Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Mal dormir

Noites mal dormidas podem deixar as pessoas menos sensiíveis às necessidades do outro lado

Foto Stock © ongap
Estudo realizado na Universidade da Califórnia, Berkeley, sugere que falta de sono pode desempenhar um papel importante no sentimento de rejeição muito comum entre casais.
A pesquisa, realizada com mais de 60 casais, com idades entre 18 a 56, descobriu que a privação de sono pode deixar os casais "cansados demais para dizer obrigado e fazer com que um ou outro parceiro se sinta rejeitado," afirma Amie Gordon, psicóloga da UC Berkeley e principal autora do estudo.
"Pouco sono pode nos tornar mais egoístas, priorizando nossas próprias necessidades sobre as do nosso parceiro", disse ela.
Os resultados do estudo, apresentados neste sábado (19) na reunião anual da Society for Personality and Social Psychologists, realizada em New Orleans (EUA), lançam uma nova luz sobre a relação emocional de casais e o sono, oferecendo evidências de que uma noite sem dormir deixa as pessoas menos sensíveis às necessidades dos seus próximos.