Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





terça-feira, 31 de março de 2009

PSF Granada

PSF Granada promove Semana da Atividade Física

Em comemoração ao Dia Mundial da Atividade Física (6 de abril), o Programa Saúde da Família (PSF) Granada II oferece cinco dias de atividades que beneficiarão a saúde física e a saúde mental dos pacientes.

Nesta segunda-feira (30), os pacientes participaram de aulas de yoga. Amanhã (31), quem passar pelo PSF pode fazer alongamento; na quarta-feira (1), ginástica localizada; na quinta-feira (2), unibiótica e na sexta-feira (3), caminhada com saída do PSF. Todas as atividades começam às 8h30.

Local das atividades: Igreja Presbiteriana (Rua Agripino Valeriano da Silva, 171)
PSF Granada II (Alameda Elias Francisco de Andrade, 200).

Jornalista Alitéia Milagre


Fonte:
Secretaria Municipal de Comunicação Social
Av. Anselmo Alves dos Santos, 600 – Uberlândia / MG.
Fones: (34) 3239-2684 / 2441 / 2883

Atividade Física

Dia Mundial da Atividade Física será comemorado com caminhada
Será aberta também neste domingo, a semana Nacional da Saúde, com serviço de orientação à população



Para comemorar o dia mundial da atividade física, a Futel, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e Sesc, promove neste domingo (5), uma caminhada ecológica, no Parque do sabiá, com percurso de 5 km. Não é necessário fazer inscrição antecipada e pessoas de qualquer idade podem participar. “É uma forma de lembrar o quanto a atividade física é importante para o ser humano. Para a garantia de uma vida saudável, o melhor remédio é uma caminhada diária, uma corrida, natação, futebol ou outra atividade física. Uma alimentação balanceada também contribui para o nosso bem-estar”, disse o diretor geral da Futel, Antônio Carrijo.

A participação da Secretaria Municipal de Saúde corresponde ainda à abertura da Semana Nacional da Saúde. O público que for ao Parque do Sabiá, neste domingo, terá acesso aos serviços de orientação para diabéticos e hipertensos, formas de combate ao mosquito da dengue, escovação de dentes e ainda formas de prevenção das DST/AIDS. “Estaremos levando à população orientações gerais sobre saúde e qualidade de vida. Não vamos falar em doença. Vamos levar à população dicas e orientações de saúde”, disse o assessor municipal de saúde, Mauro Lima.

As comemorações da Semana Nacional de Saúde terão seqüência na segunda-feira (6), com a palestra Rehuna (Rede pela Humanização do Parto e Nascimento), às 14h, no auditório Cícero Diniz, da Prefeitura Municipal, ministrada pelo médico obstetra e professor da Universidade Federal de Florianópolis, Dr. Marcos Leite. As inscrições podem ser feitas na Diretoria de Gestão de Pessoas, no anexo da Secretaria Municipal de Saúde, pela internet no endereço dgp@uberlândia.mg.gov.br ou ainda pelo telefone 3229-1519.

Entre os dias 7 e 9 serão desenvolvidas atividades educativas sobre saúde, nas unidades de saúde em todas as regiões da cidade.

Jornalista Luis Antônio Figueira

Fonte:





Secretaria Municipal de Comunicação
Av. Anselmo Alves dos Santos, 600 – Uberlândia / MG
Fones: (34) 3239-2684 / 2441 / 2883

segunda-feira, 30 de março de 2009

Foto documentado

Imagens do 5º Aciso – Ação Cívico Social do Bairro Lagoinha neste domingo

As Unidades Básicas de Saúde da Família do Bairro Lagoinha e Sociedade Eunice Weaver, com o apoio da Associação de Moradores e Polícia Militar de Minas Gerais promoveram neste domingo, dia 29/03 das 8h às 12h o 5º ACISO – Ação Cívico Social do Bairro Lagoinha.

A Banda de Música da Polícia Militar iniciou o evento, seguido de apresentações artísticas de moradores da região.

Unidades de saúde Lagoinha 1 e 2, ofereceram à população aferição de pressão arterial e glicemia, vacinas, informações do cadastro do Cartão SUS, planejamento familiar e sobre prevenção de várias doenças, tendo a colaboração de estagiários do Colégio Profissional.

A Polícia Militar através do PROERD levou informações sobre drogas, tendo a presença do boneco PM Legal, bem como a apresentação de cães treinados.

O SENAC levou corte de cabelos com seus profissionais, bem como a Secretaria Municipal de Meio Ambiente fez distribuição de mudas.

O Conselho Municipal de Saúde se fez representar através do vice presidente Sr.Carlos Andrade de Oliveira e do conselheiro distrital leste, Cleber Suzigan.

Fonte texto: SCIS
Fotos: Renato Cury


CMS

Discussão e aprovação da ata da reunião anterior, informes, apresentação da RNP - Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS, Plano Operativo à Sáude dos Adolescentes Privados de Liberdade, Agenda de Compromissos 2009, Projeto de Incentivos para CAPS AD e CAPSi, Plano Municipal de Investimentos na Atenção Primária à Saúde e outros assuntos.

Estiveram presentes além do Gestor, Dr. Gladstone Rodrigues da Cunha Filho e do vice presidente Sr. Carlos Andrade de Oliveira, os assessores da Secretaria Municipal de Saúde Sr. Mauro Lima e Sr. Adalberto Duarte da Silva e vários integrantes do Conselho.

A RNP - Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS apresentou seu trabalho através da Assistente Social e Coordenadora da RNP - Cléa Vital de Oliveira, juntamente com sua diretoria presente: Poliana Souto - Secretária Organizacional, Carolina Cardoso Junqueira de Freitas - psicóloga e André Estrela Neto - cirurgião dentista voluntário.

A reunião do Conselho Municipal de Saúde é sempre na últma quarta do mês e neste mês excepcionalmente foi nesta quinta.


Texto fonte: SCIS












Fotos: Renato Cury

Álcool

Controle de uso do álcool em empresas deve fazer parte de política de saúde, diz especialista
Ivy Farias
Repórter da Agência Brasil



São Paulo - Professor aposentado de toxicologia da Universidade de São Paulo (USP) e dono de um laboratório que realiza exames toxicológicos em empresas, Ovandir Alves da Silva, defende que a detecção do alcoolismo no trabalho seja feita como parte de uma política de saúde.

Para defender seu ponto de vista, ele apresenta um dado que mostra que 86% das pessoas que se trataram, nos últimos dois anos, em clínicas do interior do estado, detectaram a doença por meio de exames feitos nas empresas em que trabalhavam.

Ele alega que só aplica o teste em funcionários desde que a companhia que o contrate tenha uma política de saúde. "Primeiro, eu ministro palestras, depois faço os testes. Acho importante que o exame seja aplicado não só em empresas, como também nas universidades", completou.

A prática de pedir exames toxicológicos para detectar se o funcionário usa drogas ou álcool é comum em algumas empresas desde 1984. E, embora a legislação trabalhista não faça qualquer referência ao exame toxicológico no processo de seleção, os advogados se baseiam na Lei 9.029/95 em processos contra a prática, já que ela impede qualquer tipo de discriminação no momento da contratação.

Segundo a advogada e ex-presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo (AATSP), Fabíola Marques, a legislação não proíbe e nem autoriza tal exame, nem no momento da contratação ou periodicamente, durante o desempenho de sua função.

No entanto, ela alerta para o fato de que o funcionário tem que ser avisado caso a empresa vá aplicar o exame. "A empresa não tem o direito de exigir exame toxicológico e não pode fazê-lo sem o conhecimento do funcionário."

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estabelece que a embriaguez habitual ou em serviço é uma das razões para demitir um funcionário por justa causa. A advogada alerta, porém, que o dispositivo tem interpretações diversas atualmente.

"Como a OMS [Organização Mundial de Saúde]definiu o alcoolismo como uma doença, há juízes que entendem que o empregado possa precisar de um tratamento em vez de ser demitido. Outros já aceitam a justificativa da mesma forma como está especificado na lei", disse Fabíola.

Na companhia de ônibus Itapemerim, o exame é feito para detectar o nível do álcool nos 2.087 motoristas, em todas as viagens realizadas pelo país. Se o bafômetro indicar um resultado acima de 0,28% - o equivalente a uma lata e meia de cerveja, por exemplo - o condutor tem 15 minutos para realizar novamente o teste. Se a dosagem for maior que a padrão, a empresa substitui imediatamente o motorista e cria um processo administrativo.

Segundo o gerente operacional da companhia, Edmar Xavier, o índice de motoristas substituídos é praticamente nulo. A empresa implantou o teste do bafômetro em 1994 por acreditar que preservaria a segurança dos funcionários e clientes e o patrimônio da companhia. "Fizemos um trabalho de conscientização com os motoristas, com palestras e folhetos explicativos", afirmou.

Xavier relembrou que apenas com um pequeno grupo de motoristas teve resistência a realizar o teste do bafômetro. "Como eles são cristãos, falaram que não precisavam realizar o exame já que nunca ingeriam álcool. Explicamos que todos deveriam fazer, independentemente de raça, idade ou religião."

O gerente explicou que antes de contratar qualquer profissional, a empresa faz questão de conhecer a família do candidato. "Fazemos como um trabalho preventivo. Se sabemos que ele costuma beber, evitamos a contratação."


Fonte: Agência Brasil

BVS

A democratização da saúde através da informação é um dos destaques da Estação Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) apresentada na manhã de hoje (27), no auditório Cícero Diniz, da Prefeitura Municipal. Durante a apresentação, a coordenadora do Centro Latino Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde/BIREME, Rosimeire Rocha Pinto destacou a importância da biblioteca virtual para gestores públicos, pesquisadores e para a pessoa que busca qualquer tipo de informação.
No período da tarde foi realizado um treinamento da BVS no laboratório de informática da UFU.

Fonte: SCIS
Fotos Renato Cury





sábado, 28 de março de 2009

Prefeitura a mil

Prefeitura desenvolve ações no bairro Tocantins
O evento acontece na avenida Taylor Silva ao lado do Lar


Neste domingo, dia 29, moradores do bairro Tocantins e região vão ter acesso a diversos serviços oferecidos pela Prefeitura de Uberlândia. As ações serão desenvolvidas durante a 5ª Edição do Projeto Linha Dura no Seu Bairro, da TV Vitoriosa.

Profissionais do Programa DST/AIDS, da Secretaria Municipal de Saúde farão um trabalho educativo sobre a importância do uso da camisinha e prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis. Integrantes do Núcleo da Juventude vão reforçar a conscientização, distribuindo preservativos masculinos e folhetos explicativos sobre DST/AIDS. A Secretaria também vai oferecer um teste rápido para o diagnóstico de hepatite C e quem ainda não tomou a dose contra a Rubéola pode aproveitar para se imunizar.

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos vai disponibilizar informações sobre a melhor forma de descartar o lixo. E uma oportunidade para quem quer ganhar mudas e aprender a plantar. O Horto Municipal vai distribuir mudas de médio e pequeno porte de murta, flamboyant mirim, ipê mirim, hibisco e moringa.

A equipe da Defesa Civil também estará no local uniformizada e vai dar dicas sobre os cuidados que a população deve ter em dias de chuva forte.

A gerente de projetos escolares, Betânia Bortolozo e a supervisora de projetos educacionais e ambientais, Glaucia Neves de Freitas, serão as representantes do Dmae que vão dar detalhes sobre o Programa Buriti - que propõe aos produtores rurais da região parceria na proteção e recuperação das nascentes da bacia do rio Uberabinha e também ressaltar a importância do uso racional da água.

Para as crianças, haverá distribuição de sorvete e diversão garantida com brinquedos pula-pula, piscina de bolinha e touro mecânico. Também estão previstos shows com a banda Kaçamba, Frenezi e outros artistas da região.

Serviço:
5º Projeto Linha Dura no Seu Bairro
Dia: 29 de março
Horário: 9h às 13h
Local: Av. Taylor Silva ao lado do Lar - Bairro Tocantins
Entrada Franca

Fonte:




sexta-feira, 27 de março de 2009

5º Aciso

5º Aciso – Ação Cívico Social do Bairro Lagoinha neste domingo




Foto de ações do ACISO de 2008
Foto: Renato Cury



As Unidades Básicas de Saúde da Família do Bairro Lagoinha e Sociedade Eunice Weaver, com o apoio da Associação de Moradores e Polícia Militar de Minas Gerais promovem neste domingo, dia 29/03 das 8h às 12h o 5º ACISO – Ação Cívico Social do Bairro Lagoinha.

A Ação será na Rua Aldorando José de Souza (abaixo da UBSF), entre as Ruas Quitandinha e Aristóteles com uma programação voltada para o cidadão do bairro.

O início será com a apresentação da Banda de Música da Polícia Militar seguido de apresentações artísticas de moradores da região.

Haverá também as barracas da saúde com aferição de pressão arterial e glicemia, vacinas, informações do cadastro do Cartão SUS, planejamento familiar e sobre prevenção de várias doenças.

A Polícia Militar através do PROERD levará informações sobre drogas e a presença do boneco PM Legal, bem como a apresentação de cães treinados.

Terá a presença do SENAC com corte de cabelos e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente fazendo distribuição de mudas.

SCIS

Pensando futuro


Brasil terá esquema especial contra surtos durante a Copa
Dezoito unidades de vigilância permanente vão garantir a detecção e a investigação de doenças. Sistema foi usado durante o Fórum Social e Jogos Panamericanos



Um sistema especial para detecção e monitoramento de doenças garantirá maior tranqüilidade aos mais de 500 mil estrangeiros e os milhões de brasileiros de participantes do maior evento esportivo do planeta, a Copa do Mundo de 2014, que será sediada pelo Brasil. O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), atualmente com 18 unidades de vigilância estruturadas para receber notificações da ocorrência de enfermidades que podem se disseminar e provocar surtos, chegará ao ano da Copa com 55 unidades, um crescimento de 200%.

Essa estrutura será usada durante a Copa do Mundo, como ocorreu recentemente durante o Fórum Social Mundial, em Belém. O Brasil, assim como os Estados Unidos, México, Canadá e Suíça, entre outros, é um dos poucos países do mundo a possuir uma rede especialmente preparada para lidar com surtos e emergências que coloquem em risco a saúde da população. O sistema brasileiro integra a rede internacional de alerta para qualquer situação de emergência em Saúde Pública.

“Isso torna o Brasil uma das referências na área de vigilância epidemiológica no mundo”, afirma o secretário de Vigilância em Saúde, Gerson Penna. “Além disso, o sistema brasileiro de investigação de surtos permite qualificar, na prática, equipes de todo o país para novos desafios em saúde”.

Desde 2006, quando começou a ser implantada no País, a Rede CIEVS tornou mais rápido e eficiente o controle de doenças e a prevenção de surtos e epidemias no país. No decorrer de três anos, foram investigadas cerca de 600 ocorrências, em diversos estados, de surtos e situações de risco à saúde da população. Todos os casos envolveram situações inusitadas em que há necessidade da parceria das esferas federal, estadual e municipal na investigação epidemiológica. Alguns dos resultados obtidos foram o controle e bloqueio de surtos de febre amarela, hantavirose, febre maculosa, meningites e sarampo. Embora estas sejam doenças de notificação compulsória na rotina das unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), a Rede CIEVS é acionada em casos em que a secretarias estaduais e municipais de saúde necessitem de apoio e orientação.

Com base nos dados coletados durante as investigações, ações são desencadeadas pelos estados ou municípios com o apoio e orientação do CIEVS. Portanto, o objetivo da Rede é detectar e investigar riscos à saúde para a imediata adoção de medidas de controle e bloqueio. A Rede CIEVS, coordenada pelo Ministério da Saúde, em parceria com estados e municípios, funciona como sensor para situações de alerta em saúde.

Duas das mais importantes atuações do CIEVS o credenciam para eventos do porte da Copa do Mundo. A mais recente ocorreu durante o Fórum Social Mundial (FSM), em Belém (PA) e, anteriormente, nas áreas próximas aos locais de competições e alojamento dos Jogos Panamericanos 2007, no Rio de Janeiro. De acordo com o coordenador da Rede CIEVS no Ministério da Saúde, George Santiago Dimech, o modelo aplicado ao FSM será repetido durante os Jogos Mundiais Militares e possíveis Olimpíadas no Rio de Janeiro.

Por Ubirajara Rodrigues, da Agência Saúde

quinta-feira, 26 de março de 2009

Educação em saúde

Núcleo de Educação em Saúde do Centro de Controle de Zoonoses percorre instituições particulares e EMEIs



Foto: Renato Cury

Dando prosseguimento ao projeto de Mobilização Pedagógica de combate à Dengue iniciado em 06/02/09 nas Escolas Públicas Municipais e Estaduais em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, o Núcleo de Educação em Saúde do Centro de Controle de Zoonoses, sob a Gerência de Neide Borraz, irá fazer uma apresentação nas seguintes instituições:



- Dia 26/03 - APAE – Bairro Cidade Jardim - período manhã e tarde

- Dia 27/03 - Instituto Tereza Valse – Bairro Brasil – período manhã e tarde

- Dia 30/03 - EMEI Profa. Carmelita

- Dias 31/03 à 03/04 - EMEI do B.Luizote – período manhã e tarde
- Dias 06 e 07/04 - EMEI do B. Oswaldo Rezende - período manhã e tarde
- Dias 08, 13 e 14/04 - EMEI Maria Pacheco Rezende – Bairro Santa Mônica - período manhã e tarde

Nas unidades de Educação Infantil a metodologia usada será o teatro de fantoches elaborado e executado pelos agentes de Educação em Zoonoses do CCZ de Uberlândia.



Núcleo de Educação em Saúde do Centro de Controle de Zoonoses William H.Stutz
Gerente: Neide Borraz
3213-1470 ramal 37



Fonte: SCIS

Avaliação cardio

Especialista destaca importância da avaliação do risco cardiovascular


A identificação dos pacientes sob risco elevado de sofrer um evento coronário tem papel fundamental na prevenção do infarto e do derrame, segundo o cardiologista Wilson Salgado Filho, do Instituto do Coração, em São Paulo. Em palestra no III Simpósio Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais, em Piracicaba-SP, o especialista destacou a importância da prevenção cardiovascular, inclusive em pacientes de risco intermediário.

De acordo com o cardiologista, cerca de 50% dos pacientes podem sofrer, como primeira manifestação de doença coronária, um infarto agudo do miocárdio sem nenhum sinal de alerta preliminar, resultando em alto índice de mortalidade.

Por causa dessa alta taxa de eventos cardíacos ocorrendo “sem aviso prévio”, seria importante a avaliação do risco cardiovascular, inclusive “nos pacientes classificados como de risco intermediário, que representam o maior contingente da população em risco, frequentemente subestimados na prática clínica diária”.

O médico do Incor destaca que, para a avaliação do risco cardiovascular os especialistas têm buscado a detecção da aterosclerose sub-clínica com a utilização de técnicas não-invasivas de rápida execução, como a angiotomografia de artérias coronárias sem contraste para o cálculo do nível de cálcio, que pode obstruir as artérias.

“Além disso, a estratificação do risco cardiovascular representa uma base concreta para o estabelecimento de metas lipídicas adequadas na prevenção de eventos cardiovasculares, resultando em melhor eficácia na abordagem terapêutica e maior incentivo para a aderência de um estilo de vida saudável e criativo”, destacou o especialista.

Fonte: http://boasaude.uol.com.br

quarta-feira, 25 de março de 2009

Panfletagem

Imagens do Dia Mundial de Combate à Tuberculose, que aconteceram nesta terça dia 24/03 promovido pelo Programa de Controle à Tuberculose da Secretaria Municipal de Saúde - sob a Coordenação de Rosária Maria Paixão e sua equipe, com o apoio de alunos das áreas de enfermagem de instituições de ensino. Simultaneamente houve panfletagem em todos os outros terminais e sala de espera educativa nas unidades de saúde.

Fotos: Renato Cury

terça-feira, 24 de março de 2009

Tuberculose

Ações marcam o Dia Mundial de Controle da Tuberculose
Equipes da Secretaria Municipal de Saúde desenvolverão ações para conscientizar a população sobre a doença


Foto: Daniel Nunes














As equipes do Programa de Controle da Tuberculose, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), farão uma blitz educativa sobre a tuberculose, nesta terça-feira, dia 24, às 8h, na avenida Rondon Pacheco, altura do viaduto da rua Duque de Caxias. A ação marca o Dia Mundial de Controle da Tuberculose. Até o dia 27, também serão realizadas panfletagem e repasses de informações nos terminais de ônibus, feiras livres e unidades da rede municipal de saúde. A intenção é conscientizar a população sobre a doença, modos de transmissão e tratamentos.

Por meio destas ações, a SMS trabalha para mudar o pensamento tradicional sobre a tuberculose e envolve a população no controle e combate da patologia. “A doença tem cura, mas é preciso que a população se conscientize. Por isso é importante levarmos informações”, disse Rosária Maria Paixão, coordenadora do Programa de Controle da Tuberculose. Dados do Programa estimam que ocorram 129 mil casos por ano e somente 90 mil são notificados. De janeiro de 2009 até agora, o número de pacientes em tratamento em Uberlândia chega a 77, e não foi registrado nenhum abandono.

Fonte:

Biblioteca virtual

Biblioteca virtual em saúde será implantada nesta sexta-feira


Uberlândia será a primeira cidade do interior de Minas Gerais a receber a Estação Biblioteca Virtual em Saúde (Estação BVS). Na biblioteca virtual, o usuário poderá navegar por mais de 16 milhões de referências em bases de dados nacionais e internacionais. A instalação e apresentação da biblioteca acontecerão nesta sexta-feira, às 9h, no auditório Cícero Diniz, da Prefeitura Municipal.

A Estação BVS permitirá aos usuários acesso livre e gratuito a informações geradas por instituições do Sistema Único de Saúde (SUS) e acadêmicas disponíveis na BVS. Neste espaço, gestores, pesquisadores, estudantes, profissionais em saúde e sociedade em geral terão acesso a mais de 16 milhões de referências técnico-científicas e poderão conhecer melhor as políticas, programas e ações do Ministério da Saúde e legislação sanitária vigente.

A comunidade também terá acesso à biblioteca virtual, acessando informações como: dicas em saúde, exposições virtuais e datas relevantes para a saúde. “ O diferencial é que cada Estação conta com profissionais capacitados e preparados para atender à comunidade usuária e atuarem como agentes multiplicadores de informação”, disse a coordenadora da biblioteca e videoteca da saúde, Liliane Pereira Tannus Gontijo.

A Estação Biblioteca Virtual compõe a estratégia da Rede de Bibliotecas e Unidades de Informação Cooperantes da Saúde (BiblioSUS), que divulga a produção literária da esfera federal do SUS e fomenta o debate, a interação, a pesquisa e a promoção da saúde.

A implantação da biblioteca virtual, na esfera estadual, já contemplou o Distrito Federal e 26 estados. Na esfera municipal já foram contempladas 13 instituições, sendo dez secretarias municipais de saúde (Teixeira de Freitas/BA, Prado/BA, Vitória da Conquista/BA, Boa Vista/RR, Palmas/TO, São Luís/MA, Campo Bom/RS, Manaus/AM, Barbalha/CE e Ariquemes/RO) e três hospitais vinculados ao SUS (Juliano Moreira/BA, Nereu Ramos/SC e HRAS/DF).

A Estação BVS do Município de Uberlândia é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde, por meio do Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme/Opas).


Instalação e Apresentação da Estação BVS
Data: 27/03/2009
Hora: 9h
Local: Auditório Cícero Diniz (Auditório do Centro Administrativo da Prefeitura de Uberlândia)
Endereço: Av. Anselmo Alves dos Santos, 600 – Santa Mônica



Agência Saúde
Coordenação-Geral de Documentação e Informação do Ministério da Saúde
Tel: (61) 3315-2431
Fax: (61) 3321-3731
  • Biblioteca Virtual em Saúde Pública – Brasil:
    saudepublica.bvs.br
  • Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde:
    www.saude.gov.br/bvs
  • Rede BiblioSUS:
    www.saude.gov.br/bibliosus
  • Estação BVS:
    www.saude.gov.br/estacaobvs



    Fonte:
    Secretaria Municipal de Comunicação Social
    Av. Anselmo Alves dos Santos, 600 – Uberlândia / MG. Fones: (34) 3239-2684 / 2441 / 2883
  • segunda-feira, 23 de março de 2009

    Pare de fumar hoje!


    Veja abaixo o que o cigarro faz com seu corpo:
    Encoste o ponteiro do mouse nos círculos vermelhos.


    Proteínas

    Consumo de proteínas é importante para perder peso e gorduras


    A redução do consumo de calorias reduz o peso corporal. Porém a ingestão de um pouco mais de proteína pode ser eficaz em reduzir a gordura corporal e melhorar o perfil lipídico do sangue (colesterol e triglicérides), segundo estudo da Universidade do Illinois, nos EUA.

    No estudo, 130 adultos com sobrepeso foram divididos em dois grupos de dietas de restrição de calorias – uma rica em carboidratos (55% das calorias vindo dos carboidratos; 15%, das proteínas; e 30% de gorduras), e a outra, com consumo moderado de proteínas (40% das calorias vindo das proteínas – essencialmente de carnes magras e laticínios desnatados –; 40%, de carboidratos; e 30%, de gorduras).

    E, após um ano, a última dieta, com um pouco mais de proteína, representou maior perda de peso – 10,4 kg perdidos, contra 8,6 kg da outra –, maior perda de gordura, e melhora mais significativa nos níveis de triglicérides e de colesterol “bom” (HDL). Os autores destacam que o importante das dietas é ter o acompanhamento profissional e equilibrar o consumo de nutrientes.



    Fonte: http://blogboasaude.zip.net

    Participe




    SUS Patrimonio da Humanidade

    Essa proposta pretendente obter junto à UNESCO o título de patrimonio imaterial e cultural da humanidade para o SUS.
    Será preparado um Dossiê e um livro virtual de assinaturas.

    Abaixo assinado virtual
    AQUI

    Tuberculose

    Uberlândia intensifica ações contra a Tuberculose
    Equipes do Programa de Controle a Tuberculose desenvolvem atividades de conscientização


    A Secretaria Municipal de Saúde realiza nesta terça 24/03, dia Mundial de Controle da Tuberculose, atividades de conscientização. Equipes do Programa de Controle a Tuberculose e estagiários farão blitzen educativas na Av. Rondon Pacheco embaixo do viaduto da Rua Duque de Caxias, panfletagem nos terminais do Sistema Integrado de Transporte, feiras livres, locais de risco e em salas de espera de unidades de saúde da rede municipal, para alertar a população sobre a importância do combate à doença.


    “A doença tem cura, mas para isso é preciso que a população se conscientize. Por isso é importante levarmos informações às pessoas, pois o conhecimento é a possibilidade de mudar o pensamento tradicional sobre a Tuberculose, buscando sempre a participação popular no seu controle e combate”, ressalta a coordenadora do Programa, Rosário Maria Paixão.


    Fonte: SCIS

    Divulgação científica

    Iogurte antiúlcera

    Cientistas japoneses desenvolvem iogurte enriquecido com anticorpo contra Helicobacter pylori, bactéria causadora de gastrite e úlcera estomacal

    Leia mais AQUI


    NOTÍCIAS

    Mulheres na ciência

    LOréal-Brasil e Academia Brasileira de Ciências apoiarão sete projetos de jovens pesquisadoras, que receberão, cada uma, o equivalente a US$ 20 mil
    Leia mais


    Bolsas de pesquisa em Portugal

    Cátedra da FFLCH-USP oferece bolsas de estágio de pesquisa para estudantes de mestrado, doutorado ou pós-doutorado. Inscrições até 31 de março

    Mais AQUI


    AGENDA

    Conferência de Políticas Públicas Saudáveis e os Processos de Monitoramento e Avaliação

    Política pública saudável no Canadá: avanços, atrasos e lições aprendidas será um dos assuntos debatidos no dia 25 de março, em Campinas (SP)

    Leia mais

    Fonte: Agência FAPESP

    Poesias sobre Dengue

    A atuante colega Denise Andrade envia mais esta boa notícia.



    A Prefeitura Municipal de Uberlândia, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde e escolas municipais da cidade, realizaram uma mobilização pedagógica contra a dengue.

    A Escola Municipal Professor Eurico Silva , destaca-se pelo envolvimento de todos nesta mobilização, que ocorreu em fevereiro e agora apresentamos os resultados das atividades dos alunos.

    As pedagogas Edenir e Júnia, e Denise Andrade, agente de saúde escolar do Programa de saúde Escolar; juntamente com todos os professores desenvolveram atividades, como:

    Denise Agente de saúde

  • jogo de perguntas e respostas sobre dengue.
  • No 1º e 2º ano do ensino fundamental “ entrevista ao aedes aegypti”

    Após as informações dadas, os professores Rogério Ernane e Joseli solicitou uma
    poesias ou desenhos sobre a Dengue.



    . A poesia dos alunos solicitada pelo professor Rogério Ernane esta disponível no blog http://ancbs.blog.terra.com.br/
  • Saúde escolar

    Nossos profissionais de saúde continuam a mil. O texto e as fotos foram enviados pela colega Denise Andrade.
    Mais uma vez parabéns pelo real envolvimento com o trabalho de fazer saúde.


    O Programa de saúde escolar atuante na Escola M. Prof. Valdemar Firmino de Oliveira, conta com um cooperação mútua entre saúde e educação.

    Denise Andrade e Érika Alves (Agente de saúde), professores Cida Moreira (ciências); Ilse Maria e Manoel (Educação artística ) e juntaram se para transmitir conceitos da dengue.

    "Agentes de saúde e professora de ciências passaram as informações e atividades sobre o tema, e em educação artística os alunos confeccionaram um mosquito da dengue a partir da garrafa de refrigerante pet (250ml) ;e também frases sobre prevenção Dengue em sala de aula, incentivando a reciclagem, e também o meio ambiente.

    A DENGUE é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, que se reproduz em sua maioria dentro das residências,. Educar para a saúde, é a melhor forma de conseguir a colaboração da população para eliminar os possíveis focos de água parada. Não é só informar e preciso conscientizar e continuamente falar do tema de forma multidisciplinar."






    Texto e fotos: Denise Andrade

    domingo, 22 de março de 2009

    Queimadas

    Desabafo do Blog da Saúde

    Insanidade, falta de civilidade, desvio de comportamento.
    Como descrever este ato/terror que é o atear fogo em lotes e matas.
    A punição maior é a vingança de um combalido ecossistema urbano já sufocado por tantas mazelas humanas. Agredido, reage.
    Ratos, escorpiões, cobras e cinzas, doenças e perigos a invadir casas.

    Criminoso, cruel, insano. Quem age assim não merece a cidade que tem.
    Está próxima a temporada dos piromaníacos. Que o céus e nossos valorosos bombeiros nos protejam.
    Não à barbárie, denunciemos pois estes criminosos.

    William H Stutz




    Queimadas em lotes vagos preocupam Prefeitura e Corpo de Bombeiros
    Segundo a assessora de comunicação organizacional do Quinto Batalhão de Bombeiros, o que preocupa é que o fogo é ateado pela própria população




    Fumaça é sinal de fogo e de trabalho para a Prefeitura e o Corpo de Bombeiros. O período de seca ainda nem começou e, segundo a assessora de comunicação organizacional do Quinto Batalhão de Bombeiros, Ana Paula Borges, já foram registradas onze ocorrências de queimadas em terrenos vagos, este ano. “Quem mora perto de terrenos incendiados reclama. Geralmente são idosos, famílias com crianças pequenas e que têm problemas respiratórios. O que preocupa é que o fogo é ateado pela própria população, que acredita que a ação facilita a limpeza dos terrenos, mas o que acontece mesmo é que o fogo pode tomar proporções maiores e danificar as casas e até a fiação elétrica”, relata. Ainda de acordo com a assessora, nos meses de julho, agosto e setembro esse número tende a aumentar.

    A Prefeitura, por intermédio da Secretaria de Serviços Urbanos faz a sua parte. Realiza a roçagem, a capina e a retirada do material em terrenos públicos e particulares, com o propósito de deixar a cidade limpa.

    O secretário municipal de Serviços Urbanos, Wilmar Ferreira, esclarece que mesmo após a roçagem, as pessoas ateiam fogo, causando desconforto à vizinhança. Por causa das chamas, escorpiões, ratos, baratas e outros insetos, saem desses terrenos e entram nas residências. “O artigo 16, da Lei 4.744/88 especifica que os proprietários de terrenos não edificados são obrigados a mantê-los capinado e limpo para evitar que seja utilizado como depósito de lixo, detritos e resíduos de qualquer natureza. Todos podem colaborar: os carroceiros, em não jogar lixo; os proprietários, em limpar seus terrenos e os moradores, em não atear fogo nos lotes”, ressalta. A lei diz ainda que é de competência do proprietário do imóvel a construção e conservação de muros e calçadas em toda a extensão do terreno.

    O diretor de controle ambiental da Prefeitura, Alessandro Uchitel comenta que há punição para quem comete o crime ambiental. “Em relação aos incêndios, o infrator é penalizado com multas, que variam de R$1.100 a R$50 mil”.

    Para acionar o Corpo de Bombeiros o número é (34) 3218-7128. Para denunciar, basta ligar no Disk Denúncia número 181.

    Fonte:




    sexta-feira, 20 de março de 2009

    Depressão

    Depressão atinge cerca de 5% das crianças em fase escolar
    Estudos mostram que a frequência da associação TDAH com Transtorno Depressivo Infantil é de 14%

    "Diagnóstico da depressão é mais difícil nas crianças, pois os sintomas podem ser confundidos com birra ou falta de educação, mau humor e agressividade. Mesmo assim, alguns comportamentos ajudam a indicar que uma criança possa estar deprimida"

    A depressão, um transtorno que muita gente acha que só atinge jovens e adultos, pode acarretar diversos problemas no aprendizado da criança e influenciar no seu desenvolvimento e comportamento durante a adolescência e a fase adulta. Além disso, muitas vezes está associada ao TDAH – Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade - presente em cerca de 5% a 13% da população infantil.

    Cerca de 14% das crianças com TDAH apresentam depressão, segundo mostram estudos realizados aqui no Brasil. “Se levarmos em conta a possibilidade de ocorrência de um episódio depressivo ao longo da vida da criança com TDAH essa porcentagem é absurdamente maior. A consequência dessa associação do TDAH com a depressão na infância e adolescência é o agravamento de ambos os transtornos e menor eficácia do tratamento instituído”, diz o neurologista de infância e adolescência Marco Arruda.

    É difícil diagnosticar depressão em crianças

    Numerosos fatores atuam no desencadeamento da depressão, como genéticos, químicos cerebrais e ambientais. Desde bem cedo a depressão pode se manifestar na infância, até mesmo em crianças pré-escolares, com menos de seis anos de idade. Nessa idade, ela ocorre em uma de cada 100 crianças da população geral. Na fase escolar, entre duas e quatro de 100 e em adolescentes, em torno de cinco a oito. “Para atenção dos pais, a depressão na infância ocorre na mesma frequência em ambos os sexos, mas a partir da adolescência até a vida adulta ela é mais frequente no sexo feminino”, alerta Dr. Arruda.


    Leia mais em http://www2.uol.com.br/vyaestelar

    quinta-feira, 19 de março de 2009

    Hipertensão

    Hipertensão pode atrapalhar memória e pensamento de crianças


    Crianças com pressão alta têm mais dificuldades de memória e em planejar e realizar tarefas complicadas direcionadas por objetivos, segundo estudo da Universidade de Rochester, nos EUA. E, de acordo com os autores, se a hipertensão for acompanhada pela obesidade, essas crianças podem ser mais propensas a ter ansiedade e depressão.

    As conclusões foram baseadas em um estudo que comparou 32 crianças e adolescentes (dez a 18 anos de idade) com diagnóstico recente de hipertensão com 32 com pressão normal. E os resultados, indicando que a hipertensão afeta as habilidades cognitivas das crianças, surpreenderam os pesquisadores apesar de serem similares a pesquisas com adultos.

    Apesar de o estudo ter indicado que o tratamento da hipertensão poderia reverter esses efeitos negativos na função cognitiva, os autores destacam que ainda não sabem as implicações, em longo-prazo, dessas mudanças sutis. E isso, dado o aumento da obesidade e hipertensão infantil no mundo, é motivo de preocupação.



    Fonte:http://blogboasaude.zip.net

    quarta-feira, 18 de março de 2009

    Vice-governador

    Vice-governador visita obras do Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia
    Antônio Anastasia recebeu informações sobre funcionamento e características do equipamento



    Foto: Daniel Nunes



    Durante sua viagem a Uberlândia, nesta segunda-feira, dia 16, o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Augusto Anastasia, visitou as obras do Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia. Acompanhado pelo prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, o vice-governador foi informado sobre como funcionará a unidade e suas características.

    Inicialmente foi apresentada a maquete do Hospital. Em seguida, Antônio Anastasia percorreu a obra e comentou que o local será referência no setor de saúde. Ao ouvir do secretário municipal de Saúde, Gladstone Rodrigues da Cunha, detalhes sobre todos os setores, o vice-governador elogiou a concepção arquitetônica e de engenharia do complexo.

    Localizado no bairro Jardim Botânico e com projeto do arquiteto e médico, Domingos Fiorentini, o Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia está com 55% de sua obra executada. O projeto reúne atributos técnicos que atendem aos mais exigentes padrões de qualidade hospitalar, adotando conceitos inteligentes, como manutenção de baixo custo e processos ecologicamente corretos.

    Em sua primeira fase, o Hospital terá 13.742 metros quadrados de área construída, em uma área total de 55 mil metros quadrados, o que corresponde a sete campos de futebol. A unidade contará com 258 leitos dispostos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), maternidade, pediatria e internação. A construção poderá ser expandida e comportar até 500 leitos.

    Área total: 13.742 metros quadrados

    Capacidade

  • UTI adultos: 30 leitos

  • UTI pediátrica: 10 leitos

  • UTI neonatal: 15 leitos

  • Berçário de cuidados intermediários: 11 berços

  • Maternidade: 17 quartos (51 leitos)

  • Pediatria: 15 quartos (45 leitos)

  • Internação: 32 quartos (96 leitos)

  • Total de leitos: 258 leitos

    Centro obstétrico: 04 salas

    Centro cirúrgico: 06 salas

    Estacionamento:

  • 745 vagas de automóveis

  • 35 vagas de motos


    Fonte
    Secretaria Municipal de Comunicação Social
    Av. Anselmo Alves dos Santos, 600 – Uberlândia / MG. Fones: (34) 3239-2684 / 2441 / 2883
  • Cirurgia

    Total de cirurgias de redução de estômago sobe 542%


    Número de estabelecimentos do SUS que fazem a operação triplicou e o volume de investimentos para atender a população com obesidade mórbida subiu 1.765%

    A oferta de cirurgia bariátrica (diminuição do tamanho do estômago para perda de peso) nos hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS) aumentou 542% desde 2001, quando o procedimento passou a ser realizado pela rede pública. Isso é o que mostra levantamento feito pelo Ministério da Saúde. Somente em 2008, no Brasil, foram realizados 3.195 cirurgias, a um custo de R$ 15,736 milhões para o SUS. Em 2001 foram gastos R$ 1,237 milhão para 497 procedimentos como esse. O investimento cresceu 1.765%. Também aumentou a quantidade de estabelecimentos habilitados para realizar a operação. Em 2001, eram 18. Hoje são 58 unidades pelo Brasil.

    “Estes números comprovam que o SUS tem confirmado sua missão de oferecer atendimento integral a todos os cidadãos. A cirurgia bariátrica é um procedimento extremo no combate à obesidade, mas além dele a pessoa que enfrenta este problema poderá contar com apoio na rede pública com consultas, exames e o suporte de profissionais especialistas no assunto”, ressaltou o secretário de Atenção à Saúde, Alberto Beltrame.

    O estado que realizou o maior numero de cirurgias foi São Paulo, com 1.068 procedimentos, seguido do Paraná (954) e Santa Catarina (344). O maior número de procedimentos é realizado em mulheres, em 2008 foram 2.639 cirurgias entre elas e 556 entre homens, cinco vezes menos.

    Estima-se que o Brasil tenha 3,73 milhões de obesos mórbidos, conforme dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica. Muitos deles já são atendidos pelo Sistema Único de Saúde em programas de emagrecimento, formados por equipe multidisciplinar, com participação de nutricionistas que prescrevem dietas. A indicação de atividades físicas também é recomendada para prevenção da obesidade. Antes de fazer a cirurgia, o paciente deve passar por uma avaliação clínica e cirúrgica e um acompanhamento com equipe multidisciplinar durante dois anos. Nesse período, ele é submetido a uma dieta e, se os resultados não forem positivos, a cirurgia é recomendada.

    A cirurgia bariátrica é recomendada quando o índice de massa corporal (IMC), ou seja, a razão entre o peso e o quadrado da altura, é maior que 40kg/m² em indivíduos com idade superior 18 anos, de qualquer sexo. Também pode ser realizada se o IMC estiver entre 35kg/m² e 40 kg/m² e o paciente apresentar diabetes, hipertensão arterial, apnéia do sono, hérnia de disco ou outras doenças associadas e a ausência de distúrbios psiquiátricos. Há indicação também quando o indivíduo vem ganhando peso nos últimos cinco anos, sem resposta satisfatória a tratamentos convencionais.

    Cirurgias bariátricas – aumento de 542%

    2001 - 497
    2002 – 1.008
    2003 – 1.778
    2004 - 1872
    2005 – 2.266
    2006 – 2.528
    2007 – 2.978
    2008 – 3.195

    Portarias GM nº 1.570, SAS nº 492 e 493


    Fonte: www.saude.gov.br

    terça-feira, 17 de março de 2009

    Dor de cabeça


    Dor de cabeça está relacionada a alta temperatura


    Geralmente associado a praia e diversão, o verão também é a época da dor de cabeça. Segundo estudo realizado com 7 mil pacientes do Centro Médico Beth Israel Deaconess, em Boston, nos Estados Unidos, a incidência de dores provocadas por enxaqueca, tensão ou outras causas aumentam em cerca de 7,5 % para cada cinco graus centígrados a mais na temperatura.

    Segundo a rede britânica BBC, os pesquisadores monitoraram vários fatores ambientais — como temperatura, pressão, umidade e poluição do ar — durante os três dias que antecediam as visitas dos pacientes ao hospital e nas semanas subseqüentes. O objetivo era verificar qual destes fatores estaria mais ligado a fortes dores de cabeça.

    O fator que se associou mais à doença foi a ocorrência de temperatura mais alta 24 horas antes das consultas. A baixa pressão atmosférica antes de cada ida ao hospital também foi notada, mas em grau menor.

    Para o doutor em Neurologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) André Matta, além do calor, outros problemas como cansaço ou alta luminosidade também estão freqüentemente associados ao aumento de casos de enxaqueca. “Os neurônios de quem tem enxaqueca são mais sensíveis. Quando esse tipo de informação — calor, muita luz etc — é recebido pelo cérebro, dispara mecanismos que provocam a dilatação de vasos sangüíneos e inflamação, responsáveis pela dor”, diz.

    As dores de cabeça são tratadas de várias formas, dependendo do que as provoca. Entre os tratamentos possíveis, está a acupuntura.



    Fonte: http://www.portaldoconsumidor.gov.br

    segunda-feira, 16 de março de 2009

    Viagra na rede

    STF decidirá nesta quarta se o Viagra poderá ser distribuído gratuitamente


    O Viagra chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF). Na sessão de quarta-feira (11), os ministros decidirão se o princípio ativo do medicamento, o citrato de sildenafil, pode ou não ser distribuído na rede pública de saúde. Será julgado um recurso proposto pelo governo da Paraíba contra liminares que deram a pacientes do estado o direito de retirar o medicamento de forma gratuita no Sistema Único de Saúde (SUS). Na ação, o governo do estado argumenta que o medicamento não é de uso essencial à maioria da população e, por isso, não deve ser custeado pelos cofres públicos.

    Em 2006, quatro moradores de João Pessoa (três mulheres e um homem), ganharam do Tribunal de Justiça da Paraíba o direito a obter o medicamento pelo SUS. Eles demonstraram, com laudos médicos, a necessidade de usar o princípio ativo do Viagra no tratamento de hipertensão pulmonar. Não foi mencionada nenhuma disfunção de ordem sexual nos pedidos de liminar. A partir desses casos, o tribunal passou a dar o mesmo direito a outros pacientes que pediram o mesmo benefício.

    Não há notícias de quantas pessoas na Paraíba estão usando o medicamento às custas do SUS. Segundo o governo do estado, são "inúmeros" casos.

    "É de clareza meridiana a lesão à economia e à saúde públicas, vez que os recursos orçamentários do estado da Paraíba destinados ao atendimento do sistema de saúde pública estão sendo desviados para atender a interesses de particulares", argumenta o governo no recurso proposto ao STF.

    O estado ainda sustenta que o Viagra não foi incluído na lista de medicamentos que podem ser distribuídos gratuitamente. Essa lista foi publicada em portaria do SUS em 1998. E mais: que, no caso de o Supremo manter a liminar, que mande a conta para o município de João Pessoa, e não para o governo paraibano.

    "A liminar concedida irá afetar diretamente a saúde, a ordem e a economia públicas", diz o recurso.

    Em 2006, o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, foi contra a suspensão das liminares. Em parecer enviado ao STF, ele afirmou que as liminares deveriam ser mantidas, para não acarretar prejuízo aos pacientes, até que o tribunal julgasse o mérito da questão - o que acontecerá nesta quarta-feira. Ele ressaltou que foi "comprovada a necessidade vital do medicamento e a impossibilidade do custeio da aquisição da medicação ora pleiteada pelo particular". No mesmo ano, a então presidente do STF, ministra Ellen Gracie, concordou com Antonio Fernando e manteve as liminares.


    Fonte: http://www.portaldoconsumidor.gov.br

    sábado, 14 de março de 2009

    Em Defesa do SUS

    Maria Moro sempre portadora de alvíssaras. Repassamos

    Caravana: lançamento reúne mais de 500 pessoas
    na Câmara Federal




    A Caravana em Defesa do SUS foi lançada, na manhã desta quinta-feira, na Câmara dos Deputados, em Brasília, com a presença do Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, diversos parlamentares, representantes dos gestores, trabalhadores e movimentos populares.

    A mesa foi composta pelo presidente do CNS, Francisco Batista Júnior, pelo Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, pelo representante da Opas no Brasil, Diego Victória, Deputado Dr. Rosinha, representante da presidência da Câmara dos Deputados, deputado Paulo Rubem Santos, representante da Frente Parlamentar da Saúde, pelo representante dos usuários, Afonso Magalhães, Jurandi Frutuoso, representante do Conass e Arilson da Silva, representante do Conasems. Representando as mulheres presentes, a Conselheira Zilda Arns se juntou ao grupo.

    Francisco Batista Júnior lembrou que o SUS atende 100% da população, “independentemente de sexo, ideologia ou credo”. Para ele, o modelo é exemplar no mundo, “mas temos que ir além do que fomos até agora, o que significa percorrer o País e ouvir a população, mobilizando e fazendo pressão. Precisamos avançar e assumir que o SUS bate de frente com interesses hegemônicos e muito poderosos”. O presidente lembrou, também, a importância da regulamentação da Emenda 29 e de tornar o SUS Patrimônio da Humanidade – bandeiras da Caravana.

    Afonso Magalhães lembrou que o debate acerca da universalização chegou aos Estados Unidos, por ser esse o modelo mais justo e coerente de atendimento à população. Para ele, o SUS como Patrimônio da Humanidade vai impedir o retrocesso no atendimento, “é uma bandeira que temos que abraçar”.

    Texto na íntegra AQUI

    Mesa de abertura

    Escorpiões

    Nossa SMS investe pesado no controle e manejo desses perigosos animais.


    Conheça mais sobre o Laboratório de Animais Peçonhentos clicando AQUI
    Veja um pouco de nossa atuação em ótima matéria sobre nosso trabalho no Jornal Correio de hoje 14/03 AQUI





    Pablo Pacheco - Especial para o CORREIO
    Fotos: Beto Oliveira - Jornal Correio

    sexta-feira, 13 de março de 2009

    Grupo da unibiótica

    Nosso Blog da Saúde, BdS recebeu a mensagem e as fotos abaixo enviadas por Sisla enfermeira da UBSF Taiaman1, repassamos com prazer




    "Grupo Amigos da saúde

    No dia 06 de março de 2008 inauguramos o grupo da unibiótica, nomeado de grupo amigos da saúde, onde iniciou com ajuda das parcerias da pastoral da saúde, (coordenadores Rita e Ângela) , os agentes comunitários de saúde da UBSF Taiaman 1, Cícera, Francisca e Patricia, que são facilitadoras do grupo, a Enfermeira Sisla Oliveira Souza e Toda equipe do Programa de saúde da família; esta parceria vem dando certo graças ao entusiasmo, alegria e disposição dos praticantes, e hoje contamos com uma média de 35 integrantes do grupo.

    Cícera agente comunitária de saúde, que motivou a abertura do grupo esta muito satisfeita com a ajuda dos coordenadores Rita Fernandes e Ângela, e hoje conta com mais uma facilitadora Maria dos Reis. Dentro de um ano tivemos duas confraternizações dos aniversariantes, uma no mês de junho e a outra no mês de dezembro, hoje (Nota do BdS sexta-feira passada) 06/03/09 em comemoração a um ano de atividades tivemos um dia diferente com mensagens, dinâmicas e muitos depoimentos. Esperamos comemorar muitos e muitos anos juntos, crescendo a cada dia, graças a participação da comunidade, que acredita nos benefícios dos exercícios, buscando a cada dia mais qualidade de vida, saúde e muita disposição. Melhorando tudo, melhorando todos."


    Doenças renais

    Campanha alerta para prevenção de doenças renais


    A Sociedade Brasileira de Nefrologia lançou, hoje (ontem, 12), Dia Mundial do Rim, a campanha Previna-se, contra doenças renais. Foram programados mais de 400 mutirões em todos os estados para fazer gratuitamente exames de urina e de creatinina no sangue, que ajudam a detectar a doença no estágio inicial.

    O objetivo da campanha é alertar as pessoas sobre os riscos da doença que cresce cerca de 8% ao ano no Brasil. De acordo com a SBN, cerca de 10 milhões de pessoas são vítimas de complicações renais no país. Desse total, 2 milhões sofrem com doenças renais crônicas e 60% não sabem que têm o problema. Nos casos mais graves, as complicações nos rins podem levar à perda do órgão e à morte.

    Em 2007, foram feitos no Brasil 3.397 transplantes de rins, contra 3.281 em 2006, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos. Segundo a associação, atualmente os estados com mais pessoas na fila do transplante são: São Paulo (9.583), Minas Gerais (3.931), Rio de Janeiro (3.537), Paraná (2.471) e Bahia (2.345). Ao todo, a SBN calcula que o país já realizou 25 mil transplantes de rins.

    Uma pesquisa feita pela SBN em 546 unidades de diálise do Brasil revelou ainda um aumento de 72% no número de pessoas que fazem esse tipo de tratamento entre janeiro de 2000 e o mesmo mês de 2009. A diálise é um processo destinado a repor as funções dos rins, retirando as substâncias tóxicas e o excesso de água e sais minerais do organismo.

    Segundo o presidente da SBN, Emmanuel Burdmann, atualmente 87 mil pessoas fazem diálise no Brasil. “Existem cerca de 600 hemocentros, no país, o que é insuficiente para atender a demanda. Além disso, o quadro de especialistas não é suficiente para tratar todo mundo.”

    O médico disse que que a doença atinge com mais freqüência três grupos de pessoas: pessoas que têm diabetes (doença metabólica caracterizada por um aumento anormal da glicose ou açúcar no sangue), hipertensos (pessoas que têm pressão arterial elevada) e pessoas com mais de 50 anos.

    Burdmann explicou que os sintomas mais comuns da doença renal são: inchaços no corpo, mau hálito, palidez e coceiras. “É difícil as pessoas ligarem esses sintomas à doença renal. Existem várias doenças com os mesmos sintomas, e isso prejudica o diagnóstico precoce. Por isso, quando a pessoa chega para fazer o exame, 50% do rim já está com o funcionamento prejudicado.”



    Fonte: www.agenciabrasil.gov.br

    Caderneta II

    Fotos da apresentação da caderneta do Idoso, realizado nesta quinta feira, dia 12/03 no Salão Paroquial da Comunidade Santa Clara no Bairro Jardim das
    Palmeiras. Os pacientes puderam assistir a uma apresentação feita pelo coordenador do Programa de Atenção ao Idoso Dr. Luis Antônio Neme, pela coordenadora da UBSF Jardim das Palmeiras 1 - Vanessa Bertussi e do enfermeiro do programa Pedro Bento Mendes.
    Foi realizado uma entrega simbólica a dois pacientes, pois somente depois de realizados vários exames e passado à caderneta é que será entregue ao idoso na própria unidade.

    Fotos: Renato Cury
    SCIS






    UBSF São José

    Comemoração do Dia Internacional da Mulher. Enviado pela coordenadora da UBSF São José, Cristiane Souza Pereira, realizado dia 06/03
    com muitos brindes, bolo, lanche, palestras temáticas e muita animação.

    SCIS







    quinta-feira, 12 de março de 2009

    Convite

    Elaine Reis do CMSU enviou, com prazer repassamos:
    I Oficina de Sensibilização de Gestores e Conselheiros Municipais de Saúde


    Clique no convite abaixo para ampliá-lo

    Reorganização das Redes

    2ª Reunião da Reorganização das Redes de Atenção em Saúde Bucal


    Aconteceu nesta terça feira, dia 10/03 no auditório do anexo da Secretaria Municipal de Saúde, a 2ª reunião para reorganização das Redes de Atenção em Saúde Bucal em Uberlândia, dando continuidade à implantação do Plano Diretor da Atenção Primária e de acordo com o planejado na agenda de compromissos para 2009.

    Segundo Hebe Couto – coordenadora de Ações em Saúde Bucal, “o objetivo é prestar uma assistência contínua e integrada, com qualidade e melhorar os acessos aos serviços de saúde bucal ao usuário da Rede, buscando fortalecer os conceitos da Atenção Primária.”

    No período da manhã esteve palestrando o Prof. Odorico Coelho da Costa – Diretor do Hospital Odontológico da UFU que apresentou os serviços prestados pela instituição e a Dra. Vânia Taulóis – Coordenadora Estadual de Saúde que levou propostas para esta reorganização.


    Estiveram presentes, a consultora da SMS, Dra. Maria Emi, Rubia Pereira Barra – Diretora de Planejamento e Informação em Saúde, Cristina Angélica Gomes – coordenadora de Programas Específicos, representantes da Secretaria Estadual de Saúde (BH), da Escola de Saúde Pública de Minas Gerais e profissionais ligados à área da Secretaria Municipal de Saúde.

    No período da tarde todos os profissionais participantes se organizaram em grupos para construir um modelo de Atenção Ideal para os pontos de Atenção primária, secundária e terciária para a saúde bucal.

    scis