Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Alerta: Botulismo


Via Marcão

Alerta: Azeitona Orgânica com Amêndoas Bio Gaudiano

A Anvisa alerta os consumidores para que não utilizem o produto Azeitona Orgânica com Amêndoas da marca Bio Gaudiano. A área de Alimentos da Agência recebeu alertas da Rede Internacional de Autoridades em Inocuidade de Alimentos da Organização Mundial da Saúde (INFOSAN/OMS) e do Sistema de Alerta Rápido para Alimentos e Ração da Comunidade Européia (RASFF), sobre recolhimento no mercado de todos os lotes e embalagens do produto.

A medida está sendo adotada por causa da notificação de dois casos de botulismo na Finlândia associadas ao consumo do produto.

Segundo rastreamento feito pela Anvisa, o Brasil importou, em julho de 2010, 150 unidades do lote F2510X, com prazo de validade até junho de 2012. As unidades importadas são frascos de vidro de 314ml que foram distribuídas aos estados de Goiás, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

A Anvisa está atuando em conjunto com as vigilâncias sanitária para que as unidades do produto que ainda estejam no mercado possam ser recolhidas.

Até o momento não há casos de botulismo registrados no país pelo consumo do produto. O botulismo é uma doença não contagiosa, causada por uma toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum e se caracteriza clinicamente por manifestações neurológicas e/ou gastrointestinais, podendo ter evolução grave, com necessidade de hospitalização prolongada.


Veja o Alerta da Anvisa aos Consumidores.

Fonte: Imprensa/Anvisa