Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





segunda-feira, 12 de março de 2012

Saúde mental


A partir da próxima segunda-feira (12), o Centro de Convivência e Cultura, equipamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), vai capacitar usuários para gerar renda a partir dos trabalhos manuais que já desenvolvem. O minicurso de Gestão de Empreendimento Solidário para Saúde Mental terá duração de até seis semanas. O objetivo é ensinar aos participantes como planejar a produção, o custo e a viabilidade de venda dos produtos artesanais.

As aulas serão ministradas por dois profissionais do Centro que passaram por capacitação no final do ano passado. Nesta primeira etapa, 30 usuários serão atendidos em 4 horas de aula por semana. “Ter acesso a uma atividade produtiva que pode complementar a renda da família é um dos principais recursos para inserção dos usuários no mercado de trabalho”, disse Maria Gorete Tavares, coordenadora do Centro de Convivência e Cultura.

Centro completa quatro anos de existência

Neste mês, o Centro de Convivência e Cultura completa quatro anos de funcionamento. Atualmente cerca de 350 usuários frequentam as atividades oferecidas no local. Em comemoração ao aniversário, foi organizada uma exposição com produtos feitos pelos usuários. São tapetes, mosaicos, pintura em azulejo, entre outros. A mostra pode ser visitada até o fim de março.

O Centro de Convivência está aberto ao público das 8h às 11h e das 13h às 17h, na rua Patrulheiro Osmar Tavares, 1516, no bairro Santa Mônica.


Fonte: Portal da Prefeitura de uberlândia