Secretaria Municipal de Saúde






Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.

Artigo Artigo XXV da Declaração Universal de Direitos Humanos



Saúde, Ciência, Pesquisa, Arte, Cultura, nossa gente da SMS, e o que mais possa interessar.



Organizado por William H Stutz

Veterinário Sanitarista

whstutz@gmail.com



Este Blog é independente, sem vínculo oficial com instituição alguma.
Todos
estão convidados a contribuir com informações de interesse coletivo.





sexta-feira, 27 de junho de 2014

Contra Dengue na cidade

Quem quer mesmo,  cria !




Do G1 São Carlos e Araraquara

Uma parceria entre a iniciativa privada e as três universidades públicas de São Carlos (USP, Unesp e UFSCar) lançou uma nova versão de um game que conscientiza sobre o combate à dengue. O jogo “Contra Dengue 2 na Cidade", que está disponível na internet e já teve mais de 50 mil acessos, tem o objetivo de mostrar para 30 mil alunos de sete cidades da região os riscos da doença e as formas de eliminar os criadouros do mosquito transmissor.
A iniciativa do grupo Ludo Educativo transformou o Aedes Aegypti no vilão do jogo, que vive colocando ovinhos. A personagem principal do game é Sofia, que tem a missão de evitar que ele se multiplique. Ela coloca areia nos vasos, cobre pneus com lona e tenta eliminar o inseto.
“É uma diversão para as crianças. Elas querem chegar até o final, querem entender a dinâmica do jogo e, com isso, entendem como combater a dengue”, explicou o coordenador de desenvolvimento de jogos, Alexandre Rosenfeld.

Estratégia

Para o professor e diretor do Centro de Materiais Funcionais da Unesp, Elson Longo, essa é uma estratégia para levar a orientação  para dentro de casa. “As crianças têm uma influência muito grande no lar. Então elas vão conscientizar os pais da importância da limpeza”, afirmou.
A ideia é estimular o jogo nas escolas da região. “A gente pretende chegar no objetivo final, que é realmente eliminar o mosquito da dengue e praticar esses bons hábitos nas nossas casas. Toda essa tecnologia vem somar com o nosso objetivo”, destacou a diretora regional de ensino, Débora Gonzalez Costa Blanco.
O estudante Lucas Vítor Dias aprovou o jogo . “É muito interessante porque une o que o jovem gosta de fazer, que é usar o computador, com o aprendizado, que seria conscientizar a prevenir o mosquito da dengue”, opinou.

Fonte: http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2014/06/jogo-online-quer-conscientizar-30-mil-estudantes-sobre-o-combate-dengue-sao-carlos.html