Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Abi Gezunt: Fique Saudável

Recebi da amiga Rosa Riedel




Abi Gezunt: Fique Saudável
A Saúde na Tradição Judaica


“Deve-se evitar ingerir alimentos sem mastigá-los adequadamente, para não sobrecarregar o trabalho de digestão do estômago.”

Esta frase foi extraída do código de Leis Judaicas, que foi escrito muito tempo antes do advento da medicina moderna. Hoje é consenso que a digestão começa na boca...

Diferente da concepção geral, nossos sábios sempre fizeram questão de salientar sua grande preocupação para com assuntos relativos à saúde, mesmo quando desvinculados de qualquer conotação religiosa.

Não há dúvida de que o sábio que mais contribuições prestou a esse tema foi Maimônides. Nascido em Córdoba, Espanha, em plena Idade Média, este rabino, filósofo e médico ministrou procedimentos e conselhos na área médica que ainda hoje são relevantes. Por exemplo: atualmente está na moda o "controle de parcela" - uma das maneiras mais eficazes para perder ou manter o peso. Mas já fazem 800 anos que Maimônides escreveu que só se deve comer até que o estômago esteja três quartos cheio. Se seguido com seriedade, este sábio conselho poderia evitar o que alguns chamam de uma epidemia da obesidade.

O grande conhecimento da medicina entre os sábios judeus sempre foi surpreendentemente avançado. É interessante notar que centenas de anos antes do banho se tornar uma prática comum na Europa, nossos antepassados já eram instruídos a tomar banho frequentemente.

No campo da saúde pública, nossos sábios proibiam beber uma água cuja potabilidade fosse desconhecida. A lei judaica dedicou capítulos inteiros detalhando como devem ser preparados e minuciosamente limpos os alimentos frescos; a ponto de, por recomendação rabínica, ser desaconselhado viver em uma cidade sem hortas. Isso muito antes do surgimento de qualquer dieta rica em verduras e legumes...

Não é de admirar que tantos judeus ao longo dos tempos tenham se destacado na prática da medicina e saúde. Eles têm o Talmud e os grandes sábios e rabinos como inspiração! Não é à toa que a expressão "Abi Gezunt" seja tão popular: "Fique saudável!"

Rabino Ilan Stiefelmann

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Sem Tabaco

Dia Nacional sem Tabaco: cigarro mata 5 milhões de pessoas por ano




Os derivados do tabaco são responsáveis por cerca de 5 milhões de mortes anualmente. São 200 mil apenas no Brasil. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), um terço da população mundial adulta fuma. Os homens são a maioria e representam cerca de 80% dos fumantes. No entanto, enquanto o consumo masculino está em declínio o número feminino cresce de modo preocupante. Vale destacar que o tabagismo ativo é a primeira causa de morte evitável no mundo, mas o fumo passivo também merece atenção ocupando o terceiro lugar. As mulheres são as principais vítimas. Segundo dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer), elas representam 60% das mortes por tabagismo passivo no Brasil.

De acordo com a pneumologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos Tania Pereira Ignacio, as substâncias presentes nos derivados do tabaco são diretamente responsáveis por aproximadamente 50 doenças. ”Entre elas enfisema pulmonar, problemas cardiovasculares e inúmeros tipos de câncer”, lista. São mais de 4.700 componentes tóxicos como o monóxido de carbono (mesmo gás venenoso que sai do escapamento de automóveis) e a nicotina (droga psicoativa responsável pela dependência física) que também causam infertilidade, halitose e envelhecimento precoce da pele. Em gestantes o fumo é responsável por abortos múltiplos e episódios de hemorragia, além de problemas na placenta e nascimentos prematuros. O cigarro ainda está relacionado a uma taxa elevada de morte fetal e de recém-nascidos.

Leia mais no Jornal Correio

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Dia do Psicólogo

27 de Agosto, parabéns a todos os Psicólogos pelo seu dia



Desenho de Quino

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Curso de Extensão - Saúde Ambiental



ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O CURSO DE EXTENSÃO EM SAÚDE AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR


Estão abertas, até o dia 27 de agosto de 2012, as inscrições para o Curso de Extensão em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, que será realizado na Universidade Federal de Uberlândia, através do Programa Cidade Sustentável, em parceria com o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador - CEREST Uberlândia, o Instituto de Geografia-UFU, o Curso de Saúde Ambiental-UFU e o Movimento Cidade Futura.


Curso é gratuito e será destinado prioritariamente aos profissionais de saúde do SUS e profissionais de saúde e segurança do trabalho que estejam trabalhando na área. Serão formadas duas turmas, uma no período diurno, com 60 vagas e outra no período noturno, também, com 60 vagas.

A turma diurna será realizada às quartas feiras no horário de 08h00min às 11h30min e 13h30min a 17h00min. A turma noturna será ministrada às quartas e quintas-feiras, no horário de 19h00min a 22h30min.


Para fazer sua inscrição, clique no link abaixo:

www.cidadefutura.net.br

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Sobre Corujas e Eucaliptos



Rubia Pereira Barra

Moro em um bairro residencial, onde a cada dia surgem novos edifícios. No meu quarteirão quase totalmente tomado por prédios nas duas esquinas superiores existiam dois terrenos ainda vagos. A vista da janela de minha cozinha me permitia ver esses dois terrenos. No terreno da direita existia um eucalipto. Era uma árvore frondosa muito antiga segundo alguns moradores que nasceram no bairro, pois me relataram que quando crianças brincavam sobre sua agradável sombra. Era uma arvore imensa, o tronco era esplêndido, grosso e muito elegante. A copa apresentava uma harmonia na distribuição de suas folhas finas e alongadas. Era uma arvore simples, bonita, porém grandiosa, não só pelo tamanho, mas pelo papel que ela representava.

O eucalipto era o lar de bombas, rolinhas e outros diversos tipos de pássaros. As vezes estes moradores fixos, eram visitados por ilustres tucanos. E eu observava o vai e vem desses queridos visinhos. O vento ao balançar suas folhas me acalmava. E eu me acostumei a ter essa arvore como minha companheira principalmente nos finais de semana, quando freqüentava mais minha cozinha com tempo de olhar pela janela. Por muitas vezes pensava que um dia eu não a veria mais, mas nestes momentos ocupava minha mente com outros pensamentos e me punha a observar a magnitude deste ser vegetal e seu papel na preservação da fauna urbana. De repente comecei a ver movimento no terreno que preferia não ter visto. Homens medindo o terreno, caminhões estacionando por perto e meu coração começou a ficar apertado. Neste dia com minha máquina fotográfica tirei várias fotos, pois sabia que em breve para essa arvore não existira o amanhã. Quis DEUS me poupar de ver o eucalipto ser cortado e quando retornei de uma viagem, o terreno lá estava vazio e uma sensação de aridez fez gelar meu coração. E eu fiquei a pensar por onde andaria seus ilustres moradores. Enfim é o progresso, me diriam algumas pessoas menos sensíveis.

No outro terreno do lado esquerdo morava uma família de corujas. Como o terreno era cercado por arame, elas ficavam grande parte do tempo pousada sobre ele, admirando o vai e vem das pessoas que passavam pela calçada. Meu filho Mateus era o que mais dava notícias das corujas, principalmente de uma que ele carinhosamente apelidou de Corujão. Foram anos e anos que nossa família observou as corujas. Já faziam parte de nossa vida. Recentemente cercaram o terreno para construir. Lá se foram os fios de arame e as corujas. Me deu um aperto tão grande no coração quando o Mateus me falou: Mãe e as corujas? Não posso deixar de chorar ao escrever. Nunca pensei que a interferência do homem na vida dessas corujas me deixariam assim e aí me lembrei do querido eucalipto e começo a perguntar se tem mesmo que ser assim. Como conviver com o crescimento inevitável das cidades harmoniosamente com a natureza? Será possível? Não sei responder.

Do eucalipto sei que ficarão só mesmo as lembranças, mas se alguém ver corujas por aí, por favor nos avisem, pois pode ser o Corujão e sua família.

Uberlândia,21 de Agosto de 2012

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Curso de Extensão




Bom dia,

O CEREST Uberlandia, o Instituto de Geografia(UFU), a Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis - PROEX da Universidade Federal de Uberlândia em parceria com o Movimento Cidade Futura está oferecendo gratuitamente o Curso de Extensão em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador com duração de 120 horas e vagas destinadas preferencialmente para profissionais de saúde do SUS e Segurança do Trabalho. Estão sendo oferecidas 120 vagas, divididas em 2 turmas(60 para o período noturno e 60 para o diurno). O Início do curso será no dia 05 de Setembro de 2012.

Inscrições pelo site: www.cidadefutura.net.br
Segue anexo folder referente ao curso. Duvidas entre em contato pelo fone: 34 3236 5266

Atenciosamente.



Dr.Luiz Humberto Santos

Coordenador CEREST

Folder referente ao curso, veja AQUI

Catapora em 2013


Recebemos da colega Maria Auxiliadora

SUS terá vacina contra catapora em 2013

O calendário básico de imunizações do Sistema Único de Saúde (SUS) passará a contar a partir de 2013 com a vacina tetraviral que inclui a imunização contra a varicela


O calendário básico de imunizações do Sistema Único de Saúde (SUS) passará a contar a partir de 2013 com a vacina tetraviral que inclui a imunização contra a varicela, mais conhecida como catapora, além de sarampo, caxumba e rubéola, já contempladas na tríplice viral ofertada gratuitamente pelo SUS desde 1992.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, assinou na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, um acordo para a produção da vacina varicela entre o laboratório público Biomanguinhos e o laboratório privado GlaxoSmithKline (GSK), que vai transferir gradualmente para o Brasil a tecnologia e a fórmula do princípio ativo da vacina.

Leia +

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Matar morcego ?

Há anos e anos batemos nessa tecla. Defendemos essa tese baseado em experiência própria. Controle de raiva em bovinos se dá através de vacinação anual e, eventualmente uso de pasta vampiricida no animal atacado. Finalmente vemos nossa certeza comprovada cientificamente.

Matar morcegos é ineficaz contra propagação da raiva

PARA LER, REFLETIR E DISCUTIR....


Por Véronique Martinache

A destruição de morcegos-vampiro como medida para lutar contra a propagação da raiva, uma doença muito frequente na América do Sul, não reduz o risco de exposição ao vírus e pode ser contraprodutiva, informou um estudo realizado no Peru publicado nesta quarta-feira.

A raiva é um problema grave em vários países da América do Sul, onde além de ser um perigo para o homem também provoca a morte de milhares de cabeças de gado a cada ano.
A maioria das infecções humanas por raiva é atribuída aos morcegos vampiros, uma espécie que se alimenta de sangue.

Desde os anos 1970, os esforços para controlar a propagação da raiva no Peru focam na destruição de morcegos vampiros, sobretudo envenenando-os, partindo da hipótese de que uma redução do tamanho das colônias levaria ao desaparecimento do vírus.
Mas agora uma equipe de pesquisadores americanos e peruanos, dirigida por Daniel Streicker, da Odum School of Ecology (parte da Universidade de Georgia, Athens, nos Estados Unidos), questiona essa hipótese em um estudo publicado pela revista Proceedings da Royal Society britânica.

Os pesquisadores tomaram regularmente amostras de sangue de morcegos-vampiro em 20 lugares do Peru durante um período de 40 meses e também recolheram dados sobre o tamanho das colônias (de 16 a 444 indivíduos) e sobre a frequência das operações de destruição.

Os pesquisadores descobriram que o vírus da raiva estava presente em todas as colônias, independentemente de seu tamanho.
"Isso é importante, porque se não existe relação entre a densidade da população de morcegos e a raiva, reduzir a população de morcegos não reduzirá a transmissão da raiva nessas populações", explicou Streicker.

A equipe de pesquisa também concluiu que nas regiões onde esses animais foram eliminados de forma esporádica aumentou a proporção de morcegos expostos à raiva.
As colônias onde os morcegos foram eliminados regularmente tinham por sua vez uma taxa de exposição "levemente menor" e as colônias nas quais nunca se havia destruído animais tinham as taxas de exposição mais baixas.
Esta constatação poderá ter várias explicações, em particular o fato de que o veneno mataria apenas os morcegos adultos, que podem ser imunes à raiva, mas não os mais jovens.

"Quando matam os morcegos adultos, que podem ser imunes, estão dando lugar a morcegos jovens vulneráveis", disse Streicker.
Os pesquisadores também falam do "efeito vazio", que faria os indivíduos deslocarem-se das colônias vizinhas para encher o espaço vacante.
Os autores esperam que esse estudo sirva para ajudar as autoridades peruanas a colocar em andamento estratégias baseadas em realidades científicas para lutar contra a raiva, mas advertiram que ainda estão "nas primeiras fases" da pesquisa.
A cada ano, mais de 50.000 pessoas morrem de raiva no mundo.

Fontes:
Ciência Veja - Abril no Blog Animal Health/Sanidade Animal

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Controle do Colesterol


8 de agosto
Dia Nacional de Controle do Colesterol incentiva hábitos saudáveis
Cardápio balanceado e exercícios são fundamentais para o controle das taxas




Celebrado no dia 8 de agosto, o Dia Nacional de Controle do Colesterol não é só um alerta aos riscos que o colesterol elevado apresenta. É também um convite às mudanças de hábitos alimentares, à prática de exercícios físicos e ao abandono do cigarro. O conjunto de medidas saudáveis resulta não só no equilíbrio dos níveis de colesterol como na prevenção e manutenção de doenças como diabetes e hipertensão arterial.

O colesterol é uma substância responsável por diversas funções do organismo. Entre elas, o transporte das gorduras pelo sangue, a manutenção das células e a fabricação de hormônios e de vitamina D , explica Cyntia Carla da Silva, coordenadora de nutrição do Hospital do Coração.

A especialista esclarece ainda que a maior parte do colesterol é fabricada pelo próprio organismo. Apenas 30% do colesterol total são provenientes da alimentação. Os outros 70% são sintetizados pelo fígado , completa. O colesterol proveniente da dieta está exclusivamente presente nos alimentos de origem animal, como gema de ovo, frutos do mar, carnes gordas, embutidos, leite e laticínios integrais.

As gorduras saturadas e trans também são apontadas como contribuintes para o aumento do colesterol. As gorduras saturadas são encontradas principalmente nas gorduras das carnes, no leite integral e nos seus derivados, no coco e no azeite de dendê. Já as margarinas em tabletes, as gorduras industriais usadas na preparação de chocolates, cremes, biscoitos recheados e sorvetes são alimentos ricos em gordura trans , lista a especialista do HCor.

Cyntia alerta que os problemas surgem, na maioria das vezes, quando as pessoas passam a ingerir colesterol e gordura saturada em excesso. Ela explica que, nestes casos, a gordura excedente não é totalmente aproveitada pelo organismo e começa a ser depositada nas artérias, formando as placas de gordura. O uso de pílulas anticoncepcionais e problemas como hipotireodismo são outros fatores contribuintes para o aumento do colesterol.

Um dos pontos negativos do colesterol elevado é que, normalmente, o descontrole não apresenta sintomas até levar a uma conseqüência mais grave. Todos que tiverem as taxas de colesterol elevadas precisam de acompanhamento médico. As primeiras alternativas de tratamento são mudanças no cardápio e prática de exercícios. Mas, é sempre bom lembrar que cada indivíduo tem a necessidade de um tratamento específico , orienta Samantha Christie Enande, nutróloga da Clínica Valéria Marcondes.

Mantenha os níveis saudáveis
É importante ressaltar que, por desempenhar tarefas importantes no organismo, o colesterol não pode ser visto apenas como vilão. Dividido em colesterol bom (HDL) e ruim (LDL), as duas frações devem se manter equilibradas.



O HDL remove o excesso de colesterol no sangue, reduzindo o risco de formação das placas de gordura. Por isso, quanto maior a quantidade, melhor. Os baixos níveis do colesterol do bem indicam grande risco para o desenvolvimento de doenças cardíacas, como infarto. É aconselhável que a taxa de HDL seja maior ou igual a 60 mg/dL.

Enquanto isso, o LDL é o responsável pela formação de placas de gordura nas artérias, o que prejudica a passagem de sangue, indicando risco de infarto e derrame cerebral. O nível de LDL sangüíneo tido como ótimo é menor do que 100 mg/dL.

Dicas para atingir os níveis recomendados
1. Substitua o leite e seus derivados integrais (requeijão, iogurtes, queijos gordurosos) pelas versões desnatadas.
2. Dê preferência à margarina vegetal cremosa, rica em gordura insaturada.
3. Evite preparar os alimentos com banha de porco, bacon e gordura de coco.
4. Controle a ingestão de miúdos de boi e ave, como coração, miolo e fígado.
5. Controle a ingestão de ovos. Consuma, no máximo, dois por semana. Atente ainda às preparações que levam ovos, como panquecas, tortas, suflês e bolos.
6. Evite carnes gordurosas, como picanha, cupim, lingüiça e embutidos. Controle também a ingestão de frutos do mar.
7. Retire a pele do frango antes do cozimento.
8. Leia os rótulos alimentícios e evite os alimentos que contêm gorduras saturadas e hidrogenadas.
9. Prefira alimentos grelhados e cozidos.


Fonte: www.minhavida.com.br

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Teste molecular

Teste é realizado em laboratório genético de
Uberlândia (Foto: Caroline Aleixo/G1)


Teste molecular é capaz de detectar câncer de próstata em MG

Pesquisa inédita foi desenvolvida por um pesquisador de Uberlândia.
Segundo urologista, 75% dos pacientes fazem biópsia sem necessidade


Um exame menos invasivo e que pode amenizar a resistência de muitos homens em realizar o tradicional teste de toque para detecção de problemas na próstata é realizado por um laboratório em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Desenvolvido por um pesquisador mineiro, o procedimento é feito a partir da coleta de sangue de onde é extraída uma molécula das células sanguíneas para análise laboratorial.

Em 2003, o pesquisador da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Luiz Ricardo Goulart, idealizou a Pesquisa Câncer de Próstata (PCaP) a frente de uma equipe de urologistas e sob financiamento de um laboratório genético do município. Constatada a eficácia nos resultados, o gifexame já foi aplicado em mais de 1.000 brasileiros. "Nesses anos todos de testes foram avaliados 600 homens na UFU e mais, aproximadamente, mil pessoas em todo o Brasil. A tendência é que ele se torne cada vez mais conhecido e procurado", disse.

Leia mais G1 Triangulo Mineiro








Pega na mentira


Pessoas que contam menos mentiras são física e mentalmente mais saudáveis

O estudo foi realizado em 10 semanas com 110 pessoas, das quais 34% eram adultos e 66% estudantes universitários

Pessoas que contam menos mentiras são mais saudáveis, de acordo com estudo apresentado no congresso anual da Associação Americana de Psicologia.

A pesquisa sugere que dizer a verdade pode melhorar significativamente à saúde física e mental de uma pessoa. "Evidências recentes indicam que os norte-americanos contam em média 11 mentiras por semana. Queríamos descobrir se viver mais honestamente pode realmente levar a uma saúde melhor. Descobrimos que os participantes que reduziram drasticamente suas mentiras cotidianas apresentaram níveis melhores de saúde", afirma a autora Anita E. Kelly, da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos.

Kelly e o coautor Lijuan Wang conduziram o experimento de 10 semanas com 110 pessoas, das quais 34% eram adultos e 66% eram estudantes universitários. Eles tinham idades entre 18 a 71 anos, com uma idade média de 31.

Aproximadamente metade dos participantes foi instruída a parar de dizer mentiras maiores e menores durante as 10 semanas. A outra metade serviu de grupo controle e não recebeu instruções especiais sobre a mentira. Ambos os grupos foram ao laboratório a cada semana para completar exames de saúde e avaliar o número de mentiras que tinham dito naquela semana por meio de um polígrafo.

Ao longo de 10 semanas, os pesquisadores descobriram uma ligação significativa entre mentir menos e uma melhora na saúde principalmente para os participantes do grupo que recebeu orientação.

Quando os participantes do grupo testado contaram três mentiras a menos por semana, eles relataram, em média, cerca de menos quatro queixas de saúde mental, tais como se sentir tenso ou melancólico e cerca de menos três queixas físicas, tais como dor de garganta e dores de cabeça.

"Como os resultados são novos, eles ainda precisam ser submetidos à análise científica e publicação ainda este ano", conclui Kelly.

Fonte: http://www.isaude.net

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Contra a Gripe

Clique sobre a matéria para ampliar a imagem



Fonte: Jornal Correio de Uberlândia

Novo medicamento

Novo medicamento para câncer de mama será incorporado no SUS

Ministério da Saúde investirá R$130 milhões/ano para disponibilizá-lo à população.

O Ministério da Saúde (MS) vai incorporar o Trastuzumabe, um dos mais eficientes medicamentos de combate ao câncer de mama, no Sistema Único de Saúde (SUS). Essa iniciativa faz parte do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer de Colo do Útero e de Mama, estratégia para expandir a assistência oncológica no país, lançado pela presidenta Dilma Rousseff, no ano passado. O ministério investirá R$130 milhões/ano para disponibilizar o medicamento à população.

O câncer de mama é o segundo mais comum no mundo e o mais frequente entre as mulheres, com uma estimativa de mais 1,15 milhão de novos casos a cada ano, e responsável por 411.093 mortes a cada ano. No Brasil, estimam-se 52.680 novos casos em 2012/2013. Em 2010 ocorreram 12.812 mortes por causa da doença. E neste ano, o Ministério da Saúde já custeou mais de 100 mil procedimentos para quimioterapia do câncer de mama inicial ou localmente avançado.

“A expectativa é que o Trastuzumabe beneficie 20% das mulheres com câncer de mama em estágio inicial e avançado”, afirma o ministro da saúde, Alexandre Padilha.

A partir da publicação, nesta semana, no Diário Oficial da União (DOU), o SUS

tem prazo de 180 dias para efetivação de sua oferta á população brasileira. O novo medicamento reduz as chances de reincidência do câncer. A incorporação do Trastuzumabe foi aprovada pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec) para o tratamento de câncer de mama inicial e avançado.

INCLUSÃO - O Trastuzumabe é um dos primeiros medicamentos incorporados no SUS a partir da Lei 12.401, de 2011. O decreto, que cria uma Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec), define regras que garantem a proteção do cidadão quanto ao uso e eficácia desses medicamentos, que devem ter registro nacional e serem reconhecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Leia mais AQUI

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Vacinação contra raiva

A campanha de vacinação antirrábica da zona urbana começa no próximo sábado (4), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Nesse dia, os agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vão aos imóveis de regiões onde há baixo número de animais, possibilitando a aplicação da vacina de casa em casa. O trabalho será realizado das 8h às 14h, nos Bairros Jardim Inconfidência, Jockey Camping, Karaíba, Morada do Sol, Morada Nova, Panorama, Parque das Américas, além dos distritos.

Já entre os dias 6 e 11 de agosto, postos serão montados em pontos estratégicos, das 8h às 16h. No dia 6, as equipes estarão nos Bairros Aclimação, Alvorada, Buritis / Alto Umuarama, Custódio Pereira, Dom Almir, Jardim Ipanema, Joana D’arc, Mansões Aeroporto, Morumbi, Prosperidade, Quintas do Bosque / Morada dos Pássaros, Santa Mônica, Segismundo Pereira e Tibery. No dia 7 será a vez de Dona Zulmira, Guarani, Jardim Europa, Jardim Patrícia, Luizote de Freitas, Mansour, Taiaman e Tocantins recebem a vacina.

Leia mais em G1 - Triângulo Mineiro

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sindrome das mãos inchadas

"Durante a atividade física no Projeto Saúde em Movimento surgiu uma dúvida de uma aluna do núcleo da Chatuba sobre um inchaço de sua mão durante a caminhada que ela faz nos dias que ela não tem aula. Segue abaixo uma foto ilustrativa explicando o que é a sindrome das mãos inchadas."

Clique para ampliar



Fonte: Territórios Integrados de Atenção à Saúde / TEIAS - Mesquita

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Dia mundial da amamentação

Bom dia!
Hoje começamos o dia com uma informação especial para as gestantes e mamães. No dia 1º de agosto comemora-se o dia mundial da amamentação. A data foi criada para lembrar os benefícios e a importância da amamentação nos primeiros dias de vida.

Fonte MG Saúde