Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Não se pode parar




Um teatro de fantoches acompanhado por mais de 600 alunos da Escola Municipal Sebastiana Silveira Pinto, no bairro Aurora, marcou o início da campanha Educação em saúde, nesta quinta-feira (14) pela manhã. O cenário para a abertura foi na quadra da escola, onde as crianças prestaram atenção nas orientações sobre a dengue e as formas de prevenção.

A campanha segue até o dia 22 de março e vai envolver as escolas municipais e estaduais. Mais de50 agentes de saúde, do programa Educação em saúde,vão passar em 99 escolas e de sala em sala eles terão em média 15 minutos para chamar a atençãodas crianças a respeito dos cuidadoscontra a dengue e da importânciade se eliminar criadouros do mosquito.

A campanha Educação em saúde abordará temas pertinentes às principais doenças que se destacam em determinadas épocas do ano. “Esta contra a dengue é a primeira de muitas, acreditamos na influência da criança e ainda vamos abordar temas ligados a outras doenças, como as do coração”, disse Almir Fontes, secretário de Saúde, que participou do lançamento juntamente com a diretora de Vigilância em Saúde, Rosuíta Fratari.