Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Mobilização contra dengue




Clique no texto abaixo  para ampliá-lo







Prefeitura fará trabalho de mobilização contra a dengue em escolas públicas

Da Redação - Correio de Uberlândia

As secretarias municipais de Saúde e Educação iniciam a partir desta quinta-feira (14) um trabalho conjunto de mobilização pedagógica contra a dengue. A ação, que conta com o apoio da Superintendência Regional de Ensino, terá início às 8 horas, na Escola Municipal Sebastiana Silveira Pinto, no bairro Aurora.

O último balanço divulgado pela Prefeitura aponta um índice de infestação bem acima do preconizado pelo Ministério da Saúde. De acordo os dados, o índice de focos da dengue em Uberlândia é de 3,9%.

O trabalho de mobilização junto às crianças contará com teatro de fantoches, sensibilização dos alunos com explicações, fixação de cartazes e atuação de dois agentes fantasiados como “mosquitões”.

Ao todo, 51 agentes de educação em saúde visitarão 99 escolas municipais e estaduais entre os dias 14 de fevereiro e 22 de março. A mobilização será trabalhada em toda a zona urbana e em unidades da zona rural. São 21 escolas no setor sul, 13 no leste, 31 na zona central e norte, 22 na oeste e 12 escolas rurais.

O foco da mobilização é as séries iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano) devido à característica de maior envolvimento e curiosidade dessas crianças. Mas para atender as séries finais (6º ao 9º ano), os agentes iniciaram um trabalho de conscientização no dia 4 de fevereiro.

A proposta é sensibilizar e ensinar de maneira lúdica e mais didática os cuidados que se deve adotar para prevenir a dengue. Nesse sentido as crianças se tornam multiplicadoras do conhecimento e contribuem para uma mudança de hábito em suas casas na comunidade. Com a orientação das crianças, é possível reduzir o número de criadouros nos bairros e o índice de infestação na cidade.



Fonte: Correio de Uberlândia