Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





quinta-feira, 17 de maio de 2012

Saúde Bucal



Portal da Prefeitura de Uberlândia - Uberlândia está entre os municípios que participa do “Projeto SB Minas Gerais – Pesquisa das Condições de Saúde Bucal da População Mineira”, uma iniciativa da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais e da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). O levantamento visa identificar os problemas bucais mais frequentes na população para formular ações que contemplem prevenção, tratamento e reabilitação adequados à realidade das comunidades.

Moradores de 60 municípios mineiros serão abordados no inquérito epidemiológico. Serão feitos cerca de 100 exames em cada município, totalizando, aproximadamente, seis mil exames no Estado. Durante a pesquisa, o cirurgião dentista vai percorrer os bairros participantes e examinar, em domicílio, o morador que se interessar em participar voluntariamente do Projeto.

Estão aptas a participar do levantamento as pessoas com 5 e 12 anos e nas faixas etárias de 15 a 19, 35 a 44 e 65 a 74 anos. O voluntário deverá, também, responder um questionário, composto por perguntas subjetivas que vão ajudar na compreensão do processo saúde/doença bucal.Se o participante não estiver no domicílio no momento da visita do dentista, será programado retorno para realização do exame.

“Pedimos à população destes bairros que colaborem com o processo e recebam a equipe de trabalho. O grupo é formado por examinadora, anotadora e auxiliar, facilmente identificadas pelo uniforme da pesquisa. Ele percorrerá os setores para programar os exames”, afirmou Hebe Teixeira, coordenadora do Programa de Saúde Bucal, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).