Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





terça-feira, 13 de julho de 2010

Doe VIDA




Nota do Blog da Saúde
O Release é do mês passado, mas a necessidade e a situação é a mesma ou pior em função das férias


O Hemocentro Regional de Uberlândia registrou nos últimos dias queda de 50% no comparecimento de doadores podendo comprometer o fornecimento de sangue para Uberlândia e região. Veja o release com as informações clicando aqui.

Solicitamos o apoio para que a necessidade de caráter urgente dos tipos de sangue O Positivo e Negativo e A Positivo e Negativo possa ser divulgada entre os funcionários.

Hemocentro Regional de Uberlândia - (34) 3222-8801
Avenida Levindo de Souza, 1845 - Umuarama
Horário de Funcionamento: Segunda à Sexta-Feira: das 7às 11:30 hs
Segunda e Quarta-Feira das 7 às 11:30 e das 15 às 17 hs
Último sábado do mês: 7 às 11:30 hs

Mais informações: Setor de Captação de Doadores - (34) 3222-8801.

Agradecemos a costumeira ajuda.

Atenciosamente,
Ludmilla Abrão
Captação de Doadores

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Anti-rábica

Zoonoses define cronograma da etapa urbana da campanha de vacinação de animais contra a raiva



Foi definido o cronograma e os locais onde serão instalados os postos da etapa urbana da 28ª campanha de vacinação de animais contra a raiva. De 9 a 14 de agosto, donos de cães e gatos que moram na cidade devem levar os animais com mais de três meses para receber a dose da vacina contra a raiva.

Todos os setores da cidade receberão a visita dos agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) (ver tabela em anexo). “É bom ficar atento aos dias e horários e comparecer a um dos postos de vacinação espalhados no município. A raiva é uma doença fatal e a única forma de proteção a vacina”, disse a médica veterinária do CCZ Ana Cláudia Borges.

A raiva é transmitida por lambeduras, mordeduras e arranhaduras de animais contaminados com o vírus. “A doença está controlada em Uberlândia há 22 anos sem nenhum caso registrado”, destacou a médica veterinária.

Em caso de acidentes e ataques com cães, os pacientes são encaminhados para a UAI Martins, referência no atendimento. “Lá as vítimas recebem as doses da vacina e o cão é cadastrado. A Unidade repassa os relatórios para o CCZ e fazemos o acompanhamento dos animais agressores”, ressaltou Ana Cláudia.

Vacinação na Zona Rural

A etapa rural da campanha de vacinação de animais contra a raiva começou no início deste mês. Até agora, foram vacinados 1941 cães e 308 gatos nas fazendas do município. “São cinco equipes de trabalho. É preciso que a população colabore deixando as porteiras abertas para facilitar o trabalho dos agentes. Esse ainda é o maior problema encontrado”, explicou Ana Cláudia.

A meta é vacinar mais de oito mil cães e gatos na zona rural. A campanha vai até o dia 31 de julho.

Fonte: Portal PMU

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Psiquiatria

Pelo menos 1% da população usa tranquilizantes de forma abusiva, afirma psiquiatra
Segundo o médico do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), Ivan Mário Braun, pelo menos 1% da população usa tranquilizantes de maneira abusiva.

O integrante do grupo interdisciplinar de estudos de álcool e drogas (Grea) explica que, em função das restrições impostas ao consumo álcool, existem grupos que usam comprimidos para obter efeitos semelhantes àqueles alcançados com a ingestão de bebidas alcoólicas. Dessa forma, a detecção dessas substâncias no organismo é mais difícil que a do álcool.

“O uso abusivo de tranquilizantes atinge cerca de 1% da população, cifra menor que a das demais drogas, mas numa população de 190 milhões de habitantes representa um grupo significativo”, disse hoje (26) em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional. O psiquiatra disse que a liberação do uso de drogas em alguns países pode inibir o tráfico, mas o consumo também pode aumentar.

O tema da campanha do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (Unodc) lançada este ano, no Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico de Drogas, é Pense em Saúde, Não em Drogas.

Fonte: Agência Brasil

Agenda

5º Seminário Internacional de Direito e Saúde

Serão quatro mesas que abordarão saúde, justiça, democracia e tecnologias sociais de direito e cidadania. No Rio de Janeiro

quarta-feira, 7 de julho de 2010

DPS convida

Clique na imagem para ampliá-la

Dono de raça

Repassamos uma das mais criativas e objetivas campanhas de posse responsável que já vimos. Bons exemplos devem ser sempre divulgados e porque não copiados. Fica a sugestão do Blog da Saúde


Gestão Estratégica

I Fenagep - Feira Nacional de Gestão Estratégica e Participativa no SUS - Brasília - DF
Recebemos do colega Tiago Martins da Silva da nossa Ouvidoria.
Parabéns aos que no DF estiveram representando nossa SMS


"Entre os dias 1º a 4 de julho de 2010 a Secretaria Municipal de Saúde participou por meio de seus colaboradores TIAGO MARTINS DA SILVA, TÂNIA BERBERT e RÚBIA PEREIRA BARRA no evento citado em epígrafe, evento este que é A I Fenagep – Feira Nacional de Gestão Estratégica e Participativa no SUS. A I Expogep – Mostra Nacional de Experiências de Gestão Estratégica e Participativa no SUS – ocorrerá dentro da I Fenagep, nos dias 2 e 3. Os eventos ocorreram no Pavilhão de Exposições – ExpoBrasília, que fica no Parque da Cidade, em Brasília-DF. O objetivo da I FENAGEP é o desenvolvimento de um espaço democrático que viabilize o compartilhamento de experiências e práticas relativas ao processo de implementação da ParticipaSUS; a promoção de debates sobre ética, democracia, participação popular e controle social; e o papel do Estado na formulação e implementação de políticas públicas, transparência, Intersetorialidade, dentre outros, pertinente à gestão pública, com vistas à equidade social. Segue algumas fotos anexas para divulgação.
Abraços fraternos"


Tiago Martins da Silva Ouvidoria da Saúde de Uberlândia - MG
34 3239 2944
34 9156 1071







Em tempo: Em breve mais fotos do evento e da participação de nossos colegas

terça-feira, 6 de julho de 2010

Comad



Recebemos da amiga e colega Mafalda Rocha Coordenadora do Núcleo Executivo do CMSU

O Conselho Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas - Comad,é órgão colegiado, de caráter consultivo e deliberativo, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, conta com representantes das esferas governamental e não governamental, tais como: Secretaria Municipal de Saúde, Educação, Desenvolvimento Social, Secretaria de Governo, Futel, Câmara Municipal, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Civil, Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, Universidade Federal de Uberlândia, Superintendência de Ensino, Comunidades Terapêuticas, Grupos de Auto-Ajuda, Instituições Privadas de Ensino Superior, Entidades Estudantis, AMEAS, ACIUB, CEC, Conselho Regional de Psicologia, Conselho Regional de Medicina, Conselho Regional de Serviço Social, OAB, Clubes de Serviço e Usuários de Saúde Mental.

Dentre suas competências, destacamos: propor e deliberar acerca da política municipal de prevenção, tratamento e reinserção social, objetivando reduzir os danos e as ofertas de drogas lícitas e ilícitas ao usuário, compatibilizando-a com as políticas Nacional e Estadual sobre Drogas.

As reuniões acontecem sempre nas segundas terças-feiras do mês, no Auditório Cícero Diniz às 18:30hs. Veja AQUI o Cronograma das reuniões de Julho

O e-mail é: comad@uberlandia.mg.gov.br
Telefones: 3239-2418/3239-2419
Endereço: Av. Anselmo Alves dos Santos, 600 - Santa Mônica - Prefeitura Municipal, 3º Piso



Obs:
Imagem acima coletada na web

Antiveneno de abelha


Butantan produz primeiro lote de soro antiveneno de abelha
Nilbberth Silva | Agência USP

O Instituto Butantan, ligado à USP, produziu em larga escala pela primeira vez no mundo um soro contra veneno de abelhas. Assim que receber a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o produto será distribuído por hospitais da rede pública. Os 80 litros de soro começaram a ser produzidos em 2008 e o produto recebeu a patente este ano.

O soro é recebido por via intravenosa. Cerca de 20 mililitros (ml) trazem ao corpo uma quantidade de anticorpos capaz de neutralizar 90% dos problemas causados pelas picadas de abelhas africanizadas, as mais comuns no Brasil. Quando um adulto é picado por mais de 200 insetos, o corpo recebe uma quantidade de veneno suficiente para causar lesões nos rins, fígado e coração, debilitando esses órgãos. A maioria das mortes acontece pela falência dos rins. Em 2006, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), do governo federal, contabilizou 3.500 acidentes com ferroadas de abelhas, com 17 mortes no estado de São Paulo.

Com o lote pronto, a Anvisa vai conferir a validade dos testes feitos pelos pesquisadores, o que deve acontecer em até seis meses. Depois, o soro vai ficar disponível no Hospital Vital Brazil, da Fundação Butantan, para tratar pacientes que tenham sofrido envenenamento. Esses pacientes serão acompanhados pela Anvisa e, caso a agência considere os efeitos do soro satisfatórios, ele poderá ser distribuído pelo Ministério da Saúde para os hospitais públicos de todo o País nas áreas onde houver mais relatos de acidentes. Hospitais privados e governos de outros países poderão comprar o produto da Fundação Butantan.

Proteínas do veneno
O produto foi desenvolvido durante o doutorado da bióloga Keity Souza, no Laboratório de Imunologia, do Instituto do Coração (Incor) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Ela identificou todas as proteínas do veneno das abelhas. Paralelamente, a equipe de produção de soros do Instituto Butantan injetou o veneno em cavalos para que desenvolvessem anticorpos, moléculas capazes de neutralizar o veneno. Com os anticorpos retirados dos cavalos, Keity fez testes para checar eficácia do produto e tornar a produção mais eficiente. Ela foi orientada por Mário Palma, professor do Instituto de Biociências da Unesp de Rio Claro. A parceria entre o Butantan e as duas universidades foi promovida pelo Instituto Nacional de Tecnologia de Investigação em Imunologia (INCT-iii).

O investimento em pesquisa para desenvolver o soro foi cerca de R$ 3 milhões, fornecidos pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). “Você tem uma tropa de cavalos dedicada exclusivamente à produção de um tipo de soro”, explica Palma.

O Instituto Butantan tentou produzir o soro havia dez anos, mas a iniciativa foi abandonada porque os pesquisadores tinham dificuldades em ajustar a quantidade exata de veneno necessária para os testes in-vitro .

Agora, os pesquisadores do laboratório onde Keity trabalha estão identificando as proteínas dos soros de abelhas da Europa e África, para testar se o soro neutraliza venenos de espécies diferentes. “Pelos testes iniciais, há uma grande chance de isso acontecer”, diz a cientista. “Parece que veneno da abelha africanizada é mais complexo, tem mais proteínas, o que aumenta a chance do soro funcionar com outras espécies”.

Referência/Fonte:
Farol Comunitário
Agência USP se Notícias

Capacitação

Agentes comunitários de Saúde da Família recebem capacitação em Hanseníase


Foi realizada nesta quinta feira (01/07), mais uma capacitação do Programa Municipal de Controle em Hanseníase, no auditório do Anexo da SMS, para os agentes comunitários de saúde da família do Núcleo São Jorge: UBSF São Gabriel, UBSF Campo Alegre, UBSF Seringueiras Ie II e UBSF Shopping Park.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Feira de Doação

Foto: Daniel Nunes


35 cães e gatos são adotados durante Feira de Doação de Animais
O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e a Associação de Proteção Animal (APA) realizaram na manhã deste sábado (3) a Feira de Doação de Animais. Durante o evento, que disponibilizou mais de 60 animais, foram adotados 35, sendo 28 cães e 7 gatos, que tinham sido abandonados pelos antigos donos e recolhidos pelo CCZ.

A diarista Ana Lúcia de Oliveira e sua filha, a estudante Brenda Lúcia de Oliveira, de 14 anos, levaram um gato. “Quando a Brenda era criança, tinha um gato, que fugiu. Sempre tivemos vontade de ter outro, mas não encontrávamos algum que podíamos pegar com tranquilidade, com a certeza de que era saudável. Agora isso foi possível”, disse Ana Lúcia de Oliveira.

De acordo com Adalberto Pajuaba, coordenador do CCZ, os animais tiveram resultados negativos em testes de leishmaniose, receberam tratamento em pet-shop e foram vacinados contra raiva. “Os atuais donos receberam informações sobre como cuidar dos animais e mantê-los saudáveis”, destacou Pajuaba.

“É uma ação muito boa, tem gente querendo ter um animal destes, mas não sabe onde encontrar. Fiquei sabendo que teria esta feira e cheguei cedo para escolher o meu cachorro”, declarou a aposentada Rosária Joana Nascimento.

Na avaliação da diretora financeira da APA, Cida Assunção, o resultado da Feira foi positivo. “Os cães e gatos que sobraram podem ser adotados. Quem quiser é só comparecer na sede da APA”, falou.

A sede da APA fica na rua 1, número 512, Chácaras Rancho Alegre. Os atendimentos são feitos de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 13h às 17h. As adoções também poder ser realizadas na Feira da Gente, na praça Sérgio Pacheco, todo domingo, das 13h às 17h. Os interessados precisam ter mais de 18 anos e apresentar RG e CPF.


Fonte: Portal PMU

Seminário Nacional



5º Seminário Nacional O Professor e a Leitura do Jornal

O 5º Seminário Nacional O Professor e a Leitura do Jornal será realizado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) entre os dias 14 e 16 de julho, com o tema “Educação, mídia e formação docente”.

Segundo os organizadores, desde 2002 o encontro bianual estuda os meios de comunicação como ferramentas de aprendizagem bem como analisa a educação sob um ambiente cada vez mais influenciado pelas tecnologias da informação. Também fazem parte do objeto de estudo os conteúdos veiculados pelos meios jornalísticos e a formação de professores e dos alunos.

O seminário será realizado no Centro de Convenções e na Faculdade de Educação da Unicamp, Cidade Universitária Zeferino Vaz, Barão Geraldo, Campinas

O evento contará com as oficinas “Jornal na escola”, “Blog na Educação”, “Edição digital não linear na produção de audiovisual e leitura crítica do Youtube”, “História em quadrinho”, “Videodocumentário” e “Rádio na escola”, entre outras.

Entre os temas de mesas-redondas programados estão: “Educação, cybercultura e multimídia”, “Mídia e educação: práticas e perspectivas de políticas públicas”, “Livro-reportagem, jornalismo literário e jornal científico”, “Diálogo entre a literatura e a mídia” e “Educação na cultura da mídia e consumo”.

Mais informações: www.alb.com.br/portal/5seminario/culturais.html.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Pulmão



Subnutrição

Subnutrição é o principal fator de risco de morte em idosos
Por Felipe Maeda Camargo - felipe.maeda.camargo@usp.br

Idosos subnutridos têm 500% mais chances de morrer do que aqueles que não apresentam sintomas de subnutrição. Esse levantamento foi obtido pela nutricionista Luciana Silva Ferreira, que entrevistou e acompanhou 1.170 idosos do município de São Paulo de 2006 a 2007.

Ouvidoria da SMS no DF

Ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde participa de evento em Brasília DF

Uberlândia estará representada, através da Ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde na 1º Feira Nacional de Gestão Estratégica e Participativa - FENAGEP no SUS e da 1º Mostra Nacional de Experiências de Gestão Estratégica e Participativa - Expogep no SUS, que ocorrerá dentro da FENAGEP, que será realizada de 1º a 4 de julho de 2010, no Pavilhão de Exposições – ExpoBrasília em Brasília DF. A Ouvidoria da Saúde enviará o colaborador Tiago Martins da Silva para representar Uberlândia neste evento.

O objetivo da 1º FENAGEP é o desenvolvimento de um espaço democrático que viabilize o compartilhamento de experiências e práticas relativas ao processo de implementação da ParticipaSUS e a promoção de debates sobre ética, democracia, participação popular e controle social e o papel do Estado na formulação e implementação de políticas públicas, transparência, intersetorialidade, dentre outros, pertinente à gestão pública, com vistas à equidade social.

Maiores informações clique neste link.

Ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde
Fone: 3239-2944

Fonte: Boletim da Saúde