Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Aedes sob controle



A Secretaria de Saúde realiza um trabalho diário contra a dengue em Uberlândia. Por meio do Programa de Combate à Dengue, agentes percorrem toda a cidade recolhendo materiais que possam acumular água e instruem os moradores sobre como evitar a doença. Junta-se a isso o empenho da população em não deixar água parada. O trabalho em conjunto reflete-se em baixos indíces, como demonstra o Levantamento Rápido de Índices de Infestação para Aedes aegypti (Lira), que, em outubro, apontou em Uberlândia um índice de 1,1%. No último levantamento, no mês de março, o Lira foi de 3,8%.

“O número é baixo e de controle absoluto, considerando as variáveis do Município”, esclarece José Humberto Arruda, coordenador do Programa de Combate à Dengue.

Nesta época do ano, começam as chuvas, o que pode agravar essa incidência, mas, de acordo com Arruda, embora já existam focos por este motivo, a predominância é de depósitos artificiais que dependem unicamente da água colocada pelo morador. “Por isso a importância de cada um prestar atenção na própria casa e cuidar desses locais onde o mosquito se reproduz”, completa Arruda.