Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





terça-feira, 19 de março de 2013

Descarte de pneus

Centro de Controle de Zoonoses alerta contra o descarte inadequado de pneus

Por Vinícius Oliveira
Programa de Aprimoramento Profissional

Embora seja uma ação considerada agressiva ao meio ambiente e um perigo para a saúde da população, ainda é comum encontrar pessoas descartando indevidamente pneus velhos em terrenos baldios ou em áreas periféricas da cidade. Uma dessas ações foi flagrada recentemente pela reportagem do CORREIO de Uberlândia, quando o motorista de caminhão foi observado jogando pneus usados na alça de acesso ao Viaduto da Ceasa. Questionado, o homem disse não se importar, pois funcionários da prefeitura passariam e recolheriam depois o material. O Centro de Controle de Zoonoses é contra esse tipo de ação.

De acordo com o coordenador do Centro de Zoonoses de Uberlândia, Adalberto Pajuaba Neto, a prática do motorista, infelizmente, não é isolada, mas alerta às pessoas que desejam se desfazer de pneus que entrem em contato com o centro por meio do telefone (34) 3213-1470, meio pelo qual o agente que atender vai informar quais os meios de descarte mais indicados ou, dependendo da quantidade de pneus, uma unidade da zoonoses vai até o endereço para fazer o recolhimento.


Ainda segundo o coordenador do Centro de Controle de Zoonoses, não existem muitas ocorrências nesse sentido, pois agentes do centro habitualmente passam, recolhendo os pneus velhos nas borracharias que desejam fazer o descarte. Independente disso, para quem ainda insiste em descartar pneus no meio ambiente, Adalberto alerta: “Jogar pneus em lotes ou áreas não autorizadas se torna um grande risco pra sociedade, além de ser um ótimo lugar para o mosquito da dengue se alojar. Pode também entupir bueiros e causar enchentes”.


Foto acima: Motorista é flagrado jogando pneus velho em área 
próxima ao Ceasa