Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





domingo, 16 de março de 2008

Contra a Dengue


EMEIs recebem orientações contra a Dengue
O trabalho educativo é uma extensão do 3º Mutirão Uberlândia contra a Dengue


O Mutirão Uberlândia contra a Dengue dá continuidade às suas atividades nos dias 17 e 18 de março na Escola Municipal de Educação Infantil – EMEI do Bairro Luizote de Freitas*, pela manhã e à tarde. O trabalho educativo é uma extensão do 3º Mutirão Uberlândia contra a Dengue, que levou orientações de como evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença para 114 escolas públicas, entre municipais e estaduais, no mês de fevereiro e primeira semana de março. Nas 55 EMEIs e Unidades de Desenvolvimento Infantil do Município, que atendem crianças com até cinco anos, o teatro de fantoche será um dos instrumentos utilizados para sensibilizá-las.


Balanço do Mutirão

De acordo com Neide Mara Batista Borraz, do Núcleo de Educação e Saúde (do Centro de Controle de Zoonoses), o Mutirão contra a Dengue realizado nas 114 escolas do Município alcançou a expectativa. O cálculo é que o Mutirão tenha atingido aproximadamente 80 mil pessoas, entre alunos e servidores das escolas. “O trabalho de combate à Dengue deve ser ressaltado como um todo, pois todas as ações – do Município e dos moradores – são importantes”, afirma Neide Mara. Com relação ao trabalho feito nas escolas, especificamente, ela ressalta o empenho de seus diretores, professores, estudantes e colaboradores. “O envolvimento de todos, desde os anos anteriores, colaborou para que Uberlândia vencesse o índice preocupante de notificações de 2006 e a colocasse em destaque nacional por manter, hoje, índice abaixo do que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde”, finaliza.

* A EMEI Luizote fica na rua Roberto Margonari, 723, bairro Luizote, Uberlândia (MG).

Fonte: