Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





terça-feira, 20 de dezembro de 2011

E a raiva ?

Foto: Marcia Ribeiro/Folhapress

Veterinária aplica vacina contra raiva em cachorro.
16 Estados ficaram sem campanha contra a doença


Sem a distribuição de vacinas pelo Ministério da Saúde, 16 Estados, incluindo São Paulo, chegarão ao final deste ano sem a realização de campanhas contra a raiva em cães e gatos. Pior: não há sequer um calendário oficial de vacinação para 2012.

Vacina antirrábica com excesso de proteína matou cães e gatos

O ministério diz que o cronograma de aplicação foi comprometido em razão de um processo mais detalhado de produção e análise das vacinas, para que não se repetisse o que ocorreu em 2010 --a campanha foi suspensa depois de mortes de bichos.

No caso de São Paulo, é a primeira vez desde 1975 que não é realizada oficialmente uma campanha antirrábica.

Nota do Blog da Saúde e aqui em Uberlândia desde 1982

Segundo o Ministério da Saúde, neste ano apenas os Estados do Nordeste e o Pará receberam vacinas para campanhas. As doses também foram enviadas ao Mato Grosso do Sul, mas só para a fronteira com a Bolívia.
O envio das vacinas seguiu critérios de prioridade, para regiões onde houve casos mais recentes da doença.

A raiva matou duas pessoas neste ano no Brasil, ambas no Maranhão. Já casos de raiva em cães e gatos foram registrados em dez Estados.

A maioria é do Nordeste, mas São Paulo entrou na lista, pois um gato que morreu na capital neste mês teve raiva transmitida por morcego.

SEM PRAZO

O diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, disse que, em relação ao Sudeste e a outras regiões que ainda não receberam as doses, é "precoce" falar em datas para 2012. "Vai depender da entrega das vacinas."

Foram compradas 32 milhões de doses de um laboratório nacional, o suficiente para atender a todo o país, mas um lote de oito milhões foi devolvido porque não passou em análises laboratoriais.

Mais dez milhões de doses foram importadas, mas também houve atraso no processo de análise dessas vacinas, afirmou Maierovitch.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Ponto Facultativo

Valeu Prefeito!




Leia o Diário Oficial com o decreto AQUI

Urgência e emergência


Atendimento de urgência e emergência é garantido em Uberlândia

As ambulâncias fazem parte de um sistema de resgate que confere estabilidade e segurança no transporte de pacientes até o hospital. Além de otimizar o tempo para a atenção, permite a realização do tratamento curativo adequado durante o traslado e o manejo do enfermo ou lesionado. Em Uberlândia, o atendimento inicial de urgência e emergência com encaminhamento a todas as unidades de saúde do Município é oferecido pela Prefeitura.

Durante 24h, a Central de Ambulâncias coordena 36 veículos novos de simples remoção e dois de semi-UTI. Um número de frota 50% superior ao registrado em 2005. “Grande parte das emergências acontecem fora das unidades hospitalares. Por isso, é importante prestar socorro e transporte da maneira mais ágil possível, uma vez que o tempo é determinante para sobrevivência do paciente. A precisão das medidas tomadas é essencial para total restabelecimento da pessoa que sofreu um acidente ou qualquer complicação”, explicou Meiridalva Clarinda de Matos, coordenadora da Central de Ambulâncias.

Os automóveis adaptados ficam à disposição nas Unidades de Atendimento Integrado (UAIs), Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro, serviço de Tratamento Fora de Domicílio (TFD), nos distritos, Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Oeste e na Central de Ambulância. “Em casos de emergência, o serviço é prestado em parceria com o Corpo de Bombeiros. Os paramédicos são enviados para realizar os primeiros socorros e a ambulância leva o paciente para a unidade mais próxima a área de abrangência”, apontou a coordenadora.

Convite UBSF Morumbi III


A UBSF Morumbi III realizará no dia 20/12/2011 às 13:30hs uma confraternização com os idosos da área de abrangência na Igreja Quadrangular do bairro Morumbi; Teremos várias atividades dentre elas:
Prática Corporal com educador físico,
Palestra sobre o Estatudo do Idoso,
Cartão de Vacina e também entrega da caderneta do Idoso para aqueles que ainda não receberam.

Entre outras atividades como: Música (violão), brindes e será servido lanche.
Rejane dos Santos
Tec. Enfermagem

Estratégia restritiva

Foto: Robert Wood Johnson Medical School
Pesquisador envolvido no projeto Jeffrey L. Carson (primeiro da dir. p/ esq.), ao lado de sua equipe



Estratégia restritiva de transfusão pós-cirúrgica poupa estoque de sangue

Abordagem é segura e pode se tornar padrão de atendimento para pacientes de alto risco com doença cardiovascular

Pesquisadores da Robert Wood Johnson Medical School, nos Estados Unidos, descobriram uma nova estratégia para melhorar o tratamento pós-operatório de pacientes poupando os níveis de fornecimento de sangue, um recurso essencial que é difícil de ser mantido em quantidades necessárias ao longo do ano.

O estudo mostra que o uso de uma estratégia liberal de transfusão de sangue após a cirurgia de quadril não melhora a recuperação dos pacientes ou reduz a taxa de mortalidade, sugerindo, portanto, que utilizar uma abordagem de transfusão restritiva seria mais adequado e conservaria maior quantidade de sangue.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Falso-escorpião

Conhecer para proteger
Este animalzinho está na lista dos ameaçados de extinção e deve ser protegido


Foto: Wikipédia



Falso-escorpião: um aracnídeo sem ferrão
Ele mede dois milímetros e mora em cavernas.

Nossa nota: Aqui em Uberlândia é encontrado também em cascas de árvores e madeiras em decomposição.


Falso-escorpião


Situado na família das aranhas, dos carrapatos e dos escorpiões, o pseudoescorpião ou falso-escorpião é um animal de oito patas diferente do escorpião “de verdade”. A diferença desta espécie para os demais escorpiões está na cauda. O falso-escorpião não possui um ferrão como os demais.

Além de pequeno (mede 2 mm), o artrópode é muito raro. Ele passa grande parte da sua vida em uma caverna e jamais sai para ver a luz do dia. O habitat ainda é repleto de fezes de morcegos que comem frutas. Para o homem não seria um local agradável, mas para ele é o seu alimento.

Outro alimento são demais insetos, que são agarrados por esta com sua pinça, que solta um veneno paralisante. Este veneno é inofensivo ao homem. O falso-escorpião precisa de apenas uma boa refeição durante o mês e corre risco de extinção por causa da destruição humana de seu habitat.

A reprodução dos pseudoescorpiões é muito interessante. Uma dança de acasalamento entre o macho e a fêmea, com a utilização das pinças. Após esta dança, ele a coloca no chão e introduz uma haste na parceira, produzindo uma gota de espermatozoide penetrada na fêmea.

Fonte: Rede Ambiente

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Gestão de qualidade

Foto: Edilson Medeiros de Macedo - Geninho



"...
Falo assim sem saudade
Falo assim por saber
Se muito vale o já feito
Mais vale o que será
E o que foi feito é preciso conhecer
Para melhor prosseguir..."

O Que Foi Feito Deverá
Milton Nascimento



Feliz por participar com um pequeno tijolo na construção dessa gigantesca tarefa que é oferecer Saúde de qualidade para toda nossa gente.

Feliz por ser instrumento em orquestra afinada em saber e trabalho.
Feliz por ver metas cumpridas e saber que muito temos o que fazer.

Feliz por me sentir integrante de um grupo
proativo e ágil.
E por falar em feliz: Feliz 2012, com muitos desafios e realizações.

A camiseta ganhei da amiga Rúbia. "Regalo" a se transformar em importante "recuerdo"

(...)
Lo que brilla con luz propria
Nadie lo puede apagar
Su brillo puede alcanzar
La oscuridad de otras costas

Quem vai impedir que a chama
Saia iluminando o cenário
Saia incendiando o plenário
Saia inventando outra trama
(...)

Chico Buarque e Pablo Milanés

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Doença nova

Cientistas suecos descobriram uma nova doença causada por uma bactéria transmitida ao homem pela picada de um mosquito.

Desde a descoberta foram descritos oito casos ao redor do mundo, três deles na região de Gotemburgo, na Suécia.

A doença é causada pela bactéria Neoehrlichia mikurensis, que foi descoberta em 2004 em ratos e pernilongos na ilha de Mikura, no Japão.

Em Julho de 2009, um homem de 77 anos foi internado depois de passear de caiaque em um rio no oeste da Suécia.

Ele apresentava sintomas como diarreia, febre e perda temporária de consciência. Exames mostraram que ele também estava sofrendo de trombose.

Depois dos tratamentos tradicionais com antibióticos ele foi liberado, mas as internações persistiram nas semanas seguintes, até que os pesquisadores decidiram realizar uma análise especial no sangue do paciente para procurar por DNA bacteriano.

O DNA identificado no exame foi localizado em um banco de dados genético e o paciente foi classificado como o primeiro humano a contrair uma infecção com a Neoehrlichia mikurensis.

Agora se sabe que a bactéria é capaz de infectar seres humanos, embora seja mínima a chance de que haja uma infecção de humano para humano.

Desde então, mais sete casos foram identificados.

Para Christine Wenneras, da Universidade de Gotemburgo, o mais preocupante da nova doença é a ocorrência de trombose, situação potencialmente fatal, em pacientes com um sistema imunológico muito fragilizado.

E isto deve ocorrer em maior número até que os médicos ao redor do mundo aprendam a identificar a nova infecção.

Acesse mais informações sobre a presente pesquisa neste link.

Fonte: Isaúde

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Boas Festas

Da esquerda para a direita: Adilson, Edilson, Daniel, Sara, Nelson, William, Raquel,
Clauderci, Marco Aurélio, Divino, Fernando, Clésio, Nilson, Sandro


Quisera eu ter um segundo de onipresença nesse final de ano em particular. Assim, neste lampejo de tempo poderia ficar perto de todos em um simples piscar.

Para amigos de verdade com os quais convivo, e aqueles de longe que há muito não vejo, bastaria ficar perto, sentí-los, seria reconfortante e o bastante.

Aos amigos virtuais, muitos ainda sem rosto, cheiro e jeito, seria chance impar de conhecê-los, trocar impressões e transformá-los de puros e impulsos cibernéticos bits, eltretricidade, em vida viva, um segundo bastaria, e jamais acabaria.
Aos que nos desdenham, invejam, odeiam, um murmúrio de tranquilo espirito desejada. A esperança de transformar sentimento tão ruim em algo bom, não para mim, para estes próprios.

Um segundo, apenas um segundo do tempo poderia mudar destinos, agregar o destruído, recompor o ruido, unir o distante.

Em um segundo e apenas um segundo derrubaria se pudesse muralhas que separam sentimentos tão antagônicos. Abraçaria cada um de vocês e de coração e alma desejaria a todos um novo ano de muita estrada boa, horizontes definidos, amores verdadeiros, por-de-sol de beleza impar, manhãs orvalhadas com perfume de terra, canto de passarinhos, frescas brisas, céus de maio ano todo.

Lares em harmonia, paz nos ninhos, pureza de criança, peito aberto, sem aperto, sem raivas ou sentimentos criadores de solidão em rancor, sa pra quem quisesse, amor.
Um segundo, um segundo de ubiquidade e não carecia mais.

Assim, em nome de nosso grupo do Laboratório de Animais Peçonhentos e Quirópteros, impar equipe orgulhosa de fazer o que se gosta, desejamos a todos, resumindo em uma só palavra: PAZ!



quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Ciência

  • Regeneração cardíaca é objeto de pesquisa

Pesquisadores da USP e do MIT pretendem substituir músculos danificados e induzir a formação de novos vasos em casos de infarto agudo. Denominada reparação cardíaca biológica, técnica usa células-tronco

Leia em: http://agencia.fapesp.br/14892



  • O papel da confiança na decisão social

Estudo realizado no Mackenzie e publicado no The Journal of Neuroscience indica que cérebro não percebe injustiça de amigos em situações de decisão econômica

Leia em: http://agencia.fapesp.br/14893

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Programa de Gestão

"... Falo assim sem saudade
Falo assim por saber
Se muito vale o já feito
Mais vale o que será
E o que foi feito é preciso conhecer
Para melhor prosseguir..."


O Que Foi Feito Deverá
Milton Nascimento




O encerramento do “V Ciclo de Planejamento: Uma Construção Coletiva para 2012”, reuniu nesta terça-feira (6) no Center Convention, mais de quatro mil profissionais da Saúde do Município para, junto com o Secretário Gladstone Rodrigues da Cunha, analisar todos os avanços obtidos desde 2007 no setor e concluir as metas para o ano de 2012. A ação é promovida todos os anos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

De acordo com o Secretário, os profissionais da SMS foram determinantes na melhoria dos processos e têm correspondido aos desafios da cidade, inovações e progressos que são uma avalanche no setor da saúde.

“Também é importante agradecer ao prefeito Odelmo Leão neste momento. Ele apoiou o setor como nenhuma outra administração fez. Estou na área há mais de quatro décadas e posso fazer esta afirmação. O Prefeito aceitou o enorme desafio de construir o Hospital Municipal e também incentivou várias outras iniciativas, além de ter participação decisiva na linha que a secretaria adotou”, disse Gladstone Rodrigues da Cunha.

Segundo a diretora de Planejamento e Informação em Saúde Rúbia Pereira, todas as informações repassadas para os profissionais, foram discutidas em um primeiro momento com os coordenadores, para agora serem compartilhadas com todos aqueles que fazem as ações acontecerem nas unidades de saúde e diversos setores como: Vigilância em Saúde, Diretoria de Regulação, Diretoria de Planejamento e demais.

“É muito importante que eles se sintam participantes do processo, porque embora exista todo um planejamento no âmbito central, quem realmente executa, são os profissionais de saúde que estão na ponta das unidades. Também é um estímulo para que possamos melhorar cada vez mais o atendimento à população”, contou.

Fonte: Portal da PMU

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Hora é essa!






Ação no Bairro


Ação no Bairro realizou mais de 11 mil atendimentos na praça Sérgio Pacheco
Moradores aproveitaram os serviços gratuitos na área central de Uberlândia

O “Ação no Bairro” chegou à sua quinta edição em Uberlândia. Desta vez o projeto contou quase 40 parceiros e mais de 100 serviços gratuitos foram oferecidos para a comunidade. As atividades aconteceram no último sábado (3), na praça Sérgio Pacheco, das 8h às 15h e foram realizados mais de 11 mil atendimentos.

A iniciativa da TV Integração levou aos moradores serviços gratuitos como corte de cabelo, massagem, aferição da pressão arterial, cadastramento de currículo, atendimento da OAB, Defensoria Pública, Procon, orientações ao microempreendedor, além dos estandes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e 36º Batalhão de Infantaria Motorizado.
Também teve muita diversão com brinquedos para a criançada, oficinas de capoeira, DJ, basquete de rua, dança de rua e futebol americano. Além de apresentações culturais, hip hop e samba.
Outra atração foi a inauguração da casa do Papai Noel com direito a chegada do bom velinho e muita alegria para as famílias. A casa ficará aberta das 14h às 22h até o dia 24 desse mês de dezembro.

Neste ano o projeto atendeu os bairros Roosevelt, Santa Mônica, Luizote de Freitas, São Jorge e por último a área central da cidade. Para o próximo ano, já está marcado o primeiro Ação no Bairro 2012, que será no dia 03 de março no bairro Morumbi.

Cidadão honorário
Durante o projeto, o diretor de jornalismo da TV Integração, Paulo Eduardo Vieira, recebeu o título de cidadão honorário de Uberlândia. A homenagem é da Câmara Municipal de Vereadores e o nome do diretor foi indicado pelo presidente da casa, Vilmar Resende.

Ação em Ituiutaba

Também no último sábado (3), aconteceu o Ação no Bairro em Ituiutaba, onde foram realizados cerca de três mil atendimentos. As atividades foram realizadas na praça José Moreira Gonçalves, no bairro Platina.
Foram oferecidos atendimentos na área jurídica, consultas médicas, aferição de pressão e glicose, esclarecimentos sobre orçamento familiar, empreendedorismo, produção de hortas verticais, além de cortes de cabelo e tratamentos estéticos.
O Papai Noel marcou presença, chegando de maneira inusitada, em um triciclo motorizado. Após ocupar sua cadeira, ele distribuiu balas e ouviu os pedidos das crianças.
Essa foi a segunda edição do projeto realizado em Ituiutaba em 2011. E para o ano que vem, a terceira edição já tem data marcada, será em março.

Crédito: Divulgação/TV Integração


Mais informações
Analista de Comunicação – Caroline Hendges
Telefones: (34) 3218-3351 ou 9917-8416
Email: caroline.hendges@tvintegracao.com.br
Site www.tvintegracao.com.br

Sucuri

Recebemos de Marcão



Sucuri de seis metros é encontrada no interior de Goiás
Lourdes Souza
Do UOL Notícias, em Goiânia

Uma sucuri de seis metros foi encontrada hoje numa fábrica de cimentos, na zona rural do município de Cezarina (73 km de Goiânia). Os funcionários do local avistaram a serpente num lago que fica em frente à unidade industrial no começo da manhã desta segunda-feira (5).

Leia mais e veja as fotos em noticias.uol.com.br

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Anemia falciforme

Via Pedro Reis

Anemia falciforme é problema cada vez mais grave, diz especialista
05/12/2011

Por Fábio de Castro

Agência FAPESP – Doença hereditária que causa malformação das hemácias e provoca complicações em praticamente todos os órgãos do corpo, a anemia falciforme tem alta incidência no mundo, especialmente entre as populações afrodescendentes. No Brasil, a prevalência é de uma a cada mil pessoas, em média. Na Bahia, onde o contingente de negros é maior, a doença atinge um em cada 650 indivíduos nascidos vivos.

Congênita, a doença piora continuamente ao longo do tempo, reduzindo a expectativa de vida do paciente para uma média de 40 anos. O tratamento se torna cada vez mais difícil, uma vez que adultos apresentam lesões crônicas em todos os órgãos, com crises agudas de dor provocadas pela oclusão dos vasos sanguíneos, além de sequelas neurológicas e outras alterações degenerativas graves.

Há cerca de 30 anos, a professora Sara Olalla Saad, do Centro de Hematologia e Hemoterapia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), se dedica a estudar a doença e aplicar o conhecimento no tratamento de pacientes.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Luta Contra a Aids

Em 1º de dezembro, comemora-se o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. E a campanha deste ano dará enfoque nos jovens gays de 15 a 24 anos das classes C, D e E. A ação busca discutir as questões relacionadas à vulnerabilidade ao HIV/aids, na população prioritária, sob o ponto de vista do estigma e do preconceito. Além disso, a ideia é estimular a reflexão sobre a falsa impressão de que a aids afeta apenas o outro, distante da percepção de que todos estamos vulneráveis.

Fonte: www.aids.gov.br/campanhas/2011/dia-mundial-aids