e do meio ambiente para que o mosquito não ocupe espaço."

É o PSF mostrando a que veio! Bravo!

terça-feira, 30 de outubro de 2007

Compromisso

Magda Helena Peixoto Coordenadora UBS-N.Sra.das Graças envia ótimas notícias :
Na sua área de abrangência, a equipe de enfermagem está visitando escolas e creches para atualizações dos cartões de vacina, até o momento foram vacinados 786 pessoas entre crianças, adolescentes e adultos, a prioridade é a luta contra a rubéola.
Quanto às empresas da área, serão visitadas para agendamento das vacinas.
Parabéns do Blog da Saúde a toda equipe pelo comprometimento sério e permanente.

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Rubéola

Continua a vacinação contra rubéola

Na cidade a doença esta controlada, mas os índices no país estão aumentando

O Programa de Imunização (PI) da Prefeitura de Uberlândia informa à população que ainda não passou o período de alerta de combate à rubéola. Quem não estiver imunizado, pode procurar uma Unidade Básica de Saúde para receber a vacina Triviral, que protege também contra a caxumba e o sarampo. A rubéola voltou a crescer de forma preocupante no País, com 4.178 casos confirmados no período de janeiro a outubro, número significativamente maior do que o registrado de janeiro a julho, quando 1.266 diagnósticos foram registrados.

“Em Uberlândia, a situação está controlada”, garante a coordenadora do PI, Maria Aparecida dos Santos. “No mês de setembro tivemos quatro casos confirmados, sendo três homens e uma mulher. Com as ações desenvolvidas pela Prefeitura, nenhum caso foi confirmado em outubro”, completou.

As ações do Programa de Imunização incluem busca ativa de casos nas UBS’s; bloqueio vacinal oportuno em todos os contatos com o caso suspeito e vacinação junto com campanhas de vacinação da rede municipal, chamando todas as mulheres até 49 anos e homens até 39 anos para receber a imunização.

Além da disponibilidade de vacinar-se nas UBS’s, a população pode recorrer às campanhas. Na segunda-feira, dia 29, a vacinação acontecerá durante os três turnos da Escola Estadual 13 de Maio; e nos dias 30 e 31 de outubro e 1º de novembro na Escola Estadual Dr. Duarte, também nos três turnos. “Ressaltamos que não podem ser vacinadas as mulheres grávidas; já as mulheres que pretendem engravidar, só podem ser vacinadas com trinta dias de antecedência”, informa Maria Aparecida.

A coordenadora do PI alerta, ainda, para a importância da colaboração coletiva de diretores de escolas, creches, gerentes de empresa com aglomerações de funcionários, presidentes de associações e, principalmente, pais e responsáveis.

Fonte: Secom PMU - Portal PMU

Começando bem a semana

Caros colegas e amigos da SMS
Para começar bem nossa semana o Blog da Saúde traz pequeno resumo da vida de Jacob Levy Moreno, um exemplo de que pode-se fazer do trabalho, da vida, um prazer e realizar-se em ambos, de forma harmônica, tolerante e fraterna. E claro com muito, mas muito otimismo.

"Arrancarei teus olhos e os colocarei no lugar dos meus;
E arrancarei meus olhos para coloca-los no lugar dos teus;
Então, eu te verei com teus olhos
E tu me verás com os meus..."
(Jacob L. Moreno)


Um ótima semana para todos


"Existem palavras sábias, mas a
sabedoria não é suficiente, falta ação"

Jacob Levy Moreno, o criador do Psicodrama, nasceu em 6 de maio de 1889, na cidade de Bucareste, na Romênia. Era de origem judaica (sefardim). Sua família veio da península ibérica e radicou-se na Romênia na época da Inquisição.

Aos cinco anos de idade mudou-se com a família para Viena e foi neste local que vivenciou a brincadeira de ser deus, que ele, com humor, relaciona a sua idéia de espontaneidade como centelha divina que existe em cada um de nós. Nessa brincadeira, em que ele e várias outras crianças jogavam ser Deus e os anjos, Moreno estava sentado no "trono de Deus" - uma cadeira em cima de caixotes empilhados sobre uma mesa - e um dos "anjos" solicitou-lhe que voasse. Ele tentou atender e, naturalmente, estatelou-se no chão e fraturou o braço direito.

Até 1920, Moreno teve uma intensa vida religiosa. Fez parte de um grupo que fundou a "Religião do Encontro". Eles expressavam sua rebeldia diante dos costumes estabelecidos usando barbas, vivendo pelas ruas à maneira dos mais pobres e procurando novas formas de interação com o povo. Neste período, ele ia aos jardins de Viena e criava jogos de improviso com as crianças, favorecendo-lhes a espontaneidade, e participou, no ano de 1914, em Amspittelberg, juntamente com um médico venereologista e um jornalista, de um trabalho com prostitutas vienenses através do qual, utilizando técnicas grupais, conscientizou-as de sua condição, o que proporcionou que organizassem uma espécie de sindicato.

Formou-se em medicina em 1917.

Interessou-se pelo Teatro onde, segundo ele, "existiam possibilidades ilimitadas para a investigação da espontaneidade no plano experimental". Fundou, em 1921, o Teatro Vienense da Espontaneidade, experiência que constituiu a base de suas idéias da Psicoterapia de Grupo e do Psicodrama.

A proposta do Teatro da Espontaneidade era de criar uma representação espontânea, sem texto pronto e decorado, com os atores criando no momento e assim relacionando-se com a platéia. A partir daí ele criou o "jornal vivo", em que dramatizava as notícias do jornal diário junto com o grupo participante, lançando naquele momento as raízes do Sociodrama.

Ao trabalhar com os pacientes do hospital psiquiátrico usando o "Teatro da Espontaneidade", criou o Teatro Terapêutico, que depois foi chamado "Psicodrama Terapêutico".

De 1917 até 1920 colaborou com a Daimon Magazine , importante revista existencialista e expressionista, na qual colaboravam também Martin Buber, Max Scheller, Jakob Wasserman, Kafka, entre outros.

Em 1925 emigrou para os EUA. Dois anos depois fez a primeira apresentação do Psicodrama fora da Europa.

Em 1931 introduziu o termo Psicoterapia de Grupo e este ficou sendo considerado o ano verdadeiro do início da Psicoterapia de Grupo científica, embora as fundamentações e experiências tenham iniciado em Viena.

Moreno morreu em Beacon, em 14 de maio de 1974, aos 85 anos de idade e pediu que em sua sepultura fossem gravadas as seguintes palavras:

"Aqui jaz aquele que abriu as portas da Psiquiatria à alegria" .


Lições de Psicodrama
Introdução ao Pensamento de J.L.Moreno
Camila Salles Gonçalves
José Roberto Wolff
Wilson Castello de Almeida
1988 - Ed. Ágora


Fonte: Federação Brasileira de Psicodrama - FEBRAP

domingo, 28 de outubro de 2007

Acolhimento

com classificação de risco

Uberlândia vem remodelando sua rede de atenção às urgências e emergência seguindo uma lógica da regionalização e adotando uma “linguagem única” nos pontos de atenção. Portanto está implantando o Acolhimento com Classificação de Risco segundo orientação da Secretaria Estadual de Saúde.

Laura Vidal, Marco Túlio Ferreira e Rubia Barra, técnicos da Secretaria Municipal de Saúde estiveram em Janaúba e Montes Claros, no norte de Minas Gerais, a convite da Secretaria Estadual de Saúde, apresentando a experiência exitosa do Acolhimento com Classificação de Risco implantada no Setor Sanitário Norte. O trabalho envolve as seguintes unidades de saúde: UAI Roosevelt, UBS Santa Rosa, UBS Nossa Senhora da Graças, UBS Brasil, UBSF São José e UBSF Maravilha.

O Acolhimento com Classificação de Risco é uma das propostas da Agenda de Compromisso 2007/2008 apresentada pelo Secretário Municipal de Saúde e vem demonstrando excelentes resultados.
Iniciou no setor Norte em junho de 2007, e tem como objetivo o atendimento do usuário do SUS, no Pronto Atendimento da UAI, de acordo com o protocolo especifico para o acolhimento com classificação de risco.

Classificação de Risco é um processo dinâmico de identificação dos usuários que necessitam de tratamento imediato, de acordo com o potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento. Consiste em uma atividade realizada pelo enfermeiro da equipe de saúde devidamente capacitado para proceder a uma entrevista objetiva que possibilidade priorizar o atendimento.

Os resultados esperados são a diminuição do risco de mortes evitáveis; extinção da triagem por porteiro ou funcionário não qualificado; priorização de acordo com critérios clínicos e não por ordem de chegada; obrigatoriedade de encaminhamento responsável, com garantia de acesso à Rede de Atenção; aumento da eficácia do atendimento, redução do tempo de espera; detecção de casos que provavelmente se agravarão se o atendimento for postergado; diminuição da ansiedade e aumento da satisfação dos profissionais e usuários, com melhoria das relações interpessoais e padronização de dados para estudo e planejamento de ações.

Os profissionais do Setor Sanitário Sul já estão passando por capacitação e o Pronto Atendimento da UAI São Jorge iniciará seu atendimento dentro desta proposta e logo em seguida a UAI Pampulha também atenderá com classificação de risco. A implantação nos outros setores continuará após a avaliação e monitoramento das atividades da UAI São Jorge e Pampulha, de modo que no primeiro semestre de 2008, todas as unidades de saúde no município estejam funcionando segundo este novo modelo.

Texto: Rubia Barra - GIDS/SMS


Clique nas imagens para amplia-las


Técnicos de Montes Claros assistindo a apresentação



Apresentação em Montes Claros

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Quem quer faz!

Nunca é tarde para divulgar um belo trabalho.
A equipe do PSF Morada Nova em parceria com a Secretaria de Serviços Urbanos promoveu entre os dias 15 e 19/10 um fantástico projeto de limpeza no bairro .

Vejam as fotos do "antes" e do "depois" do trabalho das equipes
capitaneadas pela coordenadora da UBSF Kenia Nunes aliás foi ela quem enviou as fotos para o Blog da Saúde.

Parabéns a todos e feliz e merecido dia do Servidor Público, afinal HOJE é nosso dia.

Sem ufanismo, não podia haver ação ou dia melhor do que o de hoje para ilustrar o real compromisso do Servidor Público municipal que acredita no que faz, este 26 de outubro DIA DO SERVIDOR PÚBLICO. Quem quer faz!

Clique nas fotos para amplia-las









Antes



Depois




Antes




Depois



Fim do dia!

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Rubéola

Continua a vacinação contra rubéola na rede de saúde

O Programa de Imunização da Prefeitura de Uberlândia informa à população que ainda não passou o período de alerta de combate à rubéola. Quem não estiver imunizado, pode procurar uma Unidade Básica de Saúde para receber a vacina Triviral, que protege também contra a caxumba e o sarampo.

A rubéola voltou a crescer de forma preocupante no País, com 4.178 casos confirmados no período de janeiro a outubro, número significativamente maior do que o registrado de janeiro a julho, quando 1.266 diagnósticos foram registrados.

Na segunda-feira, dia 29, a vacinação acontecerá durante os três turnos da Escola Estadual 13 de Maio; e nos dias 30 e 31 de outubro e 1º de novembro na Escola Estadual Dr. Duarte, também nos três turnos.

Fonte: Secom/PMU

Odontologia

Debate Internacional de Odontologia em Uberlândia


De hoje até 27 de outubro acontece, em Uberlândia, o Primeiro Debate Internacional de Odontologia, no Center Convention, com o foco “A Odontologia e a Inclusão Social – Uma Realidade Nacional”. O evento, que tem cunho científico, é uma oportunidade para que diversos setores ligados à odontologia e, principalmente, ao Governo Federal, interajam para discutir os nortes da saúde bucal, o desenvolvimento da ciência aplicada, o tratamento das patologias bucais, colaborando, assim, com a capacitação profissional e melhoria das condições de saúde da população. Mais informações, inscrições e a programação completa podem ser obtidas no site www.abouberlandia.org.br.

Fonte: Secom/PMU

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Reconhecimento

Equipe da UAI Roosevelt se emociona com agradecimento


Clique na imagem para ampliar


A toda equipe da UAI Roosevelt, nossos agradecimentos pelo profissionalismo e amizade dispensados a Maria Cornélia e familiares”.

Esta mensagem de agradecimento expressa em uma faixa foi colocada na entrada da Unidade de Atendimento Integrado – UAI Roosevelt no início de outubro. “O agradecimento deixou a equipe emocionada e diante da manifestação carinhosa não tivemos como recusar que a faixa fosse colocada em lugar de destaque, como pediu a família”, comentou o diretor administrativo da Unidade Adair Balduíno.

A paciente Maria Cornélia da Silva, 73 anos, esteve internada na UAI Roosevelt por 16 dias, em função de uma queda que lhe fraturou o fêmur e complicou seus problemas de coluna. O filho dela, o contabilista Onízio Urias de Oliveira, disse que a faixa de agradecimento foi um gesto espontâneo e sincero, “foi de coração”. Para ele, o atendimento recebido na UAI Roosevelt teve um diferencial que foi essencial para a recuperação de D. Maria Cornélia: “Todos os funcionários foram muito humanos e atenderam às solicitações feitas, explicando detalhadamente a situação de saúde da mamãe, demonstrando que, realmente, se preocupavam com sua recuperação”.

Onízio explica mais: “Nossa família é muito grata a todos os funcionários da UAI Roosevelt e colocamos a faixa para incentivá-los a continuarem com este belo trabalho, pois ali encontramos respostas para nossos anseios, fizemos amizade, percebemos a integridade profissional, o conhecimento, a habilidade no atendimento, a preocupação com o ser humano que ali estava.

Parece ‘bajulação’, mas só quem passou pela experiência que vivemos com o problema da mamãe pode dizer como é grande o sentimento de agradecimento que temos".

Fonte: Secom/PMU - Portal PMU

A toda equipe do UAI Roosevelt o apreço e admiração do nosso Blog da Saúde fazer SAÚDE é isso, compromisso e dedicação !

terça-feira, 23 de outubro de 2007

Proatividade

A Coordenação da Unidade Básica de Saúde Dona Zulmira, juntamente com a enfermeira Lívia Santana e equipe, resolveram mediante os casos de rubéola na cidade visitar as escolas e empresas de sua proximidade para atualização dos cartões de vacina.
Nas escolas e empresas visitadas forma vacinadas 295 pessoas.

Notícia enviada por Maria das Graças Coelho Alves
Coordenadora - UBS Dona Zulmira

O Blog da Saúde parabeniza a inciativa e o compromisso para com a saúde coletiva

Capacitação


Importante

O Blog da Saúde informa: Haverá capacitação para os técnicos de enfermagem das Unidades de Atenção Iintegradas, UAIs, no dia 24/10/2007 às 19:30 na Gerência Regional de Saúde "GRS" com a aula "Prioridades no atendimento de Urgência e Emêrgencia".

A importante informação foi enviada pela colega de SMS Alessandra, Enfermeira da UAI Martins.

Vigilância Sanitária



Fiscais da Vigilância Sanitária participam de seminário sobre gerenciamento de resíduos de serviços de saúde

Fiscais da Vigilância Sanitária de Uberlândia vão participar do Seminário Macrorregional sobre Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde, que será realizado amanhã, dia 23, no auditório do Senac, na avenida Belo Horizonte, 525, em Uberlândia. Este seminário tem o objetivo de preparar os trabalhadores para a elaboração e implantação do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde – PGRSS. O seminário é uma ação do “Projeto Mineiro Saúde e Ambiente Sustentáveis”, fruto da parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde de Minas e a Fundação Estadual de Meio Ambiente, da Secretaria de Desenvolvimento Regional e do Centro de Desenvolvimento Tecnológico Nuclear.

O evento, que acontece simultaneamente nas cidades mineiras Governador Valadares, Montes Claros e Varginha, começará às 8h, com a apresentação do “Projeto Mineiro de Saúde e Ambiente” e seguirá até ao final da tarde, com os temas: Resíduos de serviços de saúde – o papel da Vigilância Sanitária; Riscos e gerenciamento de RSS; e Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde.

De acordo com a coordenadora de Vigilância em Serviços de Saúde, Sandra Soares Alvim, a participação dos fiscais neste seminário é importante, já que o tema limpeza urbana está assumindo papel de destaque entre as crescentes demandas da sociedade brasileira e das comunidades locais. “Seja pelos aspectos ligados à veiculação de doenças, ou seja, à saúde pública, seja pela contaminação de cursos d’água, o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde se torna imprescindível”, frisa a coordenadora. “Quanto mais capacitados forem os fiscais da rede pública, mais a população terá garantia de qualidade, eficácia e de segurança dos produtos utilizados em pacientes e também dos serviços prestados nos estabelecimentos de saúde, como hospitais e clínicas”, conclui.

Fonte:
Cristina - Saúde – Vigilância
Secom/PMU

Sábado educativo

Sábado educativo com diversão no Morumbi e Alvorada

As equipes das Unidades Básicas Saúde da Família – UBSF dos bairros Morumbi e Alvorada, com o apoio da Associação de Moradores, realizaram no sábado, dia 20, atividades para comemorar o Dia das Crianças, na quadra da Escola Municipal Hilda Leão Carneiro. “Foi, sobretudo, uma festa de integração entre as equipes e a comunidade, com muitas orientações sobre a saúde”, comentou a enfermeira-chefe da UBSF Morumbi IV, Fabiana Santa Cecília.

Durante a comemoração, profissionais do Programa de Saúde Bucal deram orientações quanto à prevenção da cárie através da escovação diária e uso do fio dental. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) orientou os participantes quanto ao perigo da proliferação do mosquito da dengue agora no período de chuvas. Já a parte recreativa contou com atrações dos Grupos de Dança Fica Vivo e Geração Axé, de brinquedos instalados na quadra, distribuição de pipocas, balas e doces. Também houve o corte de cabelo, gratuito.


Várias autoridades estiveram presentes, dentre eles, Mauro Lima – assessor da Secretaria Municipal de Saúde, representando o secretário Gladstone Rodrigues da Cunha e o prefeito Odelmo Leão. “São iniciativas iguais a esta que a população precisa, pois levam informação através de entretenimento, com o apoio total da Prefeitura”, comentou Mauro Lima.

Fonte:
Cristina/Renato Cury
Saúde – Alvorada/Morumbi
Secom/PMU

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Escorpiões

Matéria publicado no Jornal Correio de sábado 20/10.

Nota do Blog da Saúde

Duas pequenas revisões de conceitos são apresentadas aqui.
Situações normais em qualquer jornal e de qualquer jornalista uma vez que o assunto abordado é essencialmente técnico e especializado e que não comprometem em nada o material jornalístico além do que, poucos conhecem de escorpiões a ponto até de perceber-los, mas como é nosso dia-a-dia...

Onde se lê ataques, entenda como acidentes, escorpiões só atacam suas presas, de nós humanos eles se defendem.

Onde se lê:
"Escorpião-amarelo, o que mais infesta a cidade, é a espécie mais venenosa conhecida no mundo"; seria :
"Escorpião-amarelo, o que mais infesta a cidade, é uma das espécies mais venenosas no mundo."


População deve ficar alerta para ataques de escorpião
Período da chuva é propício para aparecimento do animal nas casas
Rosângela Borges
reporter@correiodeuberlandia.com.br
Repórter


Foto: Manoel Serafim
Escorpião-amarelo, o que mais infesta a cidade, é a espécie mais venenosa conhecida no mundo

Por causa da falta de chuva, o escorpião está demorando a aparecer, mas isso não significa que as pessoas estão livres dos riscos que este animal peçonhento representa à saúde. Antes que as chuvas aconteçam ? período em que eles se proliferam na rede de esgoto e começam a entrar nas casas por meio dos ralos e encanamentos ?, a população deve ficar alerta sobre as medidas tanto de prevenção da invasão do animal quanto das providências a serem tomadas caso alguém seja picado. Sem dizer que, na cidade, a maior infestação é do escorpião-amarelo, espécie mais venenosa conhecida no mundo.

O diretor da Divisão de Animais Peçonhentos da Secretária Municipal de Saúde de Uberlândia, o médico-veterinário William Henrique Stutz, explica que os bichos peçonhentos são encontrados nos entulhos de construções, telhas amontoadas, madeiras e lixos. Eles se alimentam de baratas, cupins e grilos. "Quando jogamos lixo nos terrenos baldios perto das residências, estamos propiciando casa e comida para os bichos", alerta o veterinário.

Ele ainda ressalta a importância de as pessoas avisarem ao laboratório quanto ao aparecimento do escorpião, de qualquer espécie, nas residências, e principalmente em caso de picadas do bicho. No ano passado, foram registrados 908 reclamações, 2.788 ações de orientação, 96 animais doados, 1.763 escorpiões capturados e 3.483 imóveis visitados. "Não existe uma meta determinada para 2007 e trabalhamos com demanda e programas sistematizados para orientar as pessoas. Considero importante a participação da população para conseguirmos um resultado positivo quando a chuva chegar", informa Stutz.

Quanto aos cuidados médicos, o epidemiologista e responsável pela Gerência Regional de Saúde (GRS), Eduardo Sanches, informa que alguns cuidados são necessários em caso de picada (veja box) e que os sintomas variam dependendo a quantidade de veneno inserida na picada e idade da vítima. Necessitam de maior cuidado crianças abaixo de 10 anos e adultos acima dos 55 anos.

Espécie

Segundo William Henrique Stutz, em Uberlândia, até o ano passado existiam quatro espécies do aracnídeo e, neste ano, foi identificada mais uma. Porém, das cinco existentes, duas são consideradas perigosas: os escorpião-amarelo, encontrado freqüentemente na área central da cidade, sobretudo no bairro Martins, devido à quantidade de materiais de construção na região, e o escorpião-preto grande (ou identificado como marrom por alguns), comum nas regiões periféricas. "É importante ressaltar que, com a quantidade de construções e aberturas de novos bairros, o escorpião-amarelo está migrando para todos os bairros da cidade", explica o veterinário.

Prevenção

Examine calçados e roupas antes de usá-los
Mantenha o quintal e a casa limpos
Não jogue lixo nos terrenos baldios
Evite acumular entulhos próximos às residências
Proteja os ralos de esgoto
Cuidados em caso de picada
Evite entrar em pânico
Lave o local atingido com água e sabão
Coloque compressa de água gelada, que evita a expansão do veneno
Leve a pessoa imediatamente a um posto de atendimento médico

O laboratório de animais peçonhentos funciona na avenida das Américas, 333, bairro Patrimônio. Informações pelo telefone (34) 3255 - 30 28

O Blog da Saúde agradece à editoria do Jornal Correio a autorização de publicação.

Dengue

Dengue também no Jornal Correio de sábado 20/10

Foto: Manoel Serafim
Tampas em reservatórios eliminam focos da dengue

CCZ tampou duas mil caixas de água em três bairros em cinco meses

Lorena Matuziro
reporter@correiodeuberlandia.com.br
Programa de Aprimoramento

Agente do CCZ coloca tampa de ardósia, material pesado e resistente, em reservatório no Tocantins
Inspirado em um projeto de Pará de Minas, no Centro-Oeste do Estado, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Uberlândia já tampou duas mil caixas d?água que eram focos permanentes do mosquito da dengue. Dentre os 13 locais que são focos da doença, as caixas d?água eram responsáveis por 7% do total. Após a vedação, hoje representam apenas 2%.

A ação começou há cinco meses e, de acordo com o coordenador do Programa de Combate à Dengue, José Humberto Arruda, não há previsão de conclusão. "Trabalharemos de acordo com a demanda e queremos tampar até a última caixa", disse, salientando que existem em Uberlândia 15 mil reservatórios destampados.

Mesmo com a aplicação de larvicidas regularmente nos reservatórios, os focos de mosquito da dengue persistiam, uma vez que a concentração do veneno é muito baixa e, após cinco dias, dissipava-se devido ao fluxo de água. Uma equipe de cinco pessoas faz a fiscalização e, bairro a bairro, tampa uma média de 20 a 25 caixas diariamente. Nos bairros Roosevelt, Taiaman e Maravilha a vedação já foi concluída.

Embora o Brasil esteja em estado de alerta devido a uma epidemia de dengue, Uberlândia foge às estatísticas e apresenta um índice satisfatório, com apenas 119 casos confirmados neste ano, diante de 8,5 mil em 2006. "A meta é manter esse índice. A vedação de caixas d?água diminuiu os focos de dengue e agora devemos trabalhar com os outros 12 locais preferidos pelo mosquito que são vasos de plantas, com um índice de 24% de foco; caixa de passagem, 18%; piscina, 14%; vaso sanitário e tambor, 7%, entre outros", disse o coordenador.

Os moradores cujas caixas d?água estiverem destampadas podem solicitar as pedras de ardósia por meio do telefone 3213-1470.

Manutenção deve ser feita mensalmente
A manutenção das caixas d?água ou pelo menos a verificação de suas condições devem ser feitas mensalmente, para evitar não só focos de mosquito da dengue, mas, sim, problemas com outros animais que podem entrar no local. É o que aconteceu com o motorista Florêncio de Oliveira que conta que sentiu mau cheiro na água da torneira e, após dois dias, subiu até a caixa d?água. "Nunca a deixei destampada, mas o material era pouco resistente então a tampa entortou devido ao calor e deixou uma fresta aberta, por onde o rato entrou", disse. Quando verificou o local, o animal já estava em decomposição, por isso deixou a água com cheiro e aspecto de podridão. "Eu e minha esposa ficamos preocupados e alertas quanto aos sérios riscos de saúde a que fomos submetidos, já que cozinhamos com essa água, tomamos banho e escovamos os dentes, mas o organismo reagiu e não tivemos problemas", contou.

Segundo José Humberto Arruda, casos como esse já aconteceram em outras residências. "Já vimos gato e pombos mortos na caixa d?água", disse. Para a vedação dos reservatórios, o CCZ comprou 12 mil pedras de ardósia, pois esse é um material resistente e pesado, que não entorta, como o plástico e a fibra. "Quem tem caixas desses materiais deve colocar um peso em cima da tampa ou amarrá-la", orientou o coordenador.

A cautela é necessária também para a limpeza dos reservatórios. Não é recomendado o uso de água sanitária ou sabão. "Apenas escova e água bastam para limpar a caixa", explicou Arruda. O uso de produtos químicos pode causar alergia ou outros danos à saúde.

Vasos de planta
A preocupação do Centro de Controle de Zoonoses, agora, com o início das chuvas, é com os vasos ornamentais. Eles representam 24% dos focos de dengue e sua vigilância depende, em grande parte, da iniciativa das donas de casa.
Apenas trocar a água diariamente não é suficiente para eliminar os ovos do mosquito. "Deve-se escovar as bordas do vaso", disse o coordenador do programa de combate à dengue, José Humberto Arruda.

O alto índice de infestação do mosquito nos vasos ornamentais ocorre porque o veneno aplicado nesse local não dura muito tempo e, também, em virtude da falta de consciência de algumas donas de casa que não os limpam adequadamente.

O Blog da Saúde agradece à editoria do Jornal Correio pela autorização de publicação.

Cultura científica


Da Agência FAPESP: Divulgando a cultura científica

Açúcar perigoso

Agência FAPESP – Um fenômeno considerado saudável para as células, o acúmulo de açúcar – que os tecidos usam como reservas energéticas –, acaba de se mostrar ruim para os neurônios e pode explicar a origem de diversas doenças degenerativas.

A afirmação é de um estudo publicado por um grupo de cientistas espanhóis na edição deste domingo (21/10) da revista Nature Neuroscience. O acúmulo ocorre na forma de glicogênio, polissacarídeo formado a partir de moléculas de glicose e utilizado como reserva energética.

A descoberta vem de estudo feito pelo grupo espanhol da doença de Lafora, uma desordem rara, irreversível e sem cura, caracterizada pelo aparecimento precoce de crises epilépticas. Com início na adolescência, a doença é marcada pela degeneração progressiva que reduz o paciente a um estado vegetativo em um período médio de dez anos.

A doença, que leva o nome do neuropatologista espanhol Gonzalo Rodriguez Lafora (1887-1971), é herdada dos pais, que carregam mutações em um ou outro dos genes associados com a patologia. Esses genes são conhecidos como laforina e malina. A doença também é caracterizada pelo acúmulo de formações anormais em neurônios, chamados de corpos de Lafora.

O estudo descreve as funções da laforina e da malina, explica a origem dos corpos de Lafora e identifica como ocorre o processo neurodegenerativo da doença.

“Observamos que esses dois genes atuam em conjunto como guardiões dos níveis de glicogênio em neurônios e são estimulados pela degradação das proteínas responsáveis pelo acúmulo de glicose. Em uma situação na qual um dos genes deixa de funcionar, essas proteínas não são degradadas, o glicogênio se acumula e, conseqüentemente, os neurônios se deterioram e ocorre o suicídio celular programado (a apoptose)”, explicou Joan J. Guinovart, diretora do Instituto de Pesquisa em Biomedicina e da Universidade de Barcelona.

De acordo com os pesquisadores, as conclusões do estudo ajudam a aumentar a expectativa de que estratégias eficientes para tratar a doença de Lafora possam ser encontradas. Um possível caminho, segundo eles, seria identificar uma molécula capaz de inibir a síntese de glicogênio em neurônios.

Entender melhor os mecanismos que estimulam e bloqueiam a produção de glicogênio também teria um grande impacto no estudo de outras doenças neurológicas e degenerativas. “Queremos ampliar os resultados do estudo para outras patologias nas quais o glicogênio está presente em neurônios, uma vez que nossos resultados sugerem que essa molécula é parte do problema”, disse Joan.

O artigo Mechanism suppressing glycogen synthesis in neurons and its demise in progressive myoclonus epilepsy, de Joan J. Guinovart e outros, pode ser lido por assinantes da Nature Neuroscience em www.nature.com/neuro.

Fonte: Agência FAPESP

Saúde em notícia

Açaí pasteurizado elimina risco de mal de Chagas
Processo de choque térmico mata protozoário que causa a doença.
Pará contabiliza 37 casos que podem ter sido contraídos pela ingestão do açaí.


Giovana Sanchez
Especial para o G1, em São Paulo


O açaí é uma das possíveis causas de 37 contaminações por mal de Chagas ocorridas no Pará este ano -- entre elas uma morte. O inseto que transmite a doença, o barbeiro, tem sido triturado com o fruto na hora da extração da polpa do açaí.

A Fundação Ezequiel Dias (Funed), que está responsável por realizar testes em amostras de sangue possivelmente contaminadas nas regiões Norte e Nordeste, divulgou no começo deste mês uma nota em que diz que a investigação “mostrou que a provável causa da contaminação foi a ingestão do açaí, triturado juntamente com o barbeiro ou suas excreções”.


Ainda de acordo com a Funed, “o alerta vale para o açaí de produção caseira, que nem sempre obedece às normas da Vigilância Sanitária”. Para ser consumido, o açaí é moído e dele é feito um suco. “Em processos artesanais, muitas vezes não há o cuidado com a higiene na manipulação e na fabricação”, afirma o diretor do Departamento de Controle de Endemias da Secretaria de Saúde do Pará, Walter Amoras.

Fonte: Portal G1

domingo, 21 de outubro de 2007

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

De Olho na Creche

Programa “De Olho na Creche” realiza exames em crianças da UDI Tubalina

As oitenta crianças, de zero a três anos da UDI Tubalina I foram examinadas hoje pela manhã, pela equipe do Ambulatório Oftalmológico Municipal, para detectar possíveis problemas que interfiram no desenvolvimento da visão. A ação faz parte do programa “De Olho na Creche”, desenvolvido pela Prefeitura de Uberlândia, e atende um total de 105 escolas, com a realização de teste e reteste de acuidade visual, atividades educativas e de promoção, proteção e assistência à saúde e também consultas médicas.

Fonte: Secom/PMU

Meio ambiente

Moradores do bairro Alvorada terão palestras sobre o meio ambiente

Os agentes comunitários da Unidade Básica Saúde da Família – UBSF Alvorada promoverão amanhã, (hoje) dia 19, das 8h às 16h, na rua Maria Augusta de Moraes, a primeira ação do projeto “Comunidade consciente, saúde no meio ambiente”. Elaborado pela equipe da Unidade, o projeto – que envolve também a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos – tem como objetivo conscientizar os moradores sobre a importância da preservação do meio ambiente, através do reflorestamento e limpeza das ruas e quintais. Haverá a limpeza de terrenos baldios e o plantio de mudas de árvores.

Profissionais dos programas da Secretaria Municipal de Saúde, nas áreas de hanseníase, doenças sexualmente transmissíveis, tuberculose e zoonoses vão acolher os visitantes em barracas distribuídas ao longo da rua Maria Augusta Moraes, onde serão ministradas palestras sobre o meio ambiente. Também serão feitas orientações sobre as doenças cobertas pelos programas municipais e sobre os cuidados que a comunidade deve ter para evitar a dengue.

Fonte: Secom/PMU

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Noticias da UAI Planalto

O nosso Blog da Saúde divulgando boas novas:

Alegria e diversão no UAI Planalto !





“Um tremendo sucesso!” Foram com estas palavras que a Assistente Social do UAI Planalto, Ana Márcia Sá, expressou o resultado do evento em homenagem às crianças pelo seu dia, lá representadas por alunos do CAIC Guarani, dia 11 – Quinta feira, no período da tarde.

Ana Márcia, através de seu jeito nato de artista irreverente e descontraída, brilhou de forma espetacular na organização do mesmo, contando com a participação do apresentador e show man Aldair Reis com suporte jornalístico e fotográfico de Renato Cury, ambos do Setor de Apoio e Comunicação à Saúde da Secretaria de Saúde, fazendo a alegria total das crianças, com brincadeiras, histórias, dança e sorteios.

Segundo Ana Márcia, a finalidade principal do evento foi para ensinar às crianças a importância da educação no meio ambiente, mostrando as diferentes formas de preservação da natureza, seja na cidade ou no campo.

Para isso, ela contou com a participação de funcionários-atores da Secretaria de Meio Ambiente que encenaram um texto interativo com as crianças, além de uma peça infantil interpretada por atores mirins do CAIC Guarani, dirigida pelas professoras.

Para abrilhantar esta festa maravilhosa, Ana Márcia obteve diversas contribuições de brindes, fantasias, balas, doces, sucos, pinturas na pele, tanto de empresas como de pessoas que se somaram às atrações.
Ainda segundo ela, outros eventos semelhantes acontecerão, sempre levando uma mensagem educativa, o foco principal do evento.


Renato Cury – jornalista
SEAC – Setor de Apoio e Comunicação à Saúde







Plano de Saúde - Servidor

Informe sobre Termo de Adesão a Plano de Saúde
Por favor divulguem em suas unidades de trabalho

Clique no quadro abaixo para ampliar

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Doença falciforme

Equipe da UAI São Jorge recebe treinamento para atender pacientes com doença falciforme


A equipe de médicos, enfermeiros e assistentes sociais da Unidade de Atendimento Integrado – UAI São Jorge será a primeira da rede de saúde de Uberlândia que receberá treinamento especial sobre pacientes com doença falciforme e outras hemoglobinopatias. O treinamento acontecerá amanhã, dia 17, às 16h, e será ministrado pela coordenadora do Programa Municipal Clenize das Graças Coelho Resende Borges. “A Prefeitura de Uberlândia quer melhorar a qualidade do atendimento na rede municipal e o treinamento é de fundamental importância, pois abordará o que é a doença, como funciona o Programa, como é o fluxo de atendimento e como funcionarão as parcerias”, comenta. O próximo treinamento será para aproximadamente 300 agentes comunitários de Saúde, no período de 22 a 26 de outubro.

Outras ações

O Programa de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme e outras Hemoglobinopatias de Uberlândia – PAPDFH/UDI, que iniciou sua implantação no mês de maio, já definiu, além dos treinamentos para os profissionais da saúde, suas ações para o restante do segundo semestre. Além de participar das Conferências Municipal, Estadual e Federal sobre a doença, em novembro, a coordenação está trabalhando nos projetos que visam à realização da Semana Municipal da Doença Falciforme, da elaboração do Gibi Pedagógico para ser distribuído aos alunos do ensino fundamental das escolas estaduais e particulares e profissionais da área da educação e saúde, e do Projeto de Apoio Pedagógico e de Inserção no Mercado de Trabalho.

O Programa

De acordo com o Centro de Estudos, Pesquisas e Projetos Econômicos Sociais do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia – Cepes, na cidade existe uma população total de 45,04% declarados negros e pardos; 58,40% pobre por cor declarada negra; 29,70% indigentes por cor declarada negra e parda; e 10,6% analfabetos de 15 ou mais anos de idade por cor declarada negra e parda.

De acordo com Clenize das Graças, apesar de a doença falciforme não estar relacionada, exclusivamente, à população negra, levando-se em conta a miscigenação racial desde a época do Brasil-Colônia, sua maior predominância ainda é em afro-descendentes. “Os dados apresentados configuram determinantes sociais de ordem econômica, os quais influenciam a qualidade de vida e afetam diretamente a situação de saúde da população”, comenta. “Isso impõe ao Município a responsabilidade de contribuir com os princípios da Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial”, completa.

A Doença

A doença falciforme, uma das doenças hereditárias mais comuns no Brasil, é resultante de alteração genética caracterizada pela presença de um tipo anormal de hemoglobina denominada Hemoglobina S (HbS). Esta faz com que as hemácias adquiram a forma de foice (daí o nome falciforme) em ambiente de baixa oxigenação, dificultando sua circulação e provocando obstrução vascular (Fonte: CEHOMOB-MG). Por isto, a ocorrência da doença, já nos primeiros anos de vida do indivíduo, ocasiona manifestações clínicas importantes, o que representa um sério problema de saúde pública no País, que atinge principalmente a população negra. Em Minas Gerais, a doença falciforme foi incluída na triagem neonatal em 1998, medida que serviu de modelo para a adoção em outros Estados.

Fonte: Secom/PMU

Dica do Blog da Saúde

Mais informações sobre a doença falcifome AQUI tire suas dúvidas com este material em pdf muito bom da ong CRIOLA

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Comunicado Gids


A Gerência de Informação e Divulgação em Saúde - GIDS informa:

PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM EDUCAÇÃO, SAÚDE E CULTURA POPULARES


O Módulo IV será realizado dias 20 e 21 de outubro. Serão os seguintes temas:


Gestão e Financiamento do SUS (20/10/07 - 13h30min às 18h / Anfiteatro do Bloco 3Q)
Palestrantes: Armando Raggio - CONASS
Daltro Catani - GRS
Flávio Goulart - MS/DAD
Maria Francisca A Moro - UFU


Controle Social em Saúde (21/10/07 - 8h às 13h/ Anfiteatro do Bloco 3Q)
Palestrantes: Sarah Escorel - FIOCRUZ
Maurício Scalon - Ex-secretário de saúde de Sacramento/MG
Artur Custódio - CNS
Fabiana Abreu - Colegiado dos Conselhos de Saúde da Macro Triângulo Norte

O site http://www.proex.ufu.br/popularcontém muitas informações sobre o projeto e no ícone "sala-de-aula" estão disponíveis o conteúdo dos módulos já realizados (I - Humanização; II - Saúde GLBT). Os conteúdos do Módulo III estarão disponíveis a partir de 01/10/07.





A participação será comprovada com certificado, importante para a progressão horizontal dos servidores municipais

UAI Luizote

UAI Luizote promove a saúde em escola municipal

As ações têm um público de 800 crianças e são voltadas para o combate à verminose entre outros diagnósticos


Em todas as manhãs de segundas e quintas-feiras, o Projeto Saúde, desenvolvido pela Unidade de Atendimento Integrado – UAI Luizote, visita a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) do mesmo bairro. As ações têm um público de 800 crianças e são voltadas para o combate à verminose, ao cálculo de índice de massa corporal – que tem o objetivo diagnosticar a obesidade e sobrepeso infantil – e ao trabalho permanente de prevenção e promoção da saúde.

De acordo com a coordenadora administrativa da UAI Luizote, Vânia Martins, devido aos riscos de uma disseminação em grande escala, a Secretaria Municipal de Saúde desenvolve trabalhos para orientar sobre o tema, com ações voltadas para a prevenção e medicação. “Nossa UAI está envolvida com esse objetivo e trabalha para orientar alunos e professores quanto aos perigos das verminoses, que são uma espécie de infecção intestinal provocada por parasitas, e que pode representar grande dano à saúde, assim como a obesidade. A prevenção é a forma mais segura e eficaz para evitar esses problemas”, comenta.

Fonte: Secom/PMU - Portal PMU

Dica de leitura do Blog da Saúde

Confira artigo sobre verminoses de

Pedro Paulo Chieffi
Professor­ titular de Parasitologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo; e professor-assistente-doutor do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo.
e
Vicente Amato Neto
Professor-emérito da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo(USP); chefe do Laboratório de Parasitologia do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo; e chefe do Laboratório de Investigação Médica-Parasitologia do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP.
Veja AQUI

PSF Ipanema

Programa Saúde da Família do bairro Ipanema terá duas novas sedes de atendimento

As duas equipes do Programa Saúde da Família – PSF do bairro Ipanema estarão funcionando em sedes novas, cujas obras de reforma e adaptações têm previsão para ser concluídas no prazo de 30 dias, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. A equipe I funcionará na rua Antônio Luiz de Mendonça, 117, e a equipe II na rua Adoniro Alves Pinto, 281, ambos os endereços no bairro Jardim Ipanema.

Hoje, o PSF/Ipanema trabalha com 11 agentes comunitários de saúde e atende aproximadamente 2.200 pessoas cadastradas nos grupos de obesos, gestantes, hipertensos, adolescentes e crianças menores de dois anos (puericultura). A equipe I atenderá os moradores dos bairros Ipanema I e Mansões Aeroporto; já a equipe II assistirá a população do Ipanema II (também conhecido como Jardim Califórnia) e do bairro Morada dos Pássaros.

A enfermeira responsável pela equipe II, Ericka Martins Vasconcelos Alves, explicou que o trabalho desenvolvido no PSF é o de equipe, realizando atividades de assistência integral e contínua nas sedes das unidades e nas residências, quando considerado necessário. “A Secretaria Municipal de Saúde prioriza as ações de promoção, proteção e recuperação da saúde dos indivíduos e da família, do recém-nascido ao idoso, sadios ou doentes, de forma integral e contínua”, completou.

Fonte: Secom/PMU

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

CAPS

CAPS abre inscrições para curso
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por telefone


O Centro de Atenção Psicossocial – CAPS para os dependentes de álcool e drogas está com inscrições abertas para o módulo “Família: seu papel diante das drogas”, um prosseguimento do curso “Conhecendo a dependência química”. Neste módulo, o participante conhecerá a importância da família diante do fenômeno da dependência química e outros temas referentes à problemática da droga.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelos telefones (34) 3226-2276 e 3227-8583, das 8h às 21h, a partir do dia 15 de outubro. O número de vagas é limitado. O curso será ministrado na sede do CAPS AD, na av. Frederico Tibery, 1.042, bairro Tibery, em data a ser confirmada na próxima semana.

Fonte: Secom/PMU - Portal PMU

domingo, 14 de outubro de 2007

Flamboyant

Recebemos da colega Vanilda Fernandes esta bela foto capturada por sua atenta lente fotográfica, merece ser admirada. A árvore fica ao lado da ponte do Rio Uberabinha, na Av. Brigadeiro Sampaio, na subida para o 36º.
Tem alguma foto de Uberlândia que gostaria de compartilhar? Mande para o Blog da Saúde, publicamos de bom grado.

Clique na foto para ampliar


quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Dia da Criança



Crianças atendidads na UAI Planalto comemoram a data antecipadamente


A comemoração do Dia Criança será antecipada para amanhã (hoje), dia 11, para as crianças do setor oeste de Uberlândia, que são atendidas pela Unidade de Atendimento Integrado – UAI Planalto. Brincadeiras, prêmios e duas peças de teatro voltadas para a educação em saúde serão algumas das atrações preparadas pelo setor de Assistência Social da Unidade, sob a coordenação da assistente Ana Márcia Sá. “O evento está organizado no tripé saúde, educação e lúdico e promete agradar, pois teremos muitas opções e brincadeiras”, comenta a assistente social.

As atividades terão início a partir das 13h, com um grupo de dança hip hop, na UAI Planalto, na rua do Engenheiro, 246. Por volta das 14h, a criançada poderá participar de uma oficina de pintura artística e aprender a fazer desenhos infantis em faces humanas. Às 14h30, começa o ponto alto da festa, com a apresentação da primeira peça de teatro, “A Namorada Vaidosa”, adaptada para a saúde bucal. “O objetivo é desenvolver habilidades artísticas nas crianças, por intermédio da sua criatividade, canalizando as energias de forma positiva”, explica Ana Márcia.

A comemoração prossegue com uma apresentação sobre o meio ambiente, que abordará o tema “Lixo”, com ênfase para a problemática do aquecimento global. Além do sorteio de prendas, a segunda peça promete animar a criançada, pois contará com atores mirins. Adaptada, a peça “Chapeuzinho Vermelho” abordará a saúde e ressaltará a importância das frutas na alimentação. Nesta história, o lobo mau levará uma cesta cheia de doces para Chapeuzinho e sua avó, mas não se sairá bem, pois será repreendido por uma nutricionista, que lhe ensinará como escovar os dentes e dar valor às frutas.

Fonte: Secom/PMU - Portal PMU

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Saúde pública em risco


Notícias de além-mar
Por Liliana Figueira


A exposição pulmonar a pequenas concentrações de dioxinas, durante um largo período de tempo, é altamente prejudicial para a saúde

Carlos Palmeira fala de graves problemas de saúde pública em locais com elevada concentração de dioxinas Foto: Rui Velindro


A conclusão resulta de um estudo levado a cabo por investigadores do Departamento de Zoologia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).

A falta de informação relativamente ao processo de co-incineração foi o ponto de partida para a investigação, que começou em 2006, coordenada pelo professor Carlos Palmeira.

Depois de avaliada a toxicidade de diferentes poluentes ambientais, os investigadores chegaram à conclusão de que a exposição às dioxinas Tetraclorodibenzo-p-dioxina (TCDD) e Dibenzofuranos (DBZ), têm efeitos nocivos para a saúde humana.

Por outro lado, a exposição prolongada aos compostos TCDD e DBZ pode levar à morte de células pulmonares.

Daí o alerta de Carlos Palmeira para a necessidade de organizar planos de monitorização e de adoptar medidas válidas de prevenção.

“Seria muito vantajoso monitorizar a concentração de dioxinas no ambiente, não só nos locais para onde está prevista a co-incineração de resíduos perigosos, mas também em todo país, para se fazer o controle e evolução da toxicidade no ambiente”, conclui o coordenador, em comunicado de imprensa.

Fonte: Jornal Universitário de Coimbra

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Servidora em destaque

Servidora da Saúde ganha destaque com tese de doutorado
Participaram da pesquisa mais de 300 cirurgiões-dentistas do SUS


A tese de doutorado “Construindo as competências do cirurgião-dentista na atenção primária em saúde”, da servidora Liliane Tannús, diretora de Gestão de Pessoas e Trabalho no SUS, da Secretaria Municipal de Saúde, está entre as seis primeiras classificadas para o Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o SUS - 2007. O Prêmio foi criado em 2002, com o objetivo de promover a produção científico-tecnológica, com alto potencial de aplicação ao SUS; premiar e reconhecer o mérito científico dos pesquisadores, estudiosos e profissionais de saúde e áreas afins; e divulgar os trabalhos premiados e com menções honrosas, a fim de incentivar a sua incorporação pelo sistema e serviços de saúde.

A cerimônia de premiação será realizada dia 22 de outubro, em Brasília, em sessão solene, oportunidade em que os trabalhos premiados e os que receberão menção honrosa serão divulgados. A tese, na íntegra, está disponibilizada no site da Universidade de São Paulo - USP (www.teses.usp.br) e pode ser acessada pelo seu título.

De acordo com Liliane Tannús, a proposta da tese foi identificar e analisar quais as competências gerais e específicas requeridas ao cirurgião-dentista na Atenção Primária em Saúde e como estas contribuem para a garantia dos princípios do Sistema Único de Saúde. “Utilizei a técnica Delphi como método de investigação”, informa. “Participaram da pesquisa 343 cirurgiões-dentistas da rede básica do SUS, de 11 municípios da região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba”, completa.

A doutora explica que as 20 competências analisadas, dentre as gerais e as específicas, foram selecionadas, pelo Painel Delphi, como apropriadas e relevantes para o cirurgião-dentista na Atenção Primária em Saúde, obtendo níveis de concordância, parcial e total, acima de 83%. “As competências requeridas para o trabalho do cirurgião- dentista devem atender às necessidades de articulação da prática e da formação desse profissional, em uma perspectiva do cuidado à saúde e da responsabilidade social”, finaliza.

Fonte: Secom/PMU - Portal PMU

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Agentes Comunitários

Curso de Capacitação de Agentes Comunitários
Curso segue com apresentações de oficinas


Os agentes comunitários da saúde, do Curso de Capacitação, vão dar inicio à apresentação de quatro oficinas para a comunidade. Na unidade três, que terminou sexta-feira, dia 05, as agentes tiveram duas semanas de trabalhos, uma que foi a presença do agente comunitário de saúde no diagnóstico e planejamento em saúde, e na outra eles tiveram aulas práticas, onde os grupos montaram oficinas com planos de ações, em que apresentam à comunidade um problema e procuram trazer a solução.

Na segunda unidade, os agentes visitaram as cidades de Araporã, Indianópolis, Nova Ponte e Prata para acompanhar o trabalho dos enfermeiros nessas regiões, com o intuito de compreender o processo saúde x doença, em mais uma fase de dispersão (prática) do Curso de Capacitação de Agentes Comunitários, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Também como parte da fase de dispersão, os agentes fizeram uma palestra em Indianópolis, no Clube Recreativo, abordando os temas “Drogas” e “Doenças Sexualmente Transmissíveis”.

O curso começou no dia 25 de junho e seguirá até dezembro, quando atingirá aproximadamente 1.200 horas, que foram divididas em três módulos de 400 horas aulas.

Os agentes já estudaram temas como “O contexto e a instrumentalização da ação do agente comunitário” e “O agente comunitário de saúde e o SUS”.

De acordo com a coordenadora de capacitação, Roberta Rezende, a cada módulo, os agentes estudam e depois colocam em ação conhecimentos sobre a prevenção e solução de problemas de saúde. “O curso dá aos agentes uma visão crítica e o trabalho das unidades está diferente, tudo é planejado, tem planos de ações, os resultados estão ótimos”.

Participam do curso os agentes comunitários de saúde que atuam nas Equipes de Saúde da Família de Uberlândia, Araporã, Indianópolis, Nova Ponte e Prata, são 275 alunos.

O Curso está sendo ministrado por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde e da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Fonte: Secom/PMU - Portal PMU

UBS Custódio Pereira

A UBS Custódio Pereira implanta atividades educativas.
Grupo de gestantes:
trata-se de um espaço para futuras mamães e seus companheiros exporem suas dúvidas, expectativas e conflitos junto à equipe multiprofissional ( ginecologista, enfermeiro, assistente sociale psicólogo.

As reuniões são quinzenais e acontecem no clube de mães do
bairro Custódio Pereira (salão da paróquia) nas terças-feiras às 9:00 horas da manhã.

Veja abaixo fotos do primeiro encontro.


Notícia e fotos enviadas pela colega Wilma Nunes Amorim, gerente da UBS Custódio.

Clique nas fotos para melhor visualização em outra janela



domingo, 7 de outubro de 2007

Localizador de Informações


Dica de domingo: site de pesquisa em Saúde Pública, vale conferir.
Clique AQUI
Mande sua sugestão, o Blog da Saúde agradece.

sábado, 6 de outubro de 2007

Malária

Amazonas discute combate à malária, doença que já virou "história" em outros lugares

Amanda Mota
Repórter da Agência Brasil

Manaus - Com média de 200 mil casos registrados anualmente no Amazonas, a malária preocupa a população do estado e da região. As alternativas para reduzir este número estão entre os temas da 5ª Conferência de Saúde do Amazonas, que está sendo realizada em Manaus e vai até sábado (6).

Para o secretário de Saúde do Amazonas, Wilson Alecrim, a malária é hoje a doença que mais preocupa no estado. Ele afirma que, apesar da tecnologia e do crescimento econômico favorecidos pela presença das empresas do Pólo Industrial de Manaus, a população ainda sofre grande probabilidade de contaminação pela doença.

A assessoria de imprensa da secretaria estadual, citando números do Ministério da Saúde, informa que 99% dos casos de malária no Brasil são detectados na região amazônica. Os cerca de 200 mil casos anuais colocam o Amazonas em primeiro lugar em números absolutos. Mas levando em conta a população, o estado fica atrás de Rondônia (campeão de casos per capita) e Acre.

"Se eu fosse secretário de saúde de Santa Catarina, por exemplo, malária teria prioridade zero em meu programa de saúde. Aqui ela é prioridade absoluta porque ainda é uma doença endêmica entre nós", diz. "Ainda convivemos com doenças que já fazem parte da história da saúde pública de outros países e outros estados".

O presidente da Fundação de Vigilância Sanitária no Amazonas, Evandro Melo, diz que o alto índice de casos de malária no estado é reflexo do clima, porque o mosquito transmissor (do gênero Anopheles) só sobrevive sob temperatura e umidade altas, situação típica da região amazônica. Ele acredita que qualquer estratégia de saúde nacional precisa levar em conta a maior probabilidade de ocorrência da doença na região.

"A malária é uma doença que tem uma relação direta com fatores ambientais, sociais e demográficos e por isso o combate tem que estar aliado ao processo de desenvolvimento. Qualquer projeto feito para o Amazonas tem que levar em consideração o risco da malária e, conseqüentemente, desenvolver estratégias para minimizar esse risco", avalia.

O presidente do Conselho Nacional de Saúde, Francisco Batista Júnior, reconhece que é preciso considerar as diferenças regionais e acha que esse é um dos principais desafios da saúde pública no Brasil, um país "multifacetado, multicultural, multigeográfico, multissocial".

"Não estamos conseguindo colocar em prática projetos que estejam sintonizados com essa multiciplicidade de saberes. Entendemos que essa não é uma tarefa fácil, mas um dos grandes desafios é conseguir pela primeira vez, efetivamente, estabelecer uma espécie de planejamento nos três níveis de governo, na perspectiva de não somente buscar a implementação das grandes decisões, mas também participar e acompanhar a implementação", afirma.

Além das alternativas para combater a malária no Amazonas, outras propostas estão sendo elaboradas na conferência. O objetivo do encontro é definir um roteiro que leve em consideração a melhoria da saúde pública no estado, que possa fazer parte do plano nacional que será definido em Brasília, durante a Conferência Nacional de Saúde, em novembro.

Fonte:



sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Depressão e alterações do sono

PMU oferece palestra sobre depressão e alterações do sono na terceira idade


Toda segunda-feira, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Habitação e Trabalho, oferece aos idosos e demais interessados, palestras sobre a saúde e a qualidade de vida na terceira idade.

No próximo dia 8, às 14h, no Centro Educacional de Assistência Integrada (Ceai II), o público poderá aprender mais sobre “Depressão e alterações do sono na terceira idade”. A palestra, que é gratuita, será ministrada pelo clínico geral Daniel de Souza Zumstin.

Já foram proferidas muitas conferências, com temas diferentes, como por exemplo, acidente vascular cerebral (AVC), insuficiência coronariana (ICO), insuficiência arterial venosa, diabetes, entre outros.

*O Ceai II está localizado na rua Senegal, 30, bairro Laranjeiras, Uberlândia (MG).

Fonte: Secom/ PMU

Saúde Coleitva - História

A revolta da vacina

A revolta da vacina
População do Rio se rebela contra as medidas impostas por Oswaldo Cruz



Charge publicada em 1904 ironiza a campanha de Oswaldo Cruz contra a varíola


A vacinação obrigatória foi a gota d'água para uma grande confusão. Na mesma época em que ela foi estabelecida, o engenheiro e então prefeito Pereira Passos comandava uma reforma urbana que ficou conhecida como "bota-abaixo", porque expulsava muitos moradores de suas casas. Os nervos já estavam à flor da pele. Os altos custos de vida e os baixos salários preparavam o terreno para uma rebelião. E não foi para menos: era a Revolta da Vacina.
Por mais de uma semana, nas ruas do Rio de Janeiro, a população fazia passeatas, comícios, saques, e depredava bondes e carroças. Vários políticos e militares de oposição aproveitaram para tentar tirar o presidente do cargo. Não conseguiram. No dia 16 de novembro de 1904, com 23 mortos, dezenas de feridos e quase mil prisioneiros, o presidente retomou as rédeas da situação.

Oswaldo Cruz continuou no governo, mas foi derrotado em seus planos: a vacina deixou de ser obrigatória. A varíola se espalhava cada vez mais e, em 1908, uma violenta epidemia assustou a todos. Depois de quase 10 mil casos diagnosticados, a população correu aos postos de vacinação. A novidade trazida pelo sanitarista passou a ser disputada e seu trabalho pela saúde pública, finalmente reconhecido.

No ano seguinte, Oswaldo deixou o governo para se concentrar na direção do Instituto Soroterápico, que passou a carregar seu nome. Lá, adotou um modelo inovador: apostou em pesquisa, produção de medicamentos, educação e saúde. Sempre preocupado com as doenças que se espalhavam pelo Brasil, abriu espaço para novas experiências científicas e para os jovens estudantes de medicina. Passou a organizar expedições pelo interior do país para ver de perto as condições de saúde e higiene em que vivia a população.




Foto ao lado: Oswaldo Cruz discursa em sua posse na ABL, em 1913

Já com grande prestígio, foi convidado, em 1911, a fazer parte da Academia Brasileira de Letras (ABL). Mas era chegada a vez do seu corpo lhe pedir atenção. Uma doença grave tirava-lhe a força e, aos quarenta anos, já era um homem debilitado e envelhecido. Acompanhado por sua tribo -- como costumava chamar a mulher e os seis filhos -- foi morar na tranqüila cidade de Petrópolis.
Mesmo levado pelo descanso, o sanitarista não conseguia ficar parado. Foi chamado para o cargo de prefeito e, em 1916, já tinha traçado um plano de urbanização que incluía, além de saneamento básico, novas escolas e canteiros de rosa espalhados pela cidade. Infelizmente, não chegou a ver implantado o projeto que imaginara. Na manhã de 11 de fevereiro de 1917, Oswaldo Cruz morreu cego, sofrendo de insuficiência renal, com apenas 44 anos de idade.

Autora Carolina Benjamin in http://cienciahoje.uol.com.br/

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Blog da Saúde

Em função do grande número de vistas e consultas (fonte: Google analytics)
Nosso Blog da Saúde passou a primeira posição no mais completo instrumento de busca da web:



Continuamos aguardando contribuições. Compartilhar conhecimentos é um crescer junto.

1º Simpósio - Saúde e Trabalho

Sobre Condições de Saúde e Trabalho no Setor Saúde

Clique na imagem abaixo para maiores informaçoes



quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Saúde Coletiva - Artigo


O objetivo da apresentação de artigos relacionados à saúde coletiva aqui no Blog da Saúde é o de atualizar e informar, além é claro de atiçar o espírito crítico dos profissionais de saúde. Sugestões de temas? Envie para cá.

O Programa Saúde da Família segundo profissionais de saúde, gestores e usuários
Artigo na íntegra AQUI

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Aparelho HDR

Assinatura de projeto de Lei

Assita ao vídeo clicando AQUI

Bom exemplo


Reino Unido eleva idade mínima para comprar tabaco
da Efe, em Londres

Uma lei que eleva de 16 anos para 18 anos a idade mínima para comprar tabaco no Reino Unido entrará em vigor nesta segunda-feira, com o objetivo de reduzir a taxa de fumantes e evitar que menores comprem tabaco.

A aplicação desta norma acontece três meses após a Inglaterra proibir o fumo em todos os lugares públicos fechados, incluindo bares e restaurantes, como já fez o restante do Reino Unido.

"Estamos decididos a reduzir o número de jovens que fumam", assegurou o secretário de Estado britânico de Saúde Pública, Dawn Primarolo, em uma nota de imprensa divulgada pelo Ministério da Saúde do Reino Unido.

Segundo o secretário, a elevação da idade mínima para 18 anos --a mesma necessária para comprar bebidas alcóolicas-- permitirá que "menos jovens se tornem viciados em nicotina e continuem fumando quando sejam adultos".

Segundo a organização Cancer Research UK, 16% dos meninos e 24% das meninas com idade de 15 anos são fumantes regulares.

A medida chega precedida por uma campanha publicitária para explicar a mudança na lei tanto aos estabelecimentos que vendem tabaco como aos adolescentes.

A estas medidas se somará, a partir de setembro de 2009, a obrigação de que todos os pacotes de tabaco vendidos no Reino Unido incorporem imagens de câncer de pulmão e de outros danos provocados pelo cigarro.

Os fabricantes de cigarros terão dois anos para ilustrar todos os pacotes com as 15 imagens escolhidas, em consulta pública, para acompanhar os atuais textos de advertência sobre os perigos de fumar.

Fonte: Folha online

Renasce a Esperança


Prefeito Odelmo Leão assina projeto de lei que beneficia pacientes com câncer

Projeto de Lei pede autorização para o repasse de verbas para a Faepu comprar o HDR

O prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, assinou, na tarde desta segunda-feira, 1º de outubro, o projeto de lei que será encaminhado hoje à Câmara de Vereadores e que autoriza a Prefeitura de Uberlândia a promover a transferência no valor de até R$ 750 mil à Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia (Faepu), para importar o aparelho de braquiterapia de alta taxa de dose, o chamado High Dosage Radiation (HDR), empregado no tratamento de pacientes com câncer de colo uterino. O equipamento será utilizado pelo Hospital do Câncer de Uberlândia.

Atualmente, as pacientes que necessitam de tratamento com HDR precisam ser transferidas para a cidade de Barretos, no estado de São Paulo. Com a instalação do aparelho em Uberlândia, cerca de 20 mulheres voltarão a ser atendidas no Município, a cada mês.

“Chegamos ao entendimento que tínhamos que tomar uma atitude rápida com relação a este problema que afeta a saúde pública em Uberlândia”, disse Odelmo Leão. Segundo ele, esta é uma contribuição para que definitivamente Uberlândia possa tratar das pessoas que precisam do Hospital do Câncer.


O prefeito enalteceu também a importância do trabalho realizado pelo Grupo Luta pela Vida. “Sensibilizados com o problema, decidimos passar para uma outra etapa. Eu entendo que o município de Uberlândia está fazendo a sua parte na área de saúde. Este ato é em nome da nossa população e em prol do Hospital do Câncer”, ressaltou o prefeito.

Segundo o presidente do Grupo Luta pela Vida, Antônio Carlos Carneiro de Miranda, o HDR trará qualidade ao tratamento oferecido às pacientes com câncer de colo uterino, possibilitando um atendimento mais ágil e digno. A mesma opinião é compartilhado pelo secretário de Saúde de Uberlândia, Gladstone Rodrigues da Cunha, que acrescentou que o atendimento às pacientes será feito em um tempo menor.

Fonte: Secom/PMU
Foto de Douglas Soares em:Portal PMU
Logomarca Grupo Luta pela Vida

Dengue

Prefeitura treina agentes de controle da dengue

A Prefeitura de Uberlândia continua com ações para manter o índice de 0,2% de infestação do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, e manter o exemplo de que esse mal pode ser combatido e até eliminado, mesmo quando os índices chegam a 45,12% em diversas regiões do País. Para evitar a propagação do vetor, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) aposta na prevenção adequada para reduzir os índices de infestação do mosquito e vai, até o final dessa semana, treinar e reciclar aproximadamente 300 agentes para atuarem no controle do mosquito. Durante o treinamento, os agentes terão aulas sobre a “Interação do Vírus e o Vetor”, “Manifestações Clínicas da Dengue”, “Tratamento”, e, ainda, receberão orientações de como fazer o combate e a conscientização nos domicílios.

O coordenador do Programa Municipal de Combate à Dengue, José Humberto Arruda, destaca que é imprescindível o treinamento dos agentes para que os trabalhos tenham sucesso. “O governo municipal está fazendo a sua parte, mas é preciso que a população também faça a sua, não deixando acumular água e eliminando possíveis recipientes, como pneus, latas e garrafas”, ressaltou.

Entre as ações que baixaram o índice de infestação em Uberlândia, Arruda destaca o trabalho de vedação de caixas de água e o recolhimento de pneus – feito em parceria com borracharias e imobiliárias, que facilitam a entrada de agentes em imóveis fechados para a venda ou aluguel. Outra medida foi adicionar óleo de cozinha na composição química (e não água) do “fumacê”, para perdurar a presença e o efeito do inseticida utilizado contra o mosquito.

Fonte: Secom/PMU

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

ICMS Ecológico

Saneamento é SAÚDE


“ICMS Ecológico: Saneamento é + de 100”

A Prefeitura de Uberlânda recebeu, durante o encontro ICMS Ecológico: "Saneamento é + de 100", o destaque de ouro na performance Aterro Sanitário.
Fonte: Secom/PMU
Veja o vídeo clicando AQUI

Saiba mais sobre a premiação, visite o site da CMRR