Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Dietas de detoxicação

Dietas de detoxicação hepática são enganosas

A "dieta de detoxicação hepática" é utilizada como meio para limpar o fígado de toxinas após um exagero alimentar comum nas festas de fim de ano.

Entretanto, a doutora em Nutrição Humana, Regina Maria Vilela, professora da Universidade Federal do Paraná, explica que não há comprovação científica sobre o uso de tais dietas, muitas vezes divulgadas na mídia erroneamente.

De acordo com a especialista, a maioria delas indica a ingestão de somente água por um, dois ou até três dias. Depois destes dias de dieta líquida, o consumo de somente frutas e hortaliças e, algumas chegam a sugerir até 10 dias de dieta líquida e a compra de suplementos.

Para Regina, é possível manter uma dieta saudável que preserve o fígado sem se submeter a essas dietas.

Ela sugere algumas orientações básicas que garantem uma vida mais saudável, como priorizar alimentos frescos e evitar os industrializados que contenham excesso de açúcar, sal, gordura, conservantes e corantes.

Cientistas estudam alimentação que prolonga a vida

Alimentação é uma das causas da enxaqueca

Evitar enlatados e molhos (exceto o molho de tomate simples sem conservantes) e frios processados (queijo, presunto, salames, mortadela) e manter uma boa hidratação, de preferência com água.


Fonte: http://www.portaldoconsumidor.gov.br