Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





quarta-feira, 20 de março de 2013

Consumo de sal


OMS divulga novas orientações no consumo de sal e potássio para adultos e crianças
Entidade afirma que balanço entre os dois nutrientes ajuda a prevenir hipertensão

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou novas diretrizes recomendando que adultos consumam menos sal e incluam um mínimo de potássio em suas dietas diárias a fim de reduzir o risco de doenças cardíacas e derrame. Pela primeira vez, limites para o consumo diário de sódio também foram estabelecidos para crianças.

Antes dessas resoluções, a OMS recomendava o consumo diário de 2 gramas de sódio (ou 5 gramas de sal). As novas orientações baixaram esse limite e agora indicam a ingestão de menos de menos de 2 gramas de sódio por dia, sendo esse o valor máximo. Esse limite também é válido para as crianças acima de dois anos, mas pede reajustes para valores ainda menores conforme idade, peso e necessidades calóricas de cada uma. Segundo a organização, a pressão alta na infância pode se estender para a vida adulta, aumentando o risco de males como hipertensão e doenças cardiovasculares.

As diretrizes que tratam do consumo de sódio para adultos também foram alteradas. De acordo com a entidade, os adultos devem consumir menos de 2 gramas de sódio e pelo menos 3,51 gramas de potássio por dia. Esse parâmetro se dá pelo fato de que o potássio também é um regulador da pressão arterial - quanto mais baixos forem os seus níveis no sangue, maior o risco de hipertensão. A agência afirma que doenças silenciosas ligadas à alimentação são crônicas e levam décadas para se manifestar. O atraso do surgimento dessas doenças poderia salvar vidas e resultar em cortes de gastos substanciais para a saúde.

Substitua alimentos ricos em sódio com estas dicas e receitas